Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Festival traz 82 filmes dos países do Mercosul a Florianópolis

Abertura do FAM2013, em Florianópolis. Foto: Sérgio Correa

O Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM 2013) chega a sua 17ª edição consecutiva  como um dos principais eventos audiovisuais do Sul do país. Sua proposta é proporcionar ao público a possibilidade de conferir interessantes e recentes produções  do cinema latinoamericano, ao mesmo tempo em que abre espaço para o debate dos temas emergentes da política e da estética do audiovisual.

“Produzimos, pensamos e fazemos cultura. Se o FAM existe há 17 anos, é porque existe público e existe artista que produz”, disse Antônio Celso, coordenador do Festival do Audiovisual do Mercosul -FAM em cerimonial de abertura no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina nesta  sexta, 14, em Florianópolis.

O FAM traz gratuitamente ao público a exibição de 82 filmes dos países do Mercosul  até o dia 21 de junho no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, Universidade Federal de Santa Catarina.

A Mostra Competitiva se divide nas categorias Curtas Mercosul, DOC-FAM, Mostra Catarinense e Mostra InfantoJuvenil. Nas quatro mostras competitivas do festival concorrerão 48 produções, do Brasil, Uruguai e Argentina.

O Festival ainda conta com Mostras não competitivas de longas-metragens do Mercosul, Outros Olhares (filmes da Venezuela) e FESTin Ilha (filmes do FESTIN – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, realizado em Lisboa).

Sandra Alves,diretora do filme Rendas no ar. Foto: Sérgio Correa.

A sexta encerrou com a pré-estréia do longa Rendas no Ar, de Sandra Alves, totalmente produzido em Florianópolis. “O filme foi inspirado num imaginário épico e o processo de construção dele foi muito intuitivo”, conta a diretora à Agência Central Sul. Foi o primeiro longa de ficção de Alves.

No sábado, um dos filmes mais esperados é o documentário “Dossie Jango” de Paulo Henrique Fontelle. O documentário traz à tona o período em que o ex-presidente João Goulart viveu no exílio e as circunstâncias de sua morte.  Ele alimenta o debate em torno da necessidade de investigação e esclarecimento desse período da  história, a era das ditaduras militares latino-americanas. Também  João Vicente Goulart, filho de Jango, está presente no FAM para o lançamento do documentário.

A programação completa do festival pode ser conferida no site: http://www.audiovisualmercosul.com.br

 

Por Melina Guterres, jornalista, especial para a ACS

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Abertura do FAM2013, em Florianópolis. Foto: Sérgio Correa

O Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM 2013) chega a sua 17ª edição consecutiva  como um dos principais eventos audiovisuais do Sul do país. Sua proposta é proporcionar ao público a possibilidade de conferir interessantes e recentes produções  do cinema latinoamericano, ao mesmo tempo em que abre espaço para o debate dos temas emergentes da política e da estética do audiovisual.

“Produzimos, pensamos e fazemos cultura. Se o FAM existe há 17 anos, é porque existe público e existe artista que produz”, disse Antônio Celso, coordenador do Festival do Audiovisual do Mercosul -FAM em cerimonial de abertura no Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina nesta  sexta, 14, em Florianópolis.

O FAM traz gratuitamente ao público a exibição de 82 filmes dos países do Mercosul  até o dia 21 de junho no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, Universidade Federal de Santa Catarina.

A Mostra Competitiva se divide nas categorias Curtas Mercosul, DOC-FAM, Mostra Catarinense e Mostra InfantoJuvenil. Nas quatro mostras competitivas do festival concorrerão 48 produções, do Brasil, Uruguai e Argentina.

O Festival ainda conta com Mostras não competitivas de longas-metragens do Mercosul, Outros Olhares (filmes da Venezuela) e FESTin Ilha (filmes do FESTIN – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, realizado em Lisboa).

Sandra Alves,diretora do filme Rendas no ar. Foto: Sérgio Correa.

A sexta encerrou com a pré-estréia do longa Rendas no Ar, de Sandra Alves, totalmente produzido em Florianópolis. “O filme foi inspirado num imaginário épico e o processo de construção dele foi muito intuitivo”, conta a diretora à Agência Central Sul. Foi o primeiro longa de ficção de Alves.

No sábado, um dos filmes mais esperados é o documentário “Dossie Jango” de Paulo Henrique Fontelle. O documentário traz à tona o período em que o ex-presidente João Goulart viveu no exílio e as circunstâncias de sua morte.  Ele alimenta o debate em torno da necessidade de investigação e esclarecimento desse período da  história, a era das ditaduras militares latino-americanas. Também  João Vicente Goulart, filho de Jango, está presente no FAM para o lançamento do documentário.

A programação completa do festival pode ser conferida no site: http://www.audiovisualmercosul.com.br

 

Por Melina Guterres, jornalista, especial para a ACS