Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Como controlar o nervosismo na hora de prestar vestibular

Cursinho Pré-vestibular. Foto. Eveline Grunspan. Laboratório de Fotografia e Memória.
Cursinho Pré-vestibular. Foto. Eveline Grunspan. Laboratório de Fotografia e Memória.

Estudo, dedicação, medo, preocupação, incerteza, ansiedade e angustia, tudo isso faz parte da vida do vestibulando. A rotina de estudos, mais cursinhos preparatórios, invade o mundo de muitos adolescentes que sonham com uma vaga no ensino superior e se dedicam ao máximo para alcançá-la. Quanto mais  próximo do vestibular, a pressão aumenta e este é o momento de manter a calma e o foco para não perder o empenho e a dedicação prestada durante todo o ano. Nervosismo é normal quando estamos expostos a avaliações, por isso nossa equipe entrevistou a psicologa Silvana Maia Borges para saber como o vestibulando deve agir nesta reta final.

Psicologa Silvana Maia Borges
Psicóloga Silvana Maia Borges. Arquivo pessoal.

Agência Central Sul- Faltam aproximadamente 15 dias para o vestibular, nessa época do ano o nervosismo toma conta do estudante. O que o estudante deve fazer para não se pilhar tanto?

 Silvana Maia Borges- Como sabemos, vestibular, além de ser uma prova de conhecimentos, é uma prova para a nossa competência emocional. Assim, vai se sair bem na prova quem estudou e que, além disso, consegue controlar seus “nervos”.  Por isso, a dica para este momento é não exagerar. Manter a rotina sem muitas alterações, alimentar-se bem (especialmente com comidas mais leves), dormir bem (sem passar as madrugadas em cima dos materiais) e não esquecer de ter atividades de lazer. Muitas pessoas acham que o momento que antecede o vestibular é de acelerar nos estudos, mas é justamente o contrário. Quem estudou e se dedicou o ano todo (ou até mesmo nos últimos anos), deve focar agora em revisar conteúdos e “colocar o pé no freio” com relação às exigências e rotina de estudos. Afinal, nosso cérebro também precisa de um tempo de descanso e acomodação das informações. Logo, o estudante deve reservar um tempo para atividades prazerosas, sociais e relaxar (música sempre auxilia nisso). Também é bastante importante receber o afeto da família e pessoas próximas, isso sempre ajuda a acalmar o estudante.

ACS- Na hora da prova chocolate ajuda?

 Silvana B.- Eu recomendaria água (carregue sempre consigo), uma barra de cereal ou até mesmo uma fruta (maçã, por exemplo). Alimentação mais leve é melhor para a digestão e evita sonolência.  O chocolate, se comido com moderação, pode proporcionar bem estar. Sabe-se que ele contém estimulantes (como a cafeína e outros) que agilizam o raciocínio. Porém, a cafeína pode causar inquietação, além de gerar o aumento da ansiedade (claro que em maiores quantidades). Trata-se de uma escolha bem particular. Mas é interessante, sim, carregar consigo algo para matar a fome e que, especialmente, sirva para fazer uma pequena pausa durante a prova e reabastecer as energias.

ACS- Qual a rotina de estudos aconselhável para quem está nesta reta final?

 Silvana B. – Uma rotina de quatro horas (ou pouco mais que isso) de estudos nesta reta final é suficiente. O estudante deve priorizar estar em ambientes calmos e tranquilos para poder se concentrar melhor e assimilar os conteúdos. TV e computador neste momento devem ser evitados. Os mesmos devem ser utilizados nos momentos de pausa e não na hora de estudar. Também é importante que o estudante identifique suas habilidades e invista nelas, por exemplo: quem aprende mais escrevendo (memória visual), deve se focar nisso. Já quem tem memória auditiva deve aproveitá-la e assim por diante. Algo conveniente também é aproveitar os momentos de lazer para fazer palavras cruzadas, brincadeiras/jogos de lógica, isso ajuda nossa memória a relaxar, mas a mantém ativa, o que é sempre benéfico.  Além do que citei, ressalto: Como as provas de vestibular sempre contemplam atualidades, ler jornais e manter-se por dentro das informações é algo importante. Isso ajuda a relaxar e ao mesmo tempo contribui com conhecimentos que podem ajudar na hora da prova.

ACS- Como o candidato deve lidar com a pressão?

Silvana- Não há receita pronta para isso, pois cada um lida de uma forma com situações de pressão. Porém, recomenda-se, como eu havia dito, que o estudante possa ter atividades sociais e de lazer, que receba o apoio e carinho das pessoas próximas, que mantenha sua rotina organizada e sem muitas alterações. Para além disso, deve controlar suas emoções. Se precisar conversar, chorar (isso sempre ajuda a aliviar a tensão) deve procurar alguém em quem confie ou até mesmo um profissional da psicologia. O importante é sentir-se seguro e confiar no seu potencial. Como costumo dizer, os desafios sempre são do nosso tamanho, não há nada que não possamos vencer quando desejamos de verdade e nos determinamos para isso.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cursinho Pré-vestibular. Foto. Eveline Grunspan. Laboratório de Fotografia e Memória.
Cursinho Pré-vestibular. Foto. Eveline Grunspan. Laboratório de Fotografia e Memória.

Estudo, dedicação, medo, preocupação, incerteza, ansiedade e angustia, tudo isso faz parte da vida do vestibulando. A rotina de estudos, mais cursinhos preparatórios, invade o mundo de muitos adolescentes que sonham com uma vaga no ensino superior e se dedicam ao máximo para alcançá-la. Quanto mais  próximo do vestibular, a pressão aumenta e este é o momento de manter a calma e o foco para não perder o empenho e a dedicação prestada durante todo o ano. Nervosismo é normal quando estamos expostos a avaliações, por isso nossa equipe entrevistou a psicologa Silvana Maia Borges para saber como o vestibulando deve agir nesta reta final.

Psicologa Silvana Maia Borges
Psicóloga Silvana Maia Borges. Arquivo pessoal.

Agência Central Sul- Faltam aproximadamente 15 dias para o vestibular, nessa época do ano o nervosismo toma conta do estudante. O que o estudante deve fazer para não se pilhar tanto?

 Silvana Maia Borges- Como sabemos, vestibular, além de ser uma prova de conhecimentos, é uma prova para a nossa competência emocional. Assim, vai se sair bem na prova quem estudou e que, além disso, consegue controlar seus “nervos”.  Por isso, a dica para este momento é não exagerar. Manter a rotina sem muitas alterações, alimentar-se bem (especialmente com comidas mais leves), dormir bem (sem passar as madrugadas em cima dos materiais) e não esquecer de ter atividades de lazer. Muitas pessoas acham que o momento que antecede o vestibular é de acelerar nos estudos, mas é justamente o contrário. Quem estudou e se dedicou o ano todo (ou até mesmo nos últimos anos), deve focar agora em revisar conteúdos e “colocar o pé no freio” com relação às exigências e rotina de estudos. Afinal, nosso cérebro também precisa de um tempo de descanso e acomodação das informações. Logo, o estudante deve reservar um tempo para atividades prazerosas, sociais e relaxar (música sempre auxilia nisso). Também é bastante importante receber o afeto da família e pessoas próximas, isso sempre ajuda a acalmar o estudante.

ACS- Na hora da prova chocolate ajuda?

 Silvana B.- Eu recomendaria água (carregue sempre consigo), uma barra de cereal ou até mesmo uma fruta (maçã, por exemplo). Alimentação mais leve é melhor para a digestão e evita sonolência.  O chocolate, se comido com moderação, pode proporcionar bem estar. Sabe-se que ele contém estimulantes (como a cafeína e outros) que agilizam o raciocínio. Porém, a cafeína pode causar inquietação, além de gerar o aumento da ansiedade (claro que em maiores quantidades). Trata-se de uma escolha bem particular. Mas é interessante, sim, carregar consigo algo para matar a fome e que, especialmente, sirva para fazer uma pequena pausa durante a prova e reabastecer as energias.

ACS- Qual a rotina de estudos aconselhável para quem está nesta reta final?

 Silvana B. – Uma rotina de quatro horas (ou pouco mais que isso) de estudos nesta reta final é suficiente. O estudante deve priorizar estar em ambientes calmos e tranquilos para poder se concentrar melhor e assimilar os conteúdos. TV e computador neste momento devem ser evitados. Os mesmos devem ser utilizados nos momentos de pausa e não na hora de estudar. Também é importante que o estudante identifique suas habilidades e invista nelas, por exemplo: quem aprende mais escrevendo (memória visual), deve se focar nisso. Já quem tem memória auditiva deve aproveitá-la e assim por diante. Algo conveniente também é aproveitar os momentos de lazer para fazer palavras cruzadas, brincadeiras/jogos de lógica, isso ajuda nossa memória a relaxar, mas a mantém ativa, o que é sempre benéfico.  Além do que citei, ressalto: Como as provas de vestibular sempre contemplam atualidades, ler jornais e manter-se por dentro das informações é algo importante. Isso ajuda a relaxar e ao mesmo tempo contribui com conhecimentos que podem ajudar na hora da prova.

ACS- Como o candidato deve lidar com a pressão?

Silvana- Não há receita pronta para isso, pois cada um lida de uma forma com situações de pressão. Porém, recomenda-se, como eu havia dito, que o estudante possa ter atividades sociais e de lazer, que receba o apoio e carinho das pessoas próximas, que mantenha sua rotina organizada e sem muitas alterações. Para além disso, deve controlar suas emoções. Se precisar conversar, chorar (isso sempre ajuda a aliviar a tensão) deve procurar alguém em quem confie ou até mesmo um profissional da psicologia. O importante é sentir-se seguro e confiar no seu potencial. Como costumo dizer, os desafios sempre são do nosso tamanho, não há nada que não possamos vencer quando desejamos de verdade e nos determinamos para isso.