Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Páscoa solidária no projeto Catando Cidadania

Alunos comem cachorro quente no almoço . Foto Pedro Corrêa.
Alunos comem cachorro quente no almoço . Foto Pedro Corrêa.

Foi realizada hoje, 01, a celebração de Páscoa do projeto Catando Cidadania,  que integra o projeto Esperança/Coesperança da arquidiocese de Santa Maria.

O projeto Catando Cidadania tem sede no Cerrito e iniciou em 2004, voltado para crianças em risco de vulnerabilidade social. No local, os alunos participam de oficinas, além de aulas de reforço escolar e culinária. Hoje. os participantes do projeto tiveram uma missa em virtude da semana santa, seguido de um lanche com cachorro quente  para as crianças e mães que compareceram. Os alunos receberam uma cesta de Páscoa e máscaras de coelho, feita por eles mesmo com material reciclado.Na parte da tarde, as mães receberam donativos como cobertores, roupas e sapatos, já com vistas para o inverno.

O projeto atende atualmente cerca de 25 crianças e pré-adolescentes que estão em risco. As aulas no projeto acontecem no turno inverso ao da escola. Quem comparece ao projeto na parte da manhã toma café e almoça no local. Já na parte da tarde é servido almoço e café da tarde.

A instituição sobrevive de doações, que podem ser feitas no Banco da Esperança, à rua Silva Jardim 1994.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Alunos comem cachorro quente no almoço . Foto Pedro Corrêa.
Alunos comem cachorro quente no almoço . Foto Pedro Corrêa.

Foi realizada hoje, 01, a celebração de Páscoa do projeto Catando Cidadania,  que integra o projeto Esperança/Coesperança da arquidiocese de Santa Maria.

O projeto Catando Cidadania tem sede no Cerrito e iniciou em 2004, voltado para crianças em risco de vulnerabilidade social. No local, os alunos participam de oficinas, além de aulas de reforço escolar e culinária. Hoje. os participantes do projeto tiveram uma missa em virtude da semana santa, seguido de um lanche com cachorro quente  para as crianças e mães que compareceram. Os alunos receberam uma cesta de Páscoa e máscaras de coelho, feita por eles mesmo com material reciclado.Na parte da tarde, as mães receberam donativos como cobertores, roupas e sapatos, já com vistas para o inverno.

O projeto atende atualmente cerca de 25 crianças e pré-adolescentes que estão em risco. As aulas no projeto acontecem no turno inverso ao da escola. Quem comparece ao projeto na parte da manhã toma café e almoça no local. Já na parte da tarde é servido almoço e café da tarde.

A instituição sobrevive de doações, que podem ser feitas no Banco da Esperança, à rua Silva Jardim 1994.