Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Segunda dose da vacina contra HPV chega na cidade

Cartaz da campanha de vacinação

A segunda dose da vacina contra o Papilomavírus (HPV) começou a ser aplicada em Santa Maria nesta terça- feira, dia 29, de forma gratuita através do Sistema Único de Saúde (SUS) e em escolas municipais, estaduais e particulares, e tem como meta imunizar 5.489 meninas.

O HPV é um vírus com 150 tipos diferentes, dentre eles o 16 e o 18, responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo de útero – terceira maior causa de morte de mulheres no Brasil. Todo ano cerca de 15 mil casos da doença são registrados, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), e 5 mil mortes são causados pela doença no país.

A vacinação visa prevenir casos da doença e ocorre em três etapas. Neste ano, a primeira dose foi realizada em março, a segunda em setembro e a terceira será aplicada cinco anos após  primeira dose. No ano de 2014 a vacina estava disponível para meninas de 11 a 13 anos, em 2015 a faixa etária é dos 9 aos 11, e em 2016 será apenas em meninas de 9 anos, como confirma a enfermeira responsável pelo setor de imunização de Santa Maria, Ana Motta.

Conforme declarou Ana, o foco principal é a prevenção do colo de útero, mas também prevenir contra outros tipos de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). A enfermeira também explica porquê a vacinação é aplicada em meninas desta idade, “ a vacina pode ser usada em outras faixas etárias, mas o objetivo é vacinar as meninas antes que tenham iniciado sua vida sexual”. E ainda afirmou que a vacina não causa nenhum tipo de efeito colateral.

Na quarta-feira, 30, uma das escolas que recebeu a vacina foi a Escola Básica Estadual Cícero Barreto, no bairro Rosário. A orientadora da escola Maria Luiza Pozzatti Saurin relatou que o assunto vem sendo tratado desde o ano passado com os alunos, e foi discutido com os pais em reunião. Na escola, cerca de 30 meninas receberam a vacina neste ano. A orientadora revela que o tema foi abordado com as meninas em sala de aula, através de conversas, mas disse que a maioria ainda não entende exatamente porquê está recebendo a vacina, “ elas sabem apenas que vai ser bom para o futuro”.

A Prefeitura de Santa Maria disponibilizou em seu site uma tabela com o cronograma de vacinação nas escolas da cidade. A imunização segue até dia 20 de outubro. Meninas que ainda não tomaram a primeira dose podem procurar qualquer unidade de saúde para receber a aplicação.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cartaz da campanha de vacinação

A segunda dose da vacina contra o Papilomavírus (HPV) começou a ser aplicada em Santa Maria nesta terça- feira, dia 29, de forma gratuita através do Sistema Único de Saúde (SUS) e em escolas municipais, estaduais e particulares, e tem como meta imunizar 5.489 meninas.

O HPV é um vírus com 150 tipos diferentes, dentre eles o 16 e o 18, responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo de útero – terceira maior causa de morte de mulheres no Brasil. Todo ano cerca de 15 mil casos da doença são registrados, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), e 5 mil mortes são causados pela doença no país.

A vacinação visa prevenir casos da doença e ocorre em três etapas. Neste ano, a primeira dose foi realizada em março, a segunda em setembro e a terceira será aplicada cinco anos após  primeira dose. No ano de 2014 a vacina estava disponível para meninas de 11 a 13 anos, em 2015 a faixa etária é dos 9 aos 11, e em 2016 será apenas em meninas de 9 anos, como confirma a enfermeira responsável pelo setor de imunização de Santa Maria, Ana Motta.

Conforme declarou Ana, o foco principal é a prevenção do colo de útero, mas também prevenir contra outros tipos de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). A enfermeira também explica porquê a vacinação é aplicada em meninas desta idade, “ a vacina pode ser usada em outras faixas etárias, mas o objetivo é vacinar as meninas antes que tenham iniciado sua vida sexual”. E ainda afirmou que a vacina não causa nenhum tipo de efeito colateral.

Na quarta-feira, 30, uma das escolas que recebeu a vacina foi a Escola Básica Estadual Cícero Barreto, no bairro Rosário. A orientadora da escola Maria Luiza Pozzatti Saurin relatou que o assunto vem sendo tratado desde o ano passado com os alunos, e foi discutido com os pais em reunião. Na escola, cerca de 30 meninas receberam a vacina neste ano. A orientadora revela que o tema foi abordado com as meninas em sala de aula, através de conversas, mas disse que a maioria ainda não entende exatamente porquê está recebendo a vacina, “ elas sabem apenas que vai ser bom para o futuro”.

A Prefeitura de Santa Maria disponibilizou em seu site uma tabela com o cronograma de vacinação nas escolas da cidade. A imunização segue até dia 20 de outubro. Meninas que ainda não tomaram a primeira dose podem procurar qualquer unidade de saúde para receber a aplicação.