Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Quatro candidatos atrasados perdem a prova no vestibular da Unifra

A prova do vestibular de inverno Unifra está concentrada no prédio 13, do conjunto III, na rua Silva Jardim. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, a decisão por concentrar o concurso no prédio se deve ao fato dele comportar muito bem os 1040 candidatos inscritos.

Provas iniciaram as 8h no prédio 13 da Unifra. Foto: Yuri Weber

As 8h da manhã, quando o professor Jovelino Pozera, Coordenador de Seleção e Ingresso tocou o sinal para o início das provas, os candidatos se apressaram aos seus lugares. No entanto, como nos vestibulares anteriores,  alguns candidatos chegaram atrasados. Quatro estudantes não conseguiram chegar a tempo, como  foi o caso de Maria Eduarda Müller.

A estudante, natural de Júlio de Castilhos, conta que o ônibus em que ela veio atrasou, por isso ela perdeu a prova. No entanto, ela não desiste e  em dezembro pretende prestar vestibular na instituição.

Dois alunos haviam solicitado as salas especiais. Apenas um deles compareceu. A estudante é deficiente auditiva e uma intérprete de libras a acompanha durante a prova. Até o momento, as provas transcorrem  com tranquilidade.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A prova do vestibular de inverno Unifra está concentrada no prédio 13, do conjunto III, na rua Silva Jardim. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, a decisão por concentrar o concurso no prédio se deve ao fato dele comportar muito bem os 1040 candidatos inscritos.

Provas iniciaram as 8h no prédio 13 da Unifra. Foto: Yuri Weber

As 8h da manhã, quando o professor Jovelino Pozera, Coordenador de Seleção e Ingresso tocou o sinal para o início das provas, os candidatos se apressaram aos seus lugares. No entanto, como nos vestibulares anteriores,  alguns candidatos chegaram atrasados. Quatro estudantes não conseguiram chegar a tempo, como  foi o caso de Maria Eduarda Müller.

A estudante, natural de Júlio de Castilhos, conta que o ônibus em que ela veio atrasou, por isso ela perdeu a prova. No entanto, ela não desiste e  em dezembro pretende prestar vestibular na instituição.

Dois alunos haviam solicitado as salas especiais. Apenas um deles compareceu. A estudante é deficiente auditiva e uma intérprete de libras a acompanha durante a prova. Até o momento, as provas transcorrem  com tranquilidade.