Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Campanha de vacinação contra raiva para cães e gatos ocorre neste final de semana

Começam neste sábado (20) as vacinações contra raiva em mais de 30 estabelecimentos localizados em vários bairros de Santa Maria. Os voluntários, que são alunos do curso de Medicina Veterinária da UFSM, receberam orientações sobre a aplicação e para o atendimento na tarde deste sábado. A vacinação ocorre neste sábado (20) e domingo (21) das 8h às 17h no valor de R$4.

Segundo Denise Jacques Ramos, acadêmica do curso, o atendimento domiciliar ocorre apenas quando o animal apresenta comportamento violento para a proteção do profissional e do dono. A estudante alerta, também, as contraindicações para cães e gatos com menos de cinco meses de vida doentes ou fêmeas prenhas, pois há risco de parto prematuro ou aborto. Pode haver efeitos colaterais como indisposição, febre nas primeiras 48 horas ou reações alérgicas – neste último caso, o profissional deve ministrar uma dose de adrenalina de acordo com o peso do animal.

A professora Carmen Godoy, do curso de Medicina Veterinária, salienta que embora não haja casos recentes de raiva, pela gravidade da doença é importante fazer a prevenção anual, uma vez que não há cura e pode ser transmitida para o ser humano.

Redação: Bruna Godoy Bianchin

Edição: professor Maurício Dias (Jornalismo Digital I)

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Começam neste sábado (20) as vacinações contra raiva em mais de 30 estabelecimentos localizados em vários bairros de Santa Maria. Os voluntários, que são alunos do curso de Medicina Veterinária da UFSM, receberam orientações sobre a aplicação e para o atendimento na tarde deste sábado. A vacinação ocorre neste sábado (20) e domingo (21) das 8h às 17h no valor de R$4.

Segundo Denise Jacques Ramos, acadêmica do curso, o atendimento domiciliar ocorre apenas quando o animal apresenta comportamento violento para a proteção do profissional e do dono. A estudante alerta, também, as contraindicações para cães e gatos com menos de cinco meses de vida doentes ou fêmeas prenhas, pois há risco de parto prematuro ou aborto. Pode haver efeitos colaterais como indisposição, febre nas primeiras 48 horas ou reações alérgicas – neste último caso, o profissional deve ministrar uma dose de adrenalina de acordo com o peso do animal.

A professora Carmen Godoy, do curso de Medicina Veterinária, salienta que embora não haja casos recentes de raiva, pela gravidade da doença é importante fazer a prevenção anual, uma vez que não há cura e pode ser transmitida para o ser humano.

Redação: Bruna Godoy Bianchin

Edição: professor Maurício Dias (Jornalismo Digital I)