Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

UFN

Com tema “SENSOS – perceber e criar” o XV Fórum de Arquitetura e Urbanismo destaca o processo criativo de projetos

O fórum ocorre desde 2013 na Universidade Franciscana

Promovido pelo curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Franciscana (UFN), ocorreu nesta quinta e sexta-feira, dias 1º e 2 de setembro, o XV Fórum de Arquitetura e Urbanismo. Com o tema “SENSOS: perceber e criar”, estudantes e professores do curso da UFN e de outras instituições de ensino superior foram convidados a participar do evento, que foi realizado no conjunto III da instituição.

O fórum contou com palestras, oficinas e exposição.

O fórum proporciona a troca de experiências entre acadêmicos, arquitetos e urbanistas, fomenta a reflexão crítica a respeito dos processos criativos e produção contemporânea em arquitetura, urbanismo e paisagismo, além de aproximar a comunidade acadêmica de produção arquitetônica contemporânea de qualidade e mostrar aos acadêmicos a realidade da profissão, levando-os a ampliar possibilidades de atuação no mercado de trabalho. O evento recebeu 148 inscrições e alguns convidados. 

A professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Franciscana e Coordenadora do XV Fórum, Marina de Alcântara, ressalta a proposta do evento: “O fórum acontece desde 2013 na instituição. Os temas vão mudando à medida que as demandas complementares de formação dos alunos também mudam no cenário profissional. Este ano o tema do evento é “SENSOS – perceber e criar”. A nossa ideia é destacar o processo criativo do fazer projetos de Arquitetura e Urbanismo, entendendo que temos que estimular nossa capacidade de perceber e reconhecer o espaço, para assim poder criar espaços melhores para nós e para o público que atendemos”. 

O primeiro dia de “SENSOS”, quinta-feira, contou com uma cerimônia de abertura, palestras e mesa-redonda. A palestra da manhã trouxe a temática “O Conceito de Projeto”, com o Arquitetura Nacional, um escritório de Porto Alegre que partiu do legado da boa arquitetura brasileira para criar projetos atemporais e vanguardistas. A palestra realizada no turno da tarde teve como tema “O processo de criar”, com o SuperLimão Studio, um escritório de Arquitetura, de São Paulo, composto de um time criativo e multidisciplinar que desenvolve projetos de arquitetura e design. 

A temática da mesa-redonda foi “Produções e processos do Off Arquitetura”, tendo como integrantes egressos do curso. O primeiro dia de evento foi finalizado com a abertura da exposição “Percepções olhares sobre Santa Maria”, na sala de exposições Angelita Stefani, no prédio 14 da UFN. A mostra do curso de Arquitetura e Urbanismo apresenta fragmentos de concepções, ações e soluções criativas de alunos do curso. O acervo instiga interações com os observadores através de elementos visuais, auditivos e táteis que mostram resultados pensados para a apropriação de Santa Maria. 

Produção durante a oficina de arte: da concepção à superfície

A programação da sexta-feira contou com 4 oficinas diferentes. A oficina de Caminhografia, Fotografia de Arquitetura, Arte: da concepção à superfície e Collage: o recorte e a cola no Distrito Criativo. Os participantes puderam escolher qual oficina participar na hora da inscrição no fórum. 

De branco a estudante Giulia Piquini na oficina de Collage.

Giulia Piquini, de 20 anos, aluna do 6º semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFN revela a experiência que a oficina Collage: o recorte e a cola no Distrito Criativo agrega. “De primeira vista a gente imagina que a colagem é uma coisa muito simples, mas a ideia da oficina é mostrar que a colagem vai muito além, tem toda uma configuração. Nossa cabeça funciona de um jeito muito mais plural do que imaginamos, as imagens são um meio de comunicação muito importante. Nas colagens colocamos camadas sobre camadas, imagens que nem imaginamos que fazem sentido e na hora da explicação começa a formar sentido. No final, aquilo pode se tornar muito maior e aprendemos a dar a devida importância”, conta a estudante. 

Imagens: Laboratório de Fotografia e Memória

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Promovido pelo curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Franciscana (UFN), ocorreu nesta quinta e sexta-feira, dias 1º e 2 de setembro, o XV Fórum de Arquitetura e Urbanismo. Com o tema “SENSOS: perceber e criar”, estudantes e professores do curso da UFN e de outras instituições de ensino superior foram convidados a participar do evento, que foi realizado no conjunto III da instituição.

O fórum contou com palestras, oficinas e exposição.

O fórum proporciona a troca de experiências entre acadêmicos, arquitetos e urbanistas, fomenta a reflexão crítica a respeito dos processos criativos e produção contemporânea em arquitetura, urbanismo e paisagismo, além de aproximar a comunidade acadêmica de produção arquitetônica contemporânea de qualidade e mostrar aos acadêmicos a realidade da profissão, levando-os a ampliar possibilidades de atuação no mercado de trabalho. O evento recebeu 148 inscrições e alguns convidados. 

A professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Franciscana e Coordenadora do XV Fórum, Marina de Alcântara, ressalta a proposta do evento: “O fórum acontece desde 2013 na instituição. Os temas vão mudando à medida que as demandas complementares de formação dos alunos também mudam no cenário profissional. Este ano o tema do evento é “SENSOS – perceber e criar”. A nossa ideia é destacar o processo criativo do fazer projetos de Arquitetura e Urbanismo, entendendo que temos que estimular nossa capacidade de perceber e reconhecer o espaço, para assim poder criar espaços melhores para nós e para o público que atendemos”. 

O primeiro dia de “SENSOS”, quinta-feira, contou com uma cerimônia de abertura, palestras e mesa-redonda. A palestra da manhã trouxe a temática “O Conceito de Projeto”, com o Arquitetura Nacional, um escritório de Porto Alegre que partiu do legado da boa arquitetura brasileira para criar projetos atemporais e vanguardistas. A palestra realizada no turno da tarde teve como tema “O processo de criar”, com o SuperLimão Studio, um escritório de Arquitetura, de São Paulo, composto de um time criativo e multidisciplinar que desenvolve projetos de arquitetura e design. 

A temática da mesa-redonda foi “Produções e processos do Off Arquitetura”, tendo como integrantes egressos do curso. O primeiro dia de evento foi finalizado com a abertura da exposição “Percepções olhares sobre Santa Maria”, na sala de exposições Angelita Stefani, no prédio 14 da UFN. A mostra do curso de Arquitetura e Urbanismo apresenta fragmentos de concepções, ações e soluções criativas de alunos do curso. O acervo instiga interações com os observadores através de elementos visuais, auditivos e táteis que mostram resultados pensados para a apropriação de Santa Maria. 

Produção durante a oficina de arte: da concepção à superfície

A programação da sexta-feira contou com 4 oficinas diferentes. A oficina de Caminhografia, Fotografia de Arquitetura, Arte: da concepção à superfície e Collage: o recorte e a cola no Distrito Criativo. Os participantes puderam escolher qual oficina participar na hora da inscrição no fórum. 

De branco a estudante Giulia Piquini na oficina de Collage.

Giulia Piquini, de 20 anos, aluna do 6º semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFN revela a experiência que a oficina Collage: o recorte e a cola no Distrito Criativo agrega. “De primeira vista a gente imagina que a colagem é uma coisa muito simples, mas a ideia da oficina é mostrar que a colagem vai muito além, tem toda uma configuração. Nossa cabeça funciona de um jeito muito mais plural do que imaginamos, as imagens são um meio de comunicação muito importante. Nas colagens colocamos camadas sobre camadas, imagens que nem imaginamos que fazem sentido e na hora da explicação começa a formar sentido. No final, aquilo pode se tornar muito maior e aprendemos a dar a devida importância”, conta a estudante. 

Imagens: Laboratório de Fotografia e Memória