Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Aplicativo visa facilitar doação de sangue

Meta é aumentar percentual de doadores em até 3,5% da população brasileira.(Foto: Carolilne Pigatto/ Lab. de Fotografia e Memória/UNIFRA)
Meta é aumentar percentual de doadores em até 3,5% da população brasileira.(Foto: Carolilne Pigatto/ Lab. de Fotografia e Memória/UNIFRA)

O projeto Sangue Social está exposto no estande perfil empreendedor que fica no Pavilhão da Inovação. Rossana Freitas Moreira, acadêmica do curso de sistema para internet da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), explica que a ideia do projeto é desenvolver uma solução para ajudar a resolver a necessidade da falta de doadores de sangue.
O aplicativo estará disponível a partir de janeiro de 2015. Funcionará da seguinte forma:  quando houver a necessidade de bolsa de sangue o operador do Hemocentro registra na página do facebook o tipo sanguíneo que precisa de reposição fazendo com que essa solicitação entre no feed de notícias dos usuários, possibilitando que essas informações cheguem em um maior número de pessoas em menor tempo.
Esse projeto tem como objetivo alcançar no mínimo 3,5% de doadores de sangue do contingente populacional. Sendo que hoje existem apenas 1,9% de doadores.

Texto elaborado pelas acadêmicas de Jornalismo: Helena Moura e Publicidade e Propaganda: Julia Vizzotto/ Centro Universitário Franciscano. Professor Responsável: Bebeto Badke (Mtb 5498)

Leia mais matérias da 28ª Feisma no site da Multifeira.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Meta é aumentar percentual de doadores em até 3,5% da população brasileira.(Foto: Carolilne Pigatto/ Lab. de Fotografia e Memória/UNIFRA)
Meta é aumentar percentual de doadores em até 3,5% da população brasileira.(Foto: Carolilne Pigatto/ Lab. de Fotografia e Memória/UNIFRA)

O projeto Sangue Social está exposto no estande perfil empreendedor que fica no Pavilhão da Inovação. Rossana Freitas Moreira, acadêmica do curso de sistema para internet da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), explica que a ideia do projeto é desenvolver uma solução para ajudar a resolver a necessidade da falta de doadores de sangue.
O aplicativo estará disponível a partir de janeiro de 2015. Funcionará da seguinte forma:  quando houver a necessidade de bolsa de sangue o operador do Hemocentro registra na página do facebook o tipo sanguíneo que precisa de reposição fazendo com que essa solicitação entre no feed de notícias dos usuários, possibilitando que essas informações cheguem em um maior número de pessoas em menor tempo.
Esse projeto tem como objetivo alcançar no mínimo 3,5% de doadores de sangue do contingente populacional. Sendo que hoje existem apenas 1,9% de doadores.

Texto elaborado pelas acadêmicas de Jornalismo: Helena Moura e Publicidade e Propaganda: Julia Vizzotto/ Centro Universitário Franciscano. Professor Responsável: Bebeto Badke (Mtb 5498)

Leia mais matérias da 28ª Feisma no site da Multifeira.