Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Esporte

Mesmo sem títulos, temporada do Inter é positiva

Com Mano Menezes e reforços, o Colorado está na segunda colocação do Brasileirão

O que parecia ser um ano conturbado depois de eliminações, acaba sendo uma temporada que o torcedor sai esperançoso para 2023. A derrota para o Grêmio no Campeonato Gaúcho, a eliminação para o Globo na Copa do Brasil e o vexame contra o Melgar na Sul-Americana pareciam que iriam deixar marcados o ano do Internacional.

Chegou Mano Menezes, sem 100% da confiança da torcida, também chegaram reforços pontuais para o elenco e a temporada mudou completamente. Mesmo longe do Palmeiras no número de pontos, o Colorado ainda teve chance de conquistar o Campeonato Brasileiro mais uma vez. Com a derrota por 1 a 0, contra o América-MG, nesta última quarta-feira, o clube paulista conquistou mais um Brasileirão ainda na concentração para o jogo contra o Fortaleza. Mas para completar a festa, o time comandado por Abel Ferreira fez 4 a 0, com direito a gol da joia Endrick, de apenas 16 anos.

Apesar da vice-colocação, o torcedor deve ficar esperançoso para um ano de 2023 ainda melhor. Com uma base sólida montada nesta temporada, um goleiro confiante que tomou a posição na reta final, um quarteto defensivo seguro com destaques como Bustos e Vitão, um meio campo que ainda com dúvidas é muito promissor e um achado como centroavante que luta por cada bola como se fosse a última. Tudo isso graças a uma janela de transferências arriscada, mas muito bem pensada.

Elenco colorado em treinamento. Foto Twiiter Internacional

A base está pronta para a temporada que vem, reservas imediatos e um número 9 devem ser prioridade para 2023. Mano Menezes quer trabalhar com um grupo menor que esse ano, por isso jogadores ainda devem sair. A maior dúvida é Edenílson, que tem o aval do técnico para ficar, mas boa parte da torcida acredita não ter clima mais para o jogador. O ano de 2023 promete muito para o torcedor colorado, as chances reais de título existem em todas as competições a serem disputadas.

Lucas Acosta é acadêmico do 6º semestre do curso de Jornalismo da UFN, apresenta o Titular da Rede, Camisa 10 e A Copa & Eu na RádioWeb UFN e escreve, periodicamente, uma coluna sobre esporte na Central Sul Agência de Notícias

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que parecia ser um ano conturbado depois de eliminações, acaba sendo uma temporada que o torcedor sai esperançoso para 2023. A derrota para o Grêmio no Campeonato Gaúcho, a eliminação para o Globo na Copa do Brasil e o vexame contra o Melgar na Sul-Americana pareciam que iriam deixar marcados o ano do Internacional.

Chegou Mano Menezes, sem 100% da confiança da torcida, também chegaram reforços pontuais para o elenco e a temporada mudou completamente. Mesmo longe do Palmeiras no número de pontos, o Colorado ainda teve chance de conquistar o Campeonato Brasileiro mais uma vez. Com a derrota por 1 a 0, contra o América-MG, nesta última quarta-feira, o clube paulista conquistou mais um Brasileirão ainda na concentração para o jogo contra o Fortaleza. Mas para completar a festa, o time comandado por Abel Ferreira fez 4 a 0, com direito a gol da joia Endrick, de apenas 16 anos.

Apesar da vice-colocação, o torcedor deve ficar esperançoso para um ano de 2023 ainda melhor. Com uma base sólida montada nesta temporada, um goleiro confiante que tomou a posição na reta final, um quarteto defensivo seguro com destaques como Bustos e Vitão, um meio campo que ainda com dúvidas é muito promissor e um achado como centroavante que luta por cada bola como se fosse a última. Tudo isso graças a uma janela de transferências arriscada, mas muito bem pensada.

Elenco colorado em treinamento. Foto Twiiter Internacional

A base está pronta para a temporada que vem, reservas imediatos e um número 9 devem ser prioridade para 2023. Mano Menezes quer trabalhar com um grupo menor que esse ano, por isso jogadores ainda devem sair. A maior dúvida é Edenílson, que tem o aval do técnico para ficar, mas boa parte da torcida acredita não ter clima mais para o jogador. O ano de 2023 promete muito para o torcedor colorado, as chances reais de título existem em todas as competições a serem disputadas.

Lucas Acosta é acadêmico do 6º semestre do curso de Jornalismo da UFN, apresenta o Titular da Rede, Camisa 10 e A Copa & Eu na RádioWeb UFN e escreve, periodicamente, uma coluna sobre esporte na Central Sul Agência de Notícias