Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Vestibular para todos: a UFN que inclui

Adilção Beust, coordenador da Coperves. Crédito: Lucas Linck/LABFEM

Nesta edição do Vestibular de Inverno 2018, a Universidade Franciscana oferece salas especiais de atendimento para todos os participantes com algum tipo de deficiência. Ao todo são 15 candidatos que usufruirão de serviços especiais, sendo 13 deles que possuem TDAH – déficit de atenção, (O TDAH é um transtorno neurobiológico que atinge varias partes do cérebro, geralmente causa falta de atenção), sendo oferecida uma hora a mais para os candidatos nesta modalidade.

Com deficiência visual há um candidato. A prova ampliada foi elaborada somente para ele  que está alocado em uma sala especial. Normalmente a fonte da prova é impressa em tamanho 12 e para este candidato, foi no tamanho 16.

Outro candidato, com deficiência auditiva, terá um leitor e um revisor junto dele na hora da prova, para fazer um acompanhamento detalhado.

Segundo Adilção Beust, coordenador da Coperves, neste processo não teve nenhuma inscrição para deficientes físicos, ”às vezes temos candidatos com deficiência, mas não temos conhecimento, pois hoje em dia o acesso está disponível e muito presente na nossa instituição, com rampas e elevadores, facilitando o processo”, relata Adilção.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adilção Beust, coordenador da Coperves. Crédito: Lucas Linck/LABFEM

Nesta edição do Vestibular de Inverno 2018, a Universidade Franciscana oferece salas especiais de atendimento para todos os participantes com algum tipo de deficiência. Ao todo são 15 candidatos que usufruirão de serviços especiais, sendo 13 deles que possuem TDAH – déficit de atenção, (O TDAH é um transtorno neurobiológico que atinge varias partes do cérebro, geralmente causa falta de atenção), sendo oferecida uma hora a mais para os candidatos nesta modalidade.

Com deficiência visual há um candidato. A prova ampliada foi elaborada somente para ele  que está alocado em uma sala especial. Normalmente a fonte da prova é impressa em tamanho 12 e para este candidato, foi no tamanho 16.

Outro candidato, com deficiência auditiva, terá um leitor e um revisor junto dele na hora da prova, para fazer um acompanhamento detalhado.

Segundo Adilção Beust, coordenador da Coperves, neste processo não teve nenhuma inscrição para deficientes físicos, ”às vezes temos candidatos com deficiência, mas não temos conhecimento, pois hoje em dia o acesso está disponível e muito presente na nossa instituição, com rampas e elevadores, facilitando o processo”, relata Adilção.