Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Feira do Livro 2014: entre o passeio e o consumo de literatura

gosto pela leitura passa de pai para filha. Créditos: Luciano Vieira
O gosto pela leitura passa de pai para filha. Créditos: Luciano Vieira

Entre os que comparecem ao evento, há aqueles que querem adquirir muitos títulos, é o caso da estudante Bruna Andrade, 17 anos. Ela aproveitou a presença da mãe em casa e a “arrastou” consigo para a Feira com o intuito de ganhar alguns livros novos. Os favoritos da estudante são “A menina que roubava livros” e “A culpa é das Estrelas” , está última é a obra mais vendida entre o público de 15 a 25 anos,segundo o expositor Ricardo Stedile,

Assim como Bruna Andrade, o físico Hélio Correa, 54 anos, vai à feira em busca de títulos de ficção científica e livros acadêmicos “O segredo é garimpar, não é um dia apenas que se vai à Feira, um dia você vai para garimpar e em outro para compra-los” afirma.

Livros, no entanto, não são os únicos motivos que levam o público para a Praça Saldanha Marinho nos dias do evento. Para Ana Maria Lenz, 36 anos, fisioterapeuta que levou o filho Eduardo Lenz, 3 anos, para assistir a uma apresentação de teatro. Nesta oportunidade, a peça assistida foi  “As aventuras do Soldadinho de Chumbo” realizada pela companhia Saca-Rolha Teatro e Cia e as outras atrações do evento.

apresentação da Banda Geringonça reúne público de diferentes idades. Créditos : Luciano Vieira.
Apresentação da Banda Geringonça reúne público de diferentes idades na noite da segunda, 05 de maio. Créditos : Luciano Vieira.

Apesar de o evento ser destinado à literatura, para alguns a Feira se resume aos shows teatrais, musicais e debates da sessão do Livro Livre. “Não vejo nenhuma diferença entre comprar em uma livraria e ir à Feira do livro, se eu quisesse adquirir um livro eu iria a uma livraria”, concluiu a acadêmica de design Natália Lavarda, 21 anos.

Para conferir mais sobre a peça “As aventuras do Soldadinho de Chumbo” acesse a fanpage da Feira

 

Por Gabriela Iensen, Lorenzo Franchi e Luciano Souza

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

gosto pela leitura passa de pai para filha. Créditos: Luciano Vieira
O gosto pela leitura passa de pai para filha. Créditos: Luciano Vieira

Entre os que comparecem ao evento, há aqueles que querem adquirir muitos títulos, é o caso da estudante Bruna Andrade, 17 anos. Ela aproveitou a presença da mãe em casa e a “arrastou” consigo para a Feira com o intuito de ganhar alguns livros novos. Os favoritos da estudante são “A menina que roubava livros” e “A culpa é das Estrelas” , está última é a obra mais vendida entre o público de 15 a 25 anos,segundo o expositor Ricardo Stedile,

Assim como Bruna Andrade, o físico Hélio Correa, 54 anos, vai à feira em busca de títulos de ficção científica e livros acadêmicos “O segredo é garimpar, não é um dia apenas que se vai à Feira, um dia você vai para garimpar e em outro para compra-los” afirma.

Livros, no entanto, não são os únicos motivos que levam o público para a Praça Saldanha Marinho nos dias do evento. Para Ana Maria Lenz, 36 anos, fisioterapeuta que levou o filho Eduardo Lenz, 3 anos, para assistir a uma apresentação de teatro. Nesta oportunidade, a peça assistida foi  “As aventuras do Soldadinho de Chumbo” realizada pela companhia Saca-Rolha Teatro e Cia e as outras atrações do evento.

apresentação da Banda Geringonça reúne público de diferentes idades. Créditos : Luciano Vieira.
Apresentação da Banda Geringonça reúne público de diferentes idades na noite da segunda, 05 de maio. Créditos : Luciano Vieira.

Apesar de o evento ser destinado à literatura, para alguns a Feira se resume aos shows teatrais, musicais e debates da sessão do Livro Livre. “Não vejo nenhuma diferença entre comprar em uma livraria e ir à Feira do livro, se eu quisesse adquirir um livro eu iria a uma livraria”, concluiu a acadêmica de design Natália Lavarda, 21 anos.

Para conferir mais sobre a peça “As aventuras do Soldadinho de Chumbo” acesse a fanpage da Feira

 

Por Gabriela Iensen, Lorenzo Franchi e Luciano Souza