Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Eleições 2016: o que faz um vereador?

camara
Arquivo CâmaraSM

As eleições 2016 para prefeito, vice e vereadores acontecem no próximo dia 02 de outubro. Santa Maria, no interior do Estado do RS, tem  uma população de  246.544  habitantes, segundos dados do IBGE. Nesta eleição concorrem oito candidatos a prefeito e 214 candidatos disputam as 21 vagas para vereador. Para serem eleitos, os candidatos à Câmara precisam atingir um mínimo de 7,700 mil votos.

Mas o que faz um vereador? Nem todos sabem o papel do vereador que elegem. Sua principal função é fiscalizar as ações do poder executivo. Em outras palavras, fiscaliza as ações do prefeito, cabendo-lhe a responsabilidade de acompanhar a administração municipal, principalmente no tocante ao cumprimento da lei e da boa aplicação e gestão do dinheiro público.  Além disso, cabe a ele analisar, junto de seus assessores,  as demandas sociais, os interesses da coletividade e dos grupos na elaboração de projetos de leis levados à Câmara Municipal para apreciação e votação.  Os vereadores são responsáveis pela elaboração, discussão e votação de leis para a municipalidade. Fazem parte do poder legislativo e são escolhidos diretamente pela população para serem seus representantes.

Para o público é difícil entender  como funcionam as discussões e votações na Câmara. Há falta de tradição e interesse em participar das sessões públicas, o que contribui para o distanciamento entre políticos e população.  Nem sempre há consenso na base do governo, como nem sempre a oposição vota contra as medidas do poder executivo.  Ainda que se espere, pelo menos em tese, que o posicionamento dos parlamentares sempre seja pautado pelo interesse da coletividade e não apenas na disputa política,  não raro se vê o chamado “acordão” em que questões polêmicas são “negociadas”.

Em Santa Maria, os vereadores aprovaram os salários da próxima legislatura em julho último. Quem for eleito passará a receber um subsídio mensal no valor de R$ 9.641,03 (Nove mil, seiscentos e quarenta e um reais e três centavos), e o presidente da Câmara receberá o  valor de R$ 11.641,03 (onze mil seiscentos e quarenta e um reais e três centavos). Já o novo prefeito receberá salário no valor de R$ 24.997,56 (vinte e quatro mil, novecentos e noventa e sete reais e cinquenta e seis centavos) e o vice-prefeito o, valor de R$ 12.948,78 (doze mil, novecentos e quarenta e oito reais e setenta e oito centavos).

Mais de 80% da Câmara busca reeleição

Dos atuais 21 vereadores, 17 querem reeleger-se – quatorze como vereadores e três, Werner Rempel, Paulo Cechin e Marcelo Bisogno, concorrem a prefeito e vice. No atual pleito, considerando as candidaturas para a administração municipal, os candidatos cassados – Cláudio Rosa(PMDB) e João Carlos Maciel (PMDB) -, dos três outro vereadores que desistiram de concorrer, há cerca de 35 mil votos que elegerão novos ou reelegerão antigos vereadores.

A pergunta é: o que os vereadores fizeram durante o mandato assegurará a reeleição? Suas ações e projetos de lei podem ser acessados no site da Câmara de Vereadores.

O que pensam os eleitores de Santa Maria

No município de Santa Maria votam 203.043 eleitores. Entre eles, as mulheres são a maioria, somando 54%, e os homens, 46%. Segundo os dados do TSE, constatou-se um aumento gradativo do eleitorado jovem e adulto jovem com concentração na faixa etária entre 21 a 34 anos que, hoje, somam 21,22% do total de votantes. Já no tocante ao grau de instrução, considerando que quanto maior o nível de formação, maior a exigência na hora de votar, a situação de Santa Maria se iguala à das demais cidades brasileiras, a despeito de sua característica de cidade universitária.

A grande maioria do eleitorado local não tem ensino fundamental completo – 26, 65%, seguindo por quem tem ensino médio incompleto – 22,34%; 19,07% tem ensino médio completo; 9,96%  tem ensino fundamental completo. Apenas,  16,67 % tem formação superior completa (9,77%) ou incompleta (6,90%).

A equipe da Agência Central Sul  foi às ruas de Santa Maria para descobrir o que as pessoas pensam sobre as eleições, o papel do vereadores e o que elas esperam dos candidatos a serem eleitos:

A estudante de Medicina, Suelen Fernadez, de 23 anos, acredita que a função de um vereador é ajudar o governo estadual com as leis e as verbas, e apoiar a população de uma forma geral. Ela espera que os vereadores eleitos, saibam administrar bem as verbas da cidade.

Já a garçonete Nathalie Neisse Sudback, de 22 anos, não tem expectativas muito positiva em relação a essas eleições. “Eu acredito que a cultura brasileira forma os políticos. Então, a mesma cultura que a gente tem, os políticos tem. Por isso eu não acredito que alguma coisa vá mudar. Só acho que agora, as pessoas perceberam que elas tem algum poder de mudança”, afirma.

Para Rita Rocha dos Santos, 32 anos, acadêmica de psicologiaacredita que ” a função de um vereador é garantir a segurança, fazer propostas para que a gente tenha um melhor funcionamento da cidade, lançar projetos para que tenhamos acesso as novas leis.Espero que essa próxima eleição seja bem mais justa, mais ética.”

Juliano Staggemeier Rossato, 20 anos, acadêmico de Design de Produto, afirma: Eu acredito que a função de um vereador é transpor as nossas ideias em forma de projetos para a comunidade. Eu espero menos corrupção, e mais projetos voltados para toda a comunidade.”

Cleon Moraes Pires, 18 anos,  também acadêmico de Design de Produtos, diz que “a função de um vereador é fazer projetos voltados para a cidade, para a população. Transparecer os desejos das pessoas e transformar isso em projetos.”

Para Eduarda Armani, 35 anos, acadêmica de Psicologia, “O vereador tem que trabalhar com as questões mais próximas da população, como saúde e educação, por exemplo. Está bem difícil escolher alguém para votar. Os candidatos que estão concorrendo são pessoas que a gente já conhece. Acho que eles não tem propostas novas e, sim, muitas promessas”.

Fabiana Duarte dos Santos, 34 anos, auxiliar administrativo, diz que  não sabe bem qual é a função de um vereador. ” Não sei bem dizer e ainda não escolhi em qual vereador votar, Só espero que entre para ser vereador alguém que olhe para o povo.”

Para Otavio Peiter, 47 anos, professor, “a função de um vereador é vistoriar o que está sendo feito na câmara de vereadores, se o serviço público está sendo arrecadado corretamente, ou seja, a questão da habitação, praças, ruas, iluminação pública. Alguns vereadores eu já conheço, então confio nas propostas”.

Lindomar Trindade, 44 anos, porteiro, diz: Não sei exatamente o que um vereador faz, mas eu gostaria que ele fosse um representante do povo para nos ajudar nas questões do dia-a-dia. Eu vou deixar para última hora, por não saber em quem votar. E acho que como todo o povo brasileiro, espero que essas eleições entre alguém que olhe para o povo.

 Irene Madalena, 71 anos, aposentada, afirma que: “Não sei a função de um vereador, e escolho o meu candidato pela sua simpatia. E espero melhoras na questão política.”

Para Cesar Augusto Lima da Cunha, 53 anos, reciclador,  “A função do vereador é a fiscalização do poder executivo. A seleção de candidato está bem difícil esse ano, porque além da gente pensar na própria habilidade do político de trabalhar, nós temos que ver também se é uma pessoa idônea, se vai nos representar ou vai atuar em prol de si mesmo”.

Luis Eduardo de Moura Lliviria, 62 anos, farmacêutico bioquímico, acredita que  “a função de um vereador é legislar a nível municipal. Eu não espero muita coisa da política do Brasil, porque está ladeira abaixo. Escolho o meu candidato com os maiores critérios. Seleciono por pessoa e não por partido”.

Candida Daise Leal Martins, 19 anos, diarista, “Acho que a função do vereador é fazer as coisas certas e ajudar o ser humano. Espero que tudo melhore com essas eleições”.

Mara Eny Mendonça de Lima, 41 anos, comerciante, diz que “a função de um vereador é defender as prioridades que o povo merece. Espero que os vereadores deem mais atenção ao povo que vota. Seleciono pela competência, pela pessoa”.

Elton Canabarro, 55 anos, militar, afirma que “o vereador deve representar o povo junto do poder executivo do município. Espero que realmente venha uma pessoa que tenha um poder de representatividade do povo, para que possamos ter uma cidade melhor”.

Colaboraram Sarah Viana, Thayne Rodrigues, Flora Quinhones, Andressa Marin e Pedro Gonçalves.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

camara
Arquivo CâmaraSM

As eleições 2016 para prefeito, vice e vereadores acontecem no próximo dia 02 de outubro. Santa Maria, no interior do Estado do RS, tem  uma população de  246.544  habitantes, segundos dados do IBGE. Nesta eleição concorrem oito candidatos a prefeito e 214 candidatos disputam as 21 vagas para vereador. Para serem eleitos, os candidatos à Câmara precisam atingir um mínimo de 7,700 mil votos.

Mas o que faz um vereador? Nem todos sabem o papel do vereador que elegem. Sua principal função é fiscalizar as ações do poder executivo. Em outras palavras, fiscaliza as ações do prefeito, cabendo-lhe a responsabilidade de acompanhar a administração municipal, principalmente no tocante ao cumprimento da lei e da boa aplicação e gestão do dinheiro público.  Além disso, cabe a ele analisar, junto de seus assessores,  as demandas sociais, os interesses da coletividade e dos grupos na elaboração de projetos de leis levados à Câmara Municipal para apreciação e votação.  Os vereadores são responsáveis pela elaboração, discussão e votação de leis para a municipalidade. Fazem parte do poder legislativo e são escolhidos diretamente pela população para serem seus representantes.

Para o público é difícil entender  como funcionam as discussões e votações na Câmara. Há falta de tradição e interesse em participar das sessões públicas, o que contribui para o distanciamento entre políticos e população.  Nem sempre há consenso na base do governo, como nem sempre a oposição vota contra as medidas do poder executivo.  Ainda que se espere, pelo menos em tese, que o posicionamento dos parlamentares sempre seja pautado pelo interesse da coletividade e não apenas na disputa política,  não raro se vê o chamado “acordão” em que questões polêmicas são “negociadas”.

Em Santa Maria, os vereadores aprovaram os salários da próxima legislatura em julho último. Quem for eleito passará a receber um subsídio mensal no valor de R$ 9.641,03 (Nove mil, seiscentos e quarenta e um reais e três centavos), e o presidente da Câmara receberá o  valor de R$ 11.641,03 (onze mil seiscentos e quarenta e um reais e três centavos). Já o novo prefeito receberá salário no valor de R$ 24.997,56 (vinte e quatro mil, novecentos e noventa e sete reais e cinquenta e seis centavos) e o vice-prefeito o, valor de R$ 12.948,78 (doze mil, novecentos e quarenta e oito reais e setenta e oito centavos).

Mais de 80% da Câmara busca reeleição

Dos atuais 21 vereadores, 17 querem reeleger-se – quatorze como vereadores e três, Werner Rempel, Paulo Cechin e Marcelo Bisogno, concorrem a prefeito e vice. No atual pleito, considerando as candidaturas para a administração municipal, os candidatos cassados – Cláudio Rosa(PMDB) e João Carlos Maciel (PMDB) -, dos três outro vereadores que desistiram de concorrer, há cerca de 35 mil votos que elegerão novos ou reelegerão antigos vereadores.

A pergunta é: o que os vereadores fizeram durante o mandato assegurará a reeleição? Suas ações e projetos de lei podem ser acessados no site da Câmara de Vereadores.

O que pensam os eleitores de Santa Maria

No município de Santa Maria votam 203.043 eleitores. Entre eles, as mulheres são a maioria, somando 54%, e os homens, 46%. Segundo os dados do TSE, constatou-se um aumento gradativo do eleitorado jovem e adulto jovem com concentração na faixa etária entre 21 a 34 anos que, hoje, somam 21,22% do total de votantes. Já no tocante ao grau de instrução, considerando que quanto maior o nível de formação, maior a exigência na hora de votar, a situação de Santa Maria se iguala à das demais cidades brasileiras, a despeito de sua característica de cidade universitária.

A grande maioria do eleitorado local não tem ensino fundamental completo – 26, 65%, seguindo por quem tem ensino médio incompleto – 22,34%; 19,07% tem ensino médio completo; 9,96%  tem ensino fundamental completo. Apenas,  16,67 % tem formação superior completa (9,77%) ou incompleta (6,90%).

A equipe da Agência Central Sul  foi às ruas de Santa Maria para descobrir o que as pessoas pensam sobre as eleições, o papel do vereadores e o que elas esperam dos candidatos a serem eleitos:

A estudante de Medicina, Suelen Fernadez, de 23 anos, acredita que a função de um vereador é ajudar o governo estadual com as leis e as verbas, e apoiar a população de uma forma geral. Ela espera que os vereadores eleitos, saibam administrar bem as verbas da cidade.

Já a garçonete Nathalie Neisse Sudback, de 22 anos, não tem expectativas muito positiva em relação a essas eleições. “Eu acredito que a cultura brasileira forma os políticos. Então, a mesma cultura que a gente tem, os políticos tem. Por isso eu não acredito que alguma coisa vá mudar. Só acho que agora, as pessoas perceberam que elas tem algum poder de mudança”, afirma.

Para Rita Rocha dos Santos, 32 anos, acadêmica de psicologiaacredita que ” a função de um vereador é garantir a segurança, fazer propostas para que a gente tenha um melhor funcionamento da cidade, lançar projetos para que tenhamos acesso as novas leis.Espero que essa próxima eleição seja bem mais justa, mais ética.”

Juliano Staggemeier Rossato, 20 anos, acadêmico de Design de Produto, afirma: Eu acredito que a função de um vereador é transpor as nossas ideias em forma de projetos para a comunidade. Eu espero menos corrupção, e mais projetos voltados para toda a comunidade.”

Cleon Moraes Pires, 18 anos,  também acadêmico de Design de Produtos, diz que “a função de um vereador é fazer projetos voltados para a cidade, para a população. Transparecer os desejos das pessoas e transformar isso em projetos.”

Para Eduarda Armani, 35 anos, acadêmica de Psicologia, “O vereador tem que trabalhar com as questões mais próximas da população, como saúde e educação, por exemplo. Está bem difícil escolher alguém para votar. Os candidatos que estão concorrendo são pessoas que a gente já conhece. Acho que eles não tem propostas novas e, sim, muitas promessas”.

Fabiana Duarte dos Santos, 34 anos, auxiliar administrativo, diz que  não sabe bem qual é a função de um vereador. ” Não sei bem dizer e ainda não escolhi em qual vereador votar, Só espero que entre para ser vereador alguém que olhe para o povo.”

Para Otavio Peiter, 47 anos, professor, “a função de um vereador é vistoriar o que está sendo feito na câmara de vereadores, se o serviço público está sendo arrecadado corretamente, ou seja, a questão da habitação, praças, ruas, iluminação pública. Alguns vereadores eu já conheço, então confio nas propostas”.

Lindomar Trindade, 44 anos, porteiro, diz: Não sei exatamente o que um vereador faz, mas eu gostaria que ele fosse um representante do povo para nos ajudar nas questões do dia-a-dia. Eu vou deixar para última hora, por não saber em quem votar. E acho que como todo o povo brasileiro, espero que essas eleições entre alguém que olhe para o povo.

 Irene Madalena, 71 anos, aposentada, afirma que: “Não sei a função de um vereador, e escolho o meu candidato pela sua simpatia. E espero melhoras na questão política.”

Para Cesar Augusto Lima da Cunha, 53 anos, reciclador,  “A função do vereador é a fiscalização do poder executivo. A seleção de candidato está bem difícil esse ano, porque além da gente pensar na própria habilidade do político de trabalhar, nós temos que ver também se é uma pessoa idônea, se vai nos representar ou vai atuar em prol de si mesmo”.

Luis Eduardo de Moura Lliviria, 62 anos, farmacêutico bioquímico, acredita que  “a função de um vereador é legislar a nível municipal. Eu não espero muita coisa da política do Brasil, porque está ladeira abaixo. Escolho o meu candidato com os maiores critérios. Seleciono por pessoa e não por partido”.

Candida Daise Leal Martins, 19 anos, diarista, “Acho que a função do vereador é fazer as coisas certas e ajudar o ser humano. Espero que tudo melhore com essas eleições”.

Mara Eny Mendonça de Lima, 41 anos, comerciante, diz que “a função de um vereador é defender as prioridades que o povo merece. Espero que os vereadores deem mais atenção ao povo que vota. Seleciono pela competência, pela pessoa”.

Elton Canabarro, 55 anos, militar, afirma que “o vereador deve representar o povo junto do poder executivo do município. Espero que realmente venha uma pessoa que tenha um poder de representatividade do povo, para que possamos ter uma cidade melhor”.

Colaboraram Sarah Viana, Thayne Rodrigues, Flora Quinhones, Andressa Marin e Pedro Gonçalves.