Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Santa Maria sofre com a escassez de árvores

20140428_095352
Na rua Suzana, Bairro Itararé, não há arvores plantadas em calçadas. Foto: Bruna Germani.

O município de Santa Maria possui, segundo o Secretário do Meio Ambiente, Antônio Carlos de Lemos, em média 50 praças distribuídas. Uma dessas é a Praça João Pedro Manoel Bandeira, popularmente conhecida como Praça dos Bombeiros, revitalizada há dois anos. O secretário afirma que os jardins da cidade são os principais locais de investimento ultimamente, mas que a prefeitura ainda não dispõe de um projeto específico na área ambiental para a população adotar áreas verdes.

Dezenas de ruas da cidade não tem árvores plantadas em canteiros e ao caminhar nas calçadas do bairro Itararé, por exemplo, a falta de árvores é notada, já que a maioria das copas vistas vem dos pátios das casas. Mas também há aqueles que já plantaram em suas calçadas.

Para a moradora Eleane Camilo Germani, que possui árvores na frente da sua casa, são vários os benefícios de ter plantado, como colaborar com a oxigenação, ter sombra e aproveitar as cores da natureza. “Todos deviam ter uma árvore, se não tivesse espaço no quintal, deviam colocar nas calçadas”, assegura Eleane aposentada da Universidade Federal de Santa Maria.

Para o Secretário, a iniciativa das pessoas, nem sempre é positiva. “Os moradores, no intuito de ter algum arbusto, plantam de forma indiscriminada as espécies sem ter ideia das plantas adequadas”, argumenta. Por outro lado, Antônio Carlos solicita a ajuda dos cidadãos para cuidar das praças e os arredores de suas residências.

A aposentada e dona de casa, Ivonete da Silva Haag, também moradora do bairro, diz que ama e odeia a árvore que tem em sua calçada. “Amo por causa da sombra e odeio pelos problemas que me trouxe entre elas o estrago na calçada” afirmou. Ivonete ainda ressaltou que não gosta de varrer as folhas da calçada. Em contraponto disso, o exercício faz bem até para a mente. “Varrer a calçada e limpar o jardim é uma terapia pra mim”, observa Eleane.
Segundo o site do jornal Gazeta do Povo, no panorama nacional, a cidade de Curitiba, capital do Paraná, é a quinta cidade mais arborizada do Brasil. As outras quatro cidades são Goiânia, Campinas, Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba, em ordem de arborização.

 

20140428_095404
Na continuação da rua Suzana a situação é a mesma e as árvores que existem são nos pátios das residências. Foto: Bruna Germani.
20140428_100101
Raras são as árvores plantadas pelo Bairro Itararé, como na rua 14 de Abril. Foto: Bruna Germani

 

Por Bruna Germani

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20140428_095352
Na rua Suzana, Bairro Itararé, não há arvores plantadas em calçadas. Foto: Bruna Germani.

O município de Santa Maria possui, segundo o Secretário do Meio Ambiente, Antônio Carlos de Lemos, em média 50 praças distribuídas. Uma dessas é a Praça João Pedro Manoel Bandeira, popularmente conhecida como Praça dos Bombeiros, revitalizada há dois anos. O secretário afirma que os jardins da cidade são os principais locais de investimento ultimamente, mas que a prefeitura ainda não dispõe de um projeto específico na área ambiental para a população adotar áreas verdes.

Dezenas de ruas da cidade não tem árvores plantadas em canteiros e ao caminhar nas calçadas do bairro Itararé, por exemplo, a falta de árvores é notada, já que a maioria das copas vistas vem dos pátios das casas. Mas também há aqueles que já plantaram em suas calçadas.

Para a moradora Eleane Camilo Germani, que possui árvores na frente da sua casa, são vários os benefícios de ter plantado, como colaborar com a oxigenação, ter sombra e aproveitar as cores da natureza. “Todos deviam ter uma árvore, se não tivesse espaço no quintal, deviam colocar nas calçadas”, assegura Eleane aposentada da Universidade Federal de Santa Maria.

Para o Secretário, a iniciativa das pessoas, nem sempre é positiva. “Os moradores, no intuito de ter algum arbusto, plantam de forma indiscriminada as espécies sem ter ideia das plantas adequadas”, argumenta. Por outro lado, Antônio Carlos solicita a ajuda dos cidadãos para cuidar das praças e os arredores de suas residências.

A aposentada e dona de casa, Ivonete da Silva Haag, também moradora do bairro, diz que ama e odeia a árvore que tem em sua calçada. “Amo por causa da sombra e odeio pelos problemas que me trouxe entre elas o estrago na calçada” afirmou. Ivonete ainda ressaltou que não gosta de varrer as folhas da calçada. Em contraponto disso, o exercício faz bem até para a mente. “Varrer a calçada e limpar o jardim é uma terapia pra mim”, observa Eleane.
Segundo o site do jornal Gazeta do Povo, no panorama nacional, a cidade de Curitiba, capital do Paraná, é a quinta cidade mais arborizada do Brasil. As outras quatro cidades são Goiânia, Campinas, Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba, em ordem de arborização.

 

20140428_095404
Na continuação da rua Suzana a situação é a mesma e as árvores que existem são nos pátios das residências. Foto: Bruna Germani.
20140428_100101
Raras são as árvores plantadas pelo Bairro Itararé, como na rua 14 de Abril. Foto: Bruna Germani

 

Por Bruna Germani