Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Mercado de trabalho e função social pautam os cursos mais concorridos da UFN

Mais de dois mil candidatos fazem prova na tarde de hoje. Foto: Lucas Linck LABFEM

Assim como nos outros anos, os cursos mais concorridos do Vestibular da UFN são Medicina, com 38.9 candidatos por vaga, totalizando 1556 inscritos, seguido por Odontologia e Direito. Para o professor de Física de curso pré-vestibular, Rovandro Dias, o mercado de trabalho para os profissionais de Medicina são muito bons, pois há uma escassez de médicos atuando no Brasil. ”Apesar do profissional ser bem remunerado, o que é um atrativo, muitas cidades ainda sentem falta de médicos. O curso está cada vez mais concorrido, exige mais esforço, o que faz com que muitos candidatos desistam dessa carreira”, avalia o professor. Rovandro ainda acrescenta que o número de candidatos que procuram essa atividade pela remuneração é alto, mas que o número dos que querem praticar medicina pela ajuda ao próximo é ainda maior, pois, para ele, é isso que motiva a pessoa a querer tanto exercer essa profissão. ”Eu como professor de vestibular, converso muito com os alunos, e sei que o sonho deles também é esse, fora ser bem remunerado ou ter um reconhecimento social. O ato de poder ajudar, querer ser do Médico Sem Fronteiras, ainda é o maior objetivo”, completa. 

Pró-reitora de graduação da UFN comenta sobre a infraestrutura dos cursos da instituição. Foto: Patrício de Freitas LABFEM

O segundo curso que mais atrai candidatos ao processo seletivo é o de Odontologia. A pró-reitora de graduação da Universidade Franciscana, Vanilde Bisognin, afirma sobre a qualidade do curso na instituição. ”Odontologia é um curso extremamente qualificado e consolidado na instituição. Tem-se uma infraestrutura de qualidade, os laboratórios e as clínicas estão todos equipados, o corpo docente está muito bem integrado. Com a mudança curricular que fizemos no ano passado, o curso ficou com um currículo muito atualizado, acredito que isso agregou um valor muito grande ao curso, o que atrai cada vez mais pessoas”, avalia Vanilde. A pró-reitora ainda completou dizendo que a área da saúde não é fácil, que os candidatos que procuram esse curso, assim como qualquer outro da saúde, precisam ter o prazer de lidar com o público. 

Acadêmico de Direito, José Quintana Jr defende a importância da profissão na sociedade. Foto: Patrício de Freitas LABFEM

Saindo da área de saúde, o curso de Direito é o terceiro mais concorrido. Para o acadêmico de Direito da UFN, José Quintana Jr, além da qualidade oferecida pela instituição, o mercado de trabalho, com inúmeras possibilidades, atraem mais os candidatos para essa área. Ele complementa falando também sobre a importância do profissional do Direito: ”O direito é muito importante se a sociedade conseguir seguir algumas diretrizes, como, por exemplo, a lei máxima condicional: a constituição federal. Se respeitada, garante vários direitos ao cidadão e a toda uma organização, como por exemplo, o direito à legítima defesa, o direito do julgamento, os direitos fundamentais de qualquer cidadão”. Quintana ainda argumenta sobre a situação política atual do país, em que acontece um atropelo das questões condicionais, segundo ele, como o caso de pessoas querendo passar por cima de situações que não poderiam. ”O direito é fundamental por esse aspecto, porque precisa existir leis no Brasil que controlem essa situação. Lei do código penal, lei do código civil, elas são infracondicionais, elas estão abaixo da constituição, e, qualquer situação que venha ferir isso estará errada”, completa. 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de dois mil candidatos fazem prova na tarde de hoje. Foto: Lucas Linck LABFEM

Assim como nos outros anos, os cursos mais concorridos do Vestibular da UFN são Medicina, com 38.9 candidatos por vaga, totalizando 1556 inscritos, seguido por Odontologia e Direito. Para o professor de Física de curso pré-vestibular, Rovandro Dias, o mercado de trabalho para os profissionais de Medicina são muito bons, pois há uma escassez de médicos atuando no Brasil. ”Apesar do profissional ser bem remunerado, o que é um atrativo, muitas cidades ainda sentem falta de médicos. O curso está cada vez mais concorrido, exige mais esforço, o que faz com que muitos candidatos desistam dessa carreira”, avalia o professor. Rovandro ainda acrescenta que o número de candidatos que procuram essa atividade pela remuneração é alto, mas que o número dos que querem praticar medicina pela ajuda ao próximo é ainda maior, pois, para ele, é isso que motiva a pessoa a querer tanto exercer essa profissão. ”Eu como professor de vestibular, converso muito com os alunos, e sei que o sonho deles também é esse, fora ser bem remunerado ou ter um reconhecimento social. O ato de poder ajudar, querer ser do Médico Sem Fronteiras, ainda é o maior objetivo”, completa. 

Pró-reitora de graduação da UFN comenta sobre a infraestrutura dos cursos da instituição. Foto: Patrício de Freitas LABFEM

O segundo curso que mais atrai candidatos ao processo seletivo é o de Odontologia. A pró-reitora de graduação da Universidade Franciscana, Vanilde Bisognin, afirma sobre a qualidade do curso na instituição. ”Odontologia é um curso extremamente qualificado e consolidado na instituição. Tem-se uma infraestrutura de qualidade, os laboratórios e as clínicas estão todos equipados, o corpo docente está muito bem integrado. Com a mudança curricular que fizemos no ano passado, o curso ficou com um currículo muito atualizado, acredito que isso agregou um valor muito grande ao curso, o que atrai cada vez mais pessoas”, avalia Vanilde. A pró-reitora ainda completou dizendo que a área da saúde não é fácil, que os candidatos que procuram esse curso, assim como qualquer outro da saúde, precisam ter o prazer de lidar com o público. 

Acadêmico de Direito, José Quintana Jr defende a importância da profissão na sociedade. Foto: Patrício de Freitas LABFEM

Saindo da área de saúde, o curso de Direito é o terceiro mais concorrido. Para o acadêmico de Direito da UFN, José Quintana Jr, além da qualidade oferecida pela instituição, o mercado de trabalho, com inúmeras possibilidades, atraem mais os candidatos para essa área. Ele complementa falando também sobre a importância do profissional do Direito: ”O direito é muito importante se a sociedade conseguir seguir algumas diretrizes, como, por exemplo, a lei máxima condicional: a constituição federal. Se respeitada, garante vários direitos ao cidadão e a toda uma organização, como por exemplo, o direito à legítima defesa, o direito do julgamento, os direitos fundamentais de qualquer cidadão”. Quintana ainda argumenta sobre a situação política atual do país, em que acontece um atropelo das questões condicionais, segundo ele, como o caso de pessoas querendo passar por cima de situações que não poderiam. ”O direito é fundamental por esse aspecto, porque precisa existir leis no Brasil que controlem essa situação. Lei do código penal, lei do código civil, elas são infracondicionais, elas estão abaixo da constituição, e, qualquer situação que venha ferir isso estará errada”, completa.