Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Prevenção ao Suicídio

Ações de solidariedade marcam o setembro amarelo

Números altos demandam cuidado com a saúde mental

O mês da prevenção ao suicídio no “pós-pandemia”, em 2022, se intensificou em campanhas. O setembro amarelo é uma campanha organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), junto do Conselho Federal de Medicina (CFM), que teve sua primeira ação em 2014 e tem por objetivo a prevenção do suicídio e a conscientização da população, sendo o dia da prevenção ao suicídio o dia 10 de setembro.

Logo oficial da Campanha Setembro Amarelo 2022. Imagem: site Setembro Amarelo.

Mais de 700 mil pessoas cometem suicídio por ano, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A OMS também cita que o suicídio é a quarta causa de morte mais recorrente entre pessoas de 15 a 29 anos. Enquanto as taxas mundiais diminuíram em 36%, nas Américas essa taxa aumentou 17%. Durante a pandemia da covid-19, principalmente durante o primeiro ano, os transtornos de depressão e ansiedade tiveram um aumento de 25%.

O mês e cor que representam a campanha têm origem nos Estados Unidos, quando um jovem de 17 anos, em setembro de 1994, se suicidou. Ele possuía um carro amarelo, e no dia do velório, como homenagem, a família distribuiu fitas amarelas e frases motivacionais.
Hoje a campanha possui um site próprio, criado pela ABP, pelo CFM e pela Asociación Psiquiátrica de América Latina (APAL), onde podem ser encontradas as diretrizes de como participar da campanha, como encontrar ajuda e diversas informações.

É muito importante buscar o auxilio de um profissional para o diagnóstico e o tratamento adequado, assim como o apoio de amigos e familiares. Em todo território nacional é possível ligar para o Centro de Valorização da Vida, CVV, que presta atendimento 24 horas pelo telefone 188, de modo voluntário e gratuito.

Campanha Setembro Amarelo UFN.
Imagem: Camilla Motta

Na Universidade Franciscana, o mês está sendo marcado pela realização de diversas ações em parceria com a Pastoral Universitária, o Núcleo de Apoio a Diversidade Humana (NADH), a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), e os cursos de graduação da área da saúde. Foram convidados os professores e técnicos-administrativos para participarem das ações, entre elas terapias manuais e aromaterapia, com alunos do curso de Fisioterapia; atendimento individual com alunos do curso de Psicologia; ginástica laboral com alunos do curso de Terapia Ocupacional; e orientações sobre alimentação e bem-estar com os alunos do curso de Nutrição, visando o acolhimento e o autocuidado.

Colaborou: Yasmin Zavareze

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O mês da prevenção ao suicídio no “pós-pandemia”, em 2022, se intensificou em campanhas. O setembro amarelo é uma campanha organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), junto do Conselho Federal de Medicina (CFM), que teve sua primeira ação em 2014 e tem por objetivo a prevenção do suicídio e a conscientização da população, sendo o dia da prevenção ao suicídio o dia 10 de setembro.

Logo oficial da Campanha Setembro Amarelo 2022. Imagem: site Setembro Amarelo.

Mais de 700 mil pessoas cometem suicídio por ano, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). A OMS também cita que o suicídio é a quarta causa de morte mais recorrente entre pessoas de 15 a 29 anos. Enquanto as taxas mundiais diminuíram em 36%, nas Américas essa taxa aumentou 17%. Durante a pandemia da covid-19, principalmente durante o primeiro ano, os transtornos de depressão e ansiedade tiveram um aumento de 25%.

O mês e cor que representam a campanha têm origem nos Estados Unidos, quando um jovem de 17 anos, em setembro de 1994, se suicidou. Ele possuía um carro amarelo, e no dia do velório, como homenagem, a família distribuiu fitas amarelas e frases motivacionais.
Hoje a campanha possui um site próprio, criado pela ABP, pelo CFM e pela Asociación Psiquiátrica de América Latina (APAL), onde podem ser encontradas as diretrizes de como participar da campanha, como encontrar ajuda e diversas informações.

É muito importante buscar o auxilio de um profissional para o diagnóstico e o tratamento adequado, assim como o apoio de amigos e familiares. Em todo território nacional é possível ligar para o Centro de Valorização da Vida, CVV, que presta atendimento 24 horas pelo telefone 188, de modo voluntário e gratuito.

Campanha Setembro Amarelo UFN.
Imagem: Camilla Motta

Na Universidade Franciscana, o mês está sendo marcado pela realização de diversas ações em parceria com a Pastoral Universitária, o Núcleo de Apoio a Diversidade Humana (NADH), a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), e os cursos de graduação da área da saúde. Foram convidados os professores e técnicos-administrativos para participarem das ações, entre elas terapias manuais e aromaterapia, com alunos do curso de Fisioterapia; atendimento individual com alunos do curso de Psicologia; ginástica laboral com alunos do curso de Terapia Ocupacional; e orientações sobre alimentação e bem-estar com os alunos do curso de Nutrição, visando o acolhimento e o autocuidado.

Colaborou: Yasmin Zavareze