Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Acadêmicos de Jornalismo finalizam curta-metragem “Dia 11”

Equipe de atores e produtores do curta-metragem “Dia 11”. Foto: Divulgação.

No último sábado, 24, e ontem, dia 28, os 15 acadêmicos da disciplina de Cinema II, ministrada pela professora Neli Mombelli e pelo diretor de fotografia Alexsandro Pedrollo realizaram as gravações finais do curta-metragem produzido pela turma. As locações finais aconteceram no estacionamento do Centro Universitário Franciscano, no estúdio da Tv Unifra e no saguão do prédio 17 do conjunto III.

Pela primeira vez contracenando juntos, Anderson Martins e Denise Copetti, ambos formados em Artes Cênicas pela UFSM, assumiram o casal: Vitor e Paula. É a primeira vez que Martins participa de um curta para a disciplina e Denise já teve outras oportunidades, mas não como a atriz principal, como em ‘Dia 11’.

“É algo bem atual discutir sobre relações e a falta de comunicação entre as pessoas”, comenta a atriz sobre seu papel. Ela conta que o roteiro é interessante por evidenciar que as pessoas precisam manter as relações pessoalmente. Denise enfatiza praticidade do fácil acesso à internet e às redes sociais nos dias de hoje, mas também questiona este aspecto: “Hoje se fica sabendo da vida de todo mundo via ‘Face’, das coisas do outro lado do mundo e não se sabe o que está se passando dentro da sua casa, por exemplo. Parece que o mundo virtual é mais interessante que o real”, destaca Denise.

Estacionamento da instituição também faz parte do SET de gravaçõs
Estacionamento da instituição também faz parte do SET de gravações. Foto: Tiéle Abreu

O trabalho em equipe é considerado para a atriz uma forma de se atualizar e agregar valor a profissão. “É bom para eu me atualizar, ficamos muitos parados, acho interessante ter oportunidades, além de atriz como produtora você fica aprendendo como funciona, o que dá certo o que não dá, e essas experiências podem ser usadas em trabalhos futuros” acrescenta a atriz.

Já Martins acrescenta o aspecto isolado de seu personagem Vitor, preso a uma bolha sem consegui sair. Segundo o ator, vivemos em várias bolhas, e elas não são necessariamente a internet. É o caso da rotina do  universitário. “Muitos casais acabam se entregando para a rotina, e esquecem de olhar para o que está realmente ao seu redor, não conseguem…, parece que perdem a capacidade de compartilhar a vida com outras pessoas, compartilhar mesmo, não o compartilhar do Facebook. O meu personagem, o Vitor se entregou para o cotidiano dele, não conseguiu se entregar, que bom que ele tem uma mulher boa”, destaca o ator.

Apesar de ter pouca experiência com filme, pois atua mais em peças teatrais, Martins ficou satisfeito, em particular por ter a oportunidade de contracenas com uma atriz experiente como Denise Copetti, com quem já tinha trabalhado junto. “Ficou mais fácil de encarar o desafio com ela”, finaliza.

estúdio da Tv Unifra  virou cenário para as cenas
Estúdio da TV Unifra virou SET para as cenas. Foto: Tiéle Abreu

Sinopse O ‘Dia 11’ tem como proposta evidenciar o quanto a prisão na rotina prejudica as relações com as pessoas que mais gostamos e que, na verdade, deveriam ser as mais importantes e próximas. O cansaço do protagonista em viver em um ritmo sempre igual, vai de encontro ao sentimento de conforto ao manter o cotidiano sob controle. O problema é quando a rotina passa a lhe roubar os momentos bons da vida tornando-os reféns dela. O pessimismo, o acúmulo de tarefas e o vício na conectividade na internet, por exemplo, acabam por distanciar as pessoas

Por Tiéle Abreu, para a disciplina de Jornalismo Online

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Equipe de atores e produtores do curta-metragem “Dia 11”. Foto: Divulgação.

No último sábado, 24, e ontem, dia 28, os 15 acadêmicos da disciplina de Cinema II, ministrada pela professora Neli Mombelli e pelo diretor de fotografia Alexsandro Pedrollo realizaram as gravações finais do curta-metragem produzido pela turma. As locações finais aconteceram no estacionamento do Centro Universitário Franciscano, no estúdio da Tv Unifra e no saguão do prédio 17 do conjunto III.

Pela primeira vez contracenando juntos, Anderson Martins e Denise Copetti, ambos formados em Artes Cênicas pela UFSM, assumiram o casal: Vitor e Paula. É a primeira vez que Martins participa de um curta para a disciplina e Denise já teve outras oportunidades, mas não como a atriz principal, como em ‘Dia 11’.

“É algo bem atual discutir sobre relações e a falta de comunicação entre as pessoas”, comenta a atriz sobre seu papel. Ela conta que o roteiro é interessante por evidenciar que as pessoas precisam manter as relações pessoalmente. Denise enfatiza praticidade do fácil acesso à internet e às redes sociais nos dias de hoje, mas também questiona este aspecto: “Hoje se fica sabendo da vida de todo mundo via ‘Face’, das coisas do outro lado do mundo e não se sabe o que está se passando dentro da sua casa, por exemplo. Parece que o mundo virtual é mais interessante que o real”, destaca Denise.

Estacionamento da instituição também faz parte do SET de gravaçõs
Estacionamento da instituição também faz parte do SET de gravações. Foto: Tiéle Abreu

O trabalho em equipe é considerado para a atriz uma forma de se atualizar e agregar valor a profissão. “É bom para eu me atualizar, ficamos muitos parados, acho interessante ter oportunidades, além de atriz como produtora você fica aprendendo como funciona, o que dá certo o que não dá, e essas experiências podem ser usadas em trabalhos futuros” acrescenta a atriz.

Já Martins acrescenta o aspecto isolado de seu personagem Vitor, preso a uma bolha sem consegui sair. Segundo o ator, vivemos em várias bolhas, e elas não são necessariamente a internet. É o caso da rotina do  universitário. “Muitos casais acabam se entregando para a rotina, e esquecem de olhar para o que está realmente ao seu redor, não conseguem…, parece que perdem a capacidade de compartilhar a vida com outras pessoas, compartilhar mesmo, não o compartilhar do Facebook. O meu personagem, o Vitor se entregou para o cotidiano dele, não conseguiu se entregar, que bom que ele tem uma mulher boa”, destaca o ator.

Apesar de ter pouca experiência com filme, pois atua mais em peças teatrais, Martins ficou satisfeito, em particular por ter a oportunidade de contracenas com uma atriz experiente como Denise Copetti, com quem já tinha trabalhado junto. “Ficou mais fácil de encarar o desafio com ela”, finaliza.

estúdio da Tv Unifra  virou cenário para as cenas
Estúdio da TV Unifra virou SET para as cenas. Foto: Tiéle Abreu

Sinopse O ‘Dia 11’ tem como proposta evidenciar o quanto a prisão na rotina prejudica as relações com as pessoas que mais gostamos e que, na verdade, deveriam ser as mais importantes e próximas. O cansaço do protagonista em viver em um ritmo sempre igual, vai de encontro ao sentimento de conforto ao manter o cotidiano sob controle. O problema é quando a rotina passa a lhe roubar os momentos bons da vida tornando-os reféns dela. O pessimismo, o acúmulo de tarefas e o vício na conectividade na internet, por exemplo, acabam por distanciar as pessoas

Por Tiéle Abreu, para a disciplina de Jornalismo Online