Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Procon alerta sobre interdição cautelar de bebida láctea

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Anvisa determina a interdição cautelar da bebida láctea Itambezinho de 200ml com sabor de chocolate, fabricada por Itambé Alimentos S/A, contidas no Lote MA 21:18, com data de fabricação 25/05/2016 e validade até 21/11/2016.

Márcia Rocha, auditora fiscal do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Santa Maria (Procon) esclarece que os consumidores são orientados a verificarem os lotes que possuem e levar imediatamente para o fornecedor onde foi feita a compra e que a empresa já está recolhendo o lote.

A medida está descrita na Resolução 2.333/2016 e foi tomada em razão do falecimento de uma criança após a ingestão do produto, em Mato Grosso. A delegacia especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) do MT apura as causas da morte. A suspeita de envenenamento provocado por terceiros também é avaliada. A medida vigorará por 90 dias e poderá ser suspensa caso irregularidades não sejam confirmadas.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Anvisa determina a interdição cautelar da bebida láctea Itambezinho de 200ml com sabor de chocolate, fabricada por Itambé Alimentos S/A, contidas no Lote MA 21:18, com data de fabricação 25/05/2016 e validade até 21/11/2016.

Márcia Rocha, auditora fiscal do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de Santa Maria (Procon) esclarece que os consumidores são orientados a verificarem os lotes que possuem e levar imediatamente para o fornecedor onde foi feita a compra e que a empresa já está recolhendo o lote.

A medida está descrita na Resolução 2.333/2016 e foi tomada em razão do falecimento de uma criança após a ingestão do produto, em Mato Grosso. A delegacia especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) do MT apura as causas da morte. A suspeita de envenenamento provocado por terceiros também é avaliada. A medida vigorará por 90 dias e poderá ser suspensa caso irregularidades não sejam confirmadas.