Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Novas “geladeirotecas” são instaladas em diferentes pontos de Santa Maria

Geladeiraoteca do centro de Santa Maria. Foto Liziane Ferreira
Geladeiraoteca do centro de Santa Maria. Foto Liziane Ferreira

Ao abrir um livro, descobrimos um mundo paralelo ao nosso, que nos permite viajar, conhecer lugares, sem sair de casa. Quem lê, escreve e fala melhor. Pensando nisso foi criado o Trajeto Cultural do Sebo Café, um projeto que cria bibliotecas itinerantes em pontos estratégicos de Santa Maria utilizando velhas geladeiras, customizadas para que todas as pessoas possam ter acesso ao mundo dos livros.

Depois dos atos de vandalismos que destruíram a primeira geladeiroteca instalada no paradão da Avenida Rio Branco, o grupo não desistiu. Ontem, 11, foram instaladas novas geladeiras em diferentes pontos públicos da cidade para que as pessoas possam trocar e também doar livros para que outros leitores tenham acesso à leitura. Os novos pontos estão em frente ao conjunto III da UNIFRA, na rua Silva Jardim; na parada dos Bombeiros; em frente ao Ginásio Poliesportivo de Santa Maria – Oréco – na Tancredo Neves e, no Calçadão quase em frente à loja Picorrucho. 

Segundo uma das organizadoras do projeto, a aluna  Liziane Ferreira do curso de Publicidade e Propaganda, os objetivos do projeto são “incentivar a troca de livros e também, para que as pessoas obtenham o hábito da leitura”, afirma a estudante. Ela também ressaltou que a ideia é ter continuidade no projeto para que a população ajude a abastecer de livros.

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geladeiraoteca do centro de Santa Maria. Foto Liziane Ferreira
Geladeiraoteca do centro de Santa Maria. Foto Liziane Ferreira

Ao abrir um livro, descobrimos um mundo paralelo ao nosso, que nos permite viajar, conhecer lugares, sem sair de casa. Quem lê, escreve e fala melhor. Pensando nisso foi criado o Trajeto Cultural do Sebo Café, um projeto que cria bibliotecas itinerantes em pontos estratégicos de Santa Maria utilizando velhas geladeiras, customizadas para que todas as pessoas possam ter acesso ao mundo dos livros.

Depois dos atos de vandalismos que destruíram a primeira geladeiroteca instalada no paradão da Avenida Rio Branco, o grupo não desistiu. Ontem, 11, foram instaladas novas geladeiras em diferentes pontos públicos da cidade para que as pessoas possam trocar e também doar livros para que outros leitores tenham acesso à leitura. Os novos pontos estão em frente ao conjunto III da UNIFRA, na rua Silva Jardim; na parada dos Bombeiros; em frente ao Ginásio Poliesportivo de Santa Maria – Oréco – na Tancredo Neves e, no Calçadão quase em frente à loja Picorrucho. 

Segundo uma das organizadoras do projeto, a aluna  Liziane Ferreira do curso de Publicidade e Propaganda, os objetivos do projeto são “incentivar a troca de livros e também, para que as pessoas obtenham o hábito da leitura”, afirma a estudante. Ela também ressaltou que a ideia é ter continuidade no projeto para que a população ajude a abastecer de livros.