Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Moraes Moreira e Davi Moraes embalam à noite de Porto Alegre

Davi Moraes (à esquerda) e Moraes Moreira (a direita) emocionaram o público cantando os grandes clássicos do disco Acabou Chorare Foto: Pedro Lenz Piegas
Davi Moraes (à esquerda) e Moraes Moreira (a direita) emocionaram o público cantando os grandes clássicos do disco Acabou Chorare Foto: Pedro Lenz Piegas

O Auditório Araújo Vianna não estava completamente cheio, mas o público se empolgou logo que Moraes Moreira e Davi Moraes subiram ao palco, nesta quarta-feira,16, quente e atípica para o mês de julho em Porto Alegre.

Pai e filho, acompanhados da banda de apoio, fizeram uma homenagem as quatro décadas de existência do álbum Acabou Chorare – aclamado disco dos Os Novos Baianos, grupo que revelou o próprio Moraes Moreira, a cantora Baby Consuelo, o guitarra Pepeu Gomes e muitos outros músicos. O álbum é considerado um dos mais importantes da história da música brasileira, lançado em 1972.

A banda que acompanha os músicos é composta por Augusto Albuquerque (baixo), Marcos Molleta (guitarra, guitarra baiana e cavaquinho), Cesinha (bateria) e Repolho (percussão).

Além de passar por todas as músicas do disco como, “Besta é Tu”, “Brasil Pandeiro”, “A Menina Dança”, “Swing de Campo Grande”, “Acabou Chorare”, “Preta, Pretinha”,”Tinindo Trincando” e “Um Bilhete pra Didi” a noite teve homenagens para Vinicius de Moraes e Tom Jobim com a música “Chega de Saudade” e também para Chico Science & Nação Zumbi com “Maracatu Atômico”.

O encerramento do show teve a interpretação  de “Valeu”, em citação ao escritor Paulo Leminski,

“Dois namorados olhando o céu
Chegam a mesma conclusão
Mesmo que a terra não passe da próxima guerra
Terra, mesmo assim valeu.
Valeu encharcar esse planeta de suor
Valeu esquecer das coisas que eu sei de cor
Valeu encarar essa vida que podia ser melhor
Valeu, valeu
Valeu, valeu
Valeu, valeu
Valeu, valeu”

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Davi Moraes (à esquerda) e Moraes Moreira (a direita) emocionaram o público cantando os grandes clássicos do disco Acabou Chorare Foto: Pedro Lenz Piegas
Davi Moraes (à esquerda) e Moraes Moreira (a direita) emocionaram o público cantando os grandes clássicos do disco Acabou Chorare Foto: Pedro Lenz Piegas

O Auditório Araújo Vianna não estava completamente cheio, mas o público se empolgou logo que Moraes Moreira e Davi Moraes subiram ao palco, nesta quarta-feira,16, quente e atípica para o mês de julho em Porto Alegre.

Pai e filho, acompanhados da banda de apoio, fizeram uma homenagem as quatro décadas de existência do álbum Acabou Chorare – aclamado disco dos Os Novos Baianos, grupo que revelou o próprio Moraes Moreira, a cantora Baby Consuelo, o guitarra Pepeu Gomes e muitos outros músicos. O álbum é considerado um dos mais importantes da história da música brasileira, lançado em 1972.

A banda que acompanha os músicos é composta por Augusto Albuquerque (baixo), Marcos Molleta (guitarra, guitarra baiana e cavaquinho), Cesinha (bateria) e Repolho (percussão).

Além de passar por todas as músicas do disco como, “Besta é Tu”, “Brasil Pandeiro”, “A Menina Dança”, “Swing de Campo Grande”, “Acabou Chorare”, “Preta, Pretinha”,”Tinindo Trincando” e “Um Bilhete pra Didi” a noite teve homenagens para Vinicius de Moraes e Tom Jobim com a música “Chega de Saudade” e também para Chico Science & Nação Zumbi com “Maracatu Atômico”.

O encerramento do show teve a interpretação  de “Valeu”, em citação ao escritor Paulo Leminski,

“Dois namorados olhando o céu
Chegam a mesma conclusão
Mesmo que a terra não passe da próxima guerra
Terra, mesmo assim valeu.
Valeu encharcar esse planeta de suor
Valeu esquecer das coisas que eu sei de cor
Valeu encarar essa vida que podia ser melhor
Valeu, valeu
Valeu, valeu
Valeu, valeu
Valeu, valeu”