Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Cultura

Programação infantil para férias de inverno em Santa Maria

O mês de julho é marcado pelo período das férias escolares. Durante aproximadamente 15 dias crianças e adolescentes podem aproveitar do tempo livre com opções de entretenimento disponíveis em Santa Maria.  O Shopping Praça Nova promove

Exposição Ilhas Criativas é realizada na UFN

Ocorre essa semana a exposição de artes Ilhas Criativas. A programação está variada, contando com intervalos musicais durante a manhã, tarde e noite e exposições permanentes no prédio 16 do conjunto III da UFN. A exposição Ilhas Criativas

Grupo de Teatro VagaMundo se apresenta na UFN

A comunidade da UFN e o público em geral poderá assistir ao espetáculo ‘La Perseguida” amanhã, terça-feira, dia 9 de novembro, às 17h, no pátio do conjunto III, na rua Silva Jardim. A apresentação é uma

A 5ª Festa Literária de Santa Maria (FLISM) tem início hoje, 05, às 19h no auditório da CESMA. A Festa ocorrerá até o dia 08 de outubro. A FLISM é apoiada pelo Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da UFSM e celebra a literatura regional, nacional e internacional. Esta edição conta com conversas e palestras mediadas por docentes, pesquisadores e escritores da Universidade, além de convidados especiais.

A FLISM ocorre de 05 a 08 de outubro. Imagem: divulgação

É necessário a realização das inscrições, por este e-mail ou pelo Formulário de inscrição https://forms.gle/Zpen7kbVoTBgJx4B7. Caso você já tenha se inscrito por e-mail, não é preciso preencher o formulário, e vice-versa.

A FLISM é um evento gratuito e a presença em 70% das atividades dá direito a certificado de 16h.

PROGRAMAÇÃO 

QUARTA – 05 DE OUTUBRO | AUDITÓRIO DA CESMA

19h • Ana Miranda • Musas praguejadoras da literatura Mediação de Raquel Trentin 

20h • Sessão de autógrafos de Ana Miranda 

QUINTA – 06 DE OUTUBRO | AUDITÓRIO DA CESMA

14h • PEDRO BANDEIRA • Literatura para crianças e jovens na construção do futuro Mediação de Enéias Tavares 

15h • EMILY BRÖNTE • O Morro dos Ventos Uivantes: lendo, traduzindo e debatendo a importância de um clássico. Com Márcia Heloísa de Vitorianas Macabras 

16h • CAROLINA DE JESUS • Vida, obra, polêmicas. Com Anselmo Péres Alós & Maria Rita Py Dutra 

17h • FELIPPE D’OLIVEIRA • Na Semana de Arte Moderna de 1922. Com Pedro Brum Santos & Lucas Zamberlan. 

19h • NEI LISBOA • Abrindo a caixa de Pandora. Mediação de Gérson Werlang. 

20h • Sessão de autógrafos de Nei Lisboa e lançamento de Condições ideais para o amor de Luiz Eurico Tejera Lisbôa.

SEXTA – 07 DE OUTUBRO | AUDITÓRIO DA CESMA

14h • Poesia escrita por mulheres no RS. Com Taiasmin Ohnmacht, Cátia Simon, Mariam Pessah & Maria Alice Bragança. 

15h • JAMES JOYCE • Ulysses, o tal livro difícil Com Lielson Zeni e Mônica Stefani e mediação de Maria Clara Carneiro. 

16h • Escrevivências de antirracismo e de reexistência na ficção brasileira contemporânea. Com Taiasmin Ohnmacht e mediação de Ilse Vivian 

17h • Literatura de/em Santa Maria: Conto, Crônica, Sátira. Com Eliana Sturza, Ronaldo Lippold & Marcus de Martini e mediação de Gérson Werlang. 

18h • Lançamento de obras: Eliana Sturza, Taiasmin Ohnmacht, Cátia Simon, Mariam Pessah, Maria Alice Bragança, Gérson Werlang, Ronaldo Lippold e Marcus de Martini. 

19h • MICHEL LAUB • A literatura no caos da informação Mediação de Renata Farias de Fellipe & Gérson Werlang. 

20h • Sessão de autógrafos de Michel Laub 

SÁBADO – 08 DE OUTUBRO | UFSM SILVEIRA MARTINS 

15h • Oficina: Da Concepção à criação De livros ilustrados infantis e juvenis: roteiro & arte. Com Mathias Towsend 

17h • Coffee Break 

18h • Encerramento Musical: Marcos Kröning Corrêa, violão. 

Sob a vista dos morros que compõem a paisagem santa-mariense, histórias se iniciam, findam ou se renovam. Entre os sonhos e aspirações cultivados nesta terra, muitos partem a cada ciclo que se encerra.  Apesar das idas e vindas, Santa Maria tem uma identidade e cultura para chamar de sua, que é uma mistura – e consequência – do contínuo movimento de pessoas e ideias. No intuito de captar as múltiplas vozes presentes em Santa Maria, a Maria Cult busca dar cara, nome e voz às mais diversas produções artísticas que fogem da captação dos meios entendidos como mais tradicionais. 

Petrius Dias entrevistando Paola Saldanha.
Imagem: Alexsandro Pedrollo de Oliveira.

A última entrevistada da quarta temporada do Provoc[A]rte é Paola Saldanha, co-fundadora do coletivo Maria Cult, que se constitui como uma agenda e produtora de conteúdo cultural no centro do Estado. Um papo sobre jornalismo independente e cultura local. 

O Provoc[A]rte vai ao ar nesta terça-feira (04), às 19h, com reprise às 22h, na UFN TV, pelo canal 15 da NET, e reprisa no sábado, às 19h, e no domingo, às 19h30min. E também pode ser visto na TV Câmara, canal aberto 18.2, na sexta-feira e sábado, a partir das 20h.

Paola Saldanha é co-fundadora do coletivo Maria Cult.
Imagem: Alexsandro Pedrollo de Oliveira

A quarta temporada do programa tem como tema “Arte Coletivo”. Os nove episódios estão disponíveis  no canal do YouTube do LabSeis. O programa é produzido pelo Lab Seis, laboratório de produção audiovisual dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana (UFN). A equipe é formada por Beatriz Ardenghi e Petrius Dias no roteiro e apresentação, João Pedro Ribas na produção e na divulgação nas redes sociais, Gabriel Valcanover na edição, com suporte dos técnicos Alexsandro Pedrollo na gravação e Jonathan de Souza na finalização, e coordenação e direção da professora Neli Mombelli.

Texto por Petrius Dias

O mês de julho é marcado pelo período das férias escolares. Durante aproximadamente 15 dias crianças e adolescentes podem aproveitar do tempo livre com opções de entretenimento disponíveis em Santa Maria. 

O Shopping Praça Nova promove a Campanha Passaporte da Diversão que propõe uma rota de lazer no local, entre os dias 05 e 31 de julho, trazendo brindes e oficinas para as crianças.

 O passaporte pode ser adquirido gratuitamente pelos visitantes no Espaço Família, próximo à Praça de Alimentação. As retiradas podem ser feitas de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos, das 11h às 22h, ou diretamente nas nove lojas participantes da ação.  

Para o participante receber o brinde é preciso completar cinco selos no passaporte até o fim do mês. Eles podem ser obtidos após a participação do cliente em uma das lojas que participam da campanha:  Hyperbox, Aventura Kids Carros e Dinos, Boliche Sports Bar, Tridoo, Zig Zag Play, Ranger, Cinépolis, Mundo dos Blocos.

Para Heliane Simones, superintendente do Praça Nova, “somos comprometidos com a nossa comunidade, por isso propomos uma série de atividades de lazer para as crianças aproveitarem as férias escolares com muita alegria e diversão num ambiente que acolhe toda a família”. 

A programação de férias do Praça Nova também possui oficinas gratuitas para o público infantil. Oficinas de Culinária com o programa Mesa Brasil SESC, no dia 15 de julho, para crianças de até nove anos. Oficinas de Robótica (para crianças de sete a 14 anos) e de Contação de histórias interativa em inglês com o Código Kids e Study English (até 10 anos) nos dias: 22 e 23 de julho, ás 15 h, 16h e 17h.

 Elas são realizadas no Praça Palco com vagas limitadas. As inscrições devem ser realizadas no site do Shopping. As oficinas de culinária recebem doações de 1kg de alimento ou 1 litro de leite como forma de inscrição no dia do evento.

No Royal Plaza Shopping o público infantil pode contar com a Montanha-Russa Zoo, Aventura Kids, Arcoplex Cinemas, Espaço Kids, Cine 6D, o espaço de entretenimento infanto-juvenil TriDoo e, a partir dos 12 anos, stand de tiros na Loja Ranger.

O Theatro Treze de Maio promove o Carrossel Cultural Férias Divertidas. O projeto tem como objetivo de realizar espetáculos teatrais infantis, ampliando o acesso das crianças à a arte e a cultura. O programação conta com cinco dias de apresentações com classificação livre e entrada franca. O planejamento tem realização de Angélica Silva e financiamento de Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria.

Emília e Dom Quixote no Theatro.  Foto: Ronald Mendes

Programação do Theatro:

CLOWNFUSÃO no dia 26 de julho – 15h e 18h

 A palhaformance “ClownFusão – O Poder Subversivo do Sistema Capitalhaço” é uma apresentação circense de palhaçaria em que os palhaços disponibilizam para o público um cardápio de opções a serem adquiridos e degustados/apreciados. No menu contamos com sabores de diferentes técnicas circenses como roda cyr, malabares, acrobacia, mágica, monociclo, entre outras surpresas. Tudo temperado com o bom e velho sabor da linguagem do palhaço. 

A TARTARUGUINHA QUE PERDEU O CASCO dia 27 de julho – 15h e 18h

 A peça é uma adaptação de um livro infantil que conta a jornada de uma tartaruga que perdeu seu casco e encontra vários amigos durante a busca por algo que possa ajudá-la. Uma linda história sobre amizade, solidariedade e doação de órgãos. 

A CALIGRAFIA DE DONA SOFIA  no dia 28 de julho – 15h e 18h

Lá do alto da colina, Dona Sofia, uma professora aposentada, busca entender qual o seu lugar no mundo e acompanhada de Seu Ananias, o carteiro mais simpático do vilarejo e das fadas poéticas Léa, Lia e Cléa adentra numa aventura poeticamente linda, cheia de emoção e magia. “A beleza-espoleta que passa sem que olho possa perceber. Ninguém sabe qual é sua graça. É só o poeta que vê”. 

 AS HISTÓRIAS DO VÔ VENÂNCIO dia 29 de julho – 15h

Vô Venâncio é um personagem tipicamente gaúcho que, junto com sua neta Feliciana e seus dois amigos músicos, visita Feiras do Livro, escolas, espaços públicos e eventos de vários locais para proporcionar a criançada um divertido e inusitado momento cultural através de suas histórias e causos. A criança participa ativamente da história, podendo ela mesma ser um dos personagens, como chapeuzinho vermelho, lobo mau, cacique, Imembuí, entre outros. 

TREM MARAVILHA no dia 29 de julho  – 18h

 Trem Maravilha era uma famosa banda infantil dos anos 80. Após mais de 20 anos, eles se reúnem para relembrar os anos dourados da banda e tocar…uma última vez!! Através do repertório, uma nostalgia para os pais e uma descoberta para as crianças! 

Ocorre essa semana a exposição de artes Ilhas Criativas. A programação está variada, contando com intervalos musicais durante a manhã, tarde e noite e exposições permanentes no prédio 16 do conjunto III da UFN.

A exposição Ilhas Criativas é o resultado de uma disciplina eletiva chamada Patrimônio Arte Cultura que foi pensada para ser ofertada aos alunos da instituição como um todo, possuindo 32 alunos de nove cursos distintos. De acordo com o professor Bebeto Badke, responsável pela disciplina, “poucos têm contato com a arte, então no primeiro trabalho da disciplina eles tinham que fazer um levantamento para descobrir pessoas que conhecem e que são artistas mas não atuam como tal”. Após o levantamento foram descobertos diversos talentos ocultos dentro da UFN e então o professor resolveu dar visibilidade a eles. A exposição de artes visuais conta com um varal literário com três poetas. Também estão presentes cantores, DJs e um rapper da Nova Santa Marta.  

O rapper Vitor Rocha cresceu no meio da música. Ele conta como foi sua trajetória até se encontrar no rap: “Por influência de família comecei com uma banda de rock, mas durante os shows e viagens eu sempre fazia rimas de improviso, então comecei a frequentar batalhas de rimas e vi que tinha jeito pra coisa, logo comecei a gravar minhas próprias músicas”. Para ele é uma grande satisfação poder mostrar ao público seu trabalho.

A acadêmica de Letras, Daiene Rojas, está expondo sua arte pela primeira vez, de acordo com ela o convite fez com que sentisse sua arte valorizada de outra forma, pois antes apenas sua família e amigos sabiam que ela pintava telas, então a exposição é uma forma de tornar seu trabalho mais conhecido e divulgado. Ela acredita que seu talento pode estar interligado com seu curso, “as letras fazem parte da área das humanas e essa área é bem extensa, e com certeza embarca a arte, mas esses conhecimentos artísticos descobri quando era ainda  mais jovem,  desde criança gostava muito de desenhar e na minha família, minha mãe e as minhas tias pintam telas, então eu decidi dar  um passo a mais tentar pintar também. Comecei na brincadeira  com tinta guache e depois troquei, fiz aquarela e peguei telas, gostei muito porque  é um trabalho minucioso e podemos brincar com as cores e  expressar nossos sentimentos”.

A programação conta com exposições de Artes Visuais,  com Nathalia Righi,  do curso de Psicologia, expondo suas tatoos;  Ana Luiza Rockenbach, também do curso de Psicologia, com sua arte digital; Joele Wegner, do curso de Arquitetura da UFSM, com sua arte em aquarela; Daiene Rojas, do curso de Letras, com pintura em tela; Luiza Ruviaro, acadêmica de Odontologia, com pintura em tela, e Guilherme Abreu, estudante de Jogos Digitais, com mostra de fotos digitais.

A exposição do Varal Literário também ocorre todos os dias e conta com os seguinte poetas: Giovanna Zilli, de Arquitetura, João Gabriel Pires Simões, de Psicologia e Julio Augusto Seidel da Silva, de Odontologia.

Intervalos musicais ocorreu nos dia 21 de junho pela manhã com Karoline Ferreira, voz e violão, do curso de Arquitetura. Na quarta, 22 de junho, à noite com o  DJ Gabriel, de Porto Alegre, com apoio de Jayme Grassmann (Jogos Digitais – UFN) e no dia 23 de junho o rapper Nezz (Vitor) pela manhã e a tarde o DJ Bernardo Rocha, de Publicidade e Propaganda.

Colaboração: Vitória Oliveira

A inauguração de um palco ao ar livre, inspirado nos teatros gregos no período clássico, ocorre nesta sexta-feira dia 25 de março, às 20h, no Centro Internacional de Arte e Cultura Humanista Recanto Maestro. O espaço se localiza entre os municípios de Restinga Seca e São João do Polêsine, na região da Quarta Colônia de imigração Italiana, a cerca de 30 quilômetros de Santa Maria.

Crédito da foto: Alex Caceres / Divulgação Bell’Anima

O concerto de inauguração será feito pelo Quarteto Lopes-Graça, um dos mais importantes grupos da música de câmara portuguesa da atualidade, que faz sua estreia no Rio Grande do Sul. Formado pelos violinos de Eliot Lawson e Luís Pacheco Cunha, pela viola de Isabel Pimentel e pelo violoncelo de Catherine Strynckx, o grupo de cordas apresentará obras de compositores de Portugal e da América Latina. A apresentação também contará com as participações especiais da soprano sérvia Natasa Sibalic e do contrabaixista e compositor argentino Alejandro Erlich-Oliva.

 

Abertura será com concerto do Quarteto Lopes-Graça.
Crédito da foto: André Roma / Divulgação

A idealização é do músico Vagner Cunha e do empresário Claudio Carrara, que cedeu parte do terreno da própria casa para a construção. O Palco Bell’Anima possui capaciade para até 450 espectadores. Com investimento de 2,5 milhões de reais, o espaço foi projetado pelo italiano Enrico Torrice  e tem mais de 100 metros quadrados em formato de meia-lua. A vista também faz parte da atração, já que os espectadores podem enxergar o desenvolvimento do complexo arquitetônico em meio à exuberante vegetação natural do vale.

Para o começo da temporada 2022, o anfiteatro já conta com a infraestrutura completa, incluindo iluminação, camarins e placas acústicas. Para o segundo semestre, está sendo preparado um espaço coberto que receberá a programação em caso de chuva. A longo prazo, os planos vão além de espetáculos de música e concertos: o Palco Bell’Anima será usado também como cinema ao ar livre e para apresentações cênicas.

No dia 30 de abril haverá ainda um espetáculo inédito de Os Fagundes, com o grupo explorando novas sonoridades com a companhia das cordas da Orquestra Jovem Recanto Maestro. Depois, no dia 28 de maio, será a vez de a cantora norte-americana Cerissa McQueen apresentar sua mistura de estilos como blues, gospel, jazz, rock, soul, pop e funk. O espetáculo Uma noite na gafieira, com o carioca Pedro Miranda e o grupo gaúcho Central do Samba, fecha a programação do primeiro semestre no dia 11 de junho. Os ingressos para todas as apresentações já estão à venda.

Espaço teve pré-inauguração em dezembro

Para testar a estrutura do teatro, foi realizado em dezembro passado uma pré-inauguração que conteve a apresentação das cantatas Quando l’Anima danzò l’essere e La grande cena, compostas por Vagner Cunha sobre poemas de Antonio Meneghetti. As obras foram interpretadas pelos solistas Elisa Lopes, Paola Bess, Angela Diel, Flávio Leite e Carlos Rodriguez e pela Orquestra Jovem Recanto Maestro, com regência do maestro Antonio Borges-Cunha. O Palco Bell’Anima teve um ótimo desempenho mesmo com apenas 80% da construção concluída.

Cronogama de apresentações do primeiro semestre do Palco Bell’Anima

Inauguração, dia 25 de março, sexta-feira, às 20h – Quarteto Lopes Graça (Portugal)

Dia 2 de abril, sábado, às 19h30 – Demônios da Garoa (SP)

Dia 30 de abril, sábado, às 19h30 – Os Fagundes (RS)

Dia 28 de maio, sábado, às 19h30 – Noite de Blues com Cerissa McQueen (EUA)

Dia 11 de junho, sábado, às 19h30 – Uma noite na gafieira com Pedro Miranda (RJ), participação do grupo Central do Samba (RS)

Endereço do Palco Bell’Anima

Rua Oniotan, S/N, São João do Polêsine – RS, 97230-000

Ingressos

Quarteto Lopes-Graça: R$ 300 inteiro | R$ 150 meia-entrada | R$ 145 solidário

Demônios da Garoa: R$ 400 inteiro | R$ 200 meia-entrada | R$ 195 solidário

Os Fagundes: R$ 300 inteiro | R$ 150 meia-entrada | R$ 145 solidário

Noite de Blues com Cerissa McQueen: R$ 300 inteiro | R$ 150 meia-entrada | R$ 145 solidário

Uma noite na gafieira com Pedro Miranda: R$ 300 inteiro | R$ 150 meia-entrada | R$ 145 solidário

Os ingressos podem ser adquiridos no site http://www.guicheweb.com.br/, nas Lojas Dullius do Recanto Maestro. Também haverá ingressos sendo vendidos no Palco Bell’Anima no dia das programações, uma hora antes do início das apresentações.

Colaboração: Luiza Silveira

O filme Edmundo está em Casa será exibido no domingo, dia 27 de março, às 19 horas, no Theatro Treze de Maio. A estréia ocorre em comemoração aos 20 anos da Casa de Memória Edmundo Cardoso e do Dia Internacional do Teatro, com entrada gratuita.

Imagem: divulgação.

 

A CMEC (Casa de Memória Edmundo Cardoso) foi criada como forma de homenagear o diretor de teatro, jornalista, cineclubista e escritor nascido em Santa Maria e que teve participação ativa na vida cultural da cidade. Tendo fundado a Escola de Teatro Leopoldo Fróes e o primeiro Clube de Cinema de Santa Maria, Edmundo veio a falecer em 2002.

No longa estão presentes os elementos que fazem parte da trajetória cultural de uma vida dedicada à arte. Assuntos como a curiosidade infantil pela vida urbana, o início no jornalismo, as relações, o entusiasmo pela arte, a participação em causas públicas, os sonhos e os desafios da companhia teatral no interior do país são trabalhados no projeto.

A combinação entre o teatro e o audiovisual também são uma forma de homenagear o artista que  elegeu tanto o teatro como o cinema como seus meios de expressão artística.  Afinal, além de seus 40 anos atuando na Escola de Teatro Leopoldo Fróes ele também protagonizou o filme “Os Abas-Largas”.

Com direção de Laédio Martins, a produção conta com a participação de artistas de teatro e cinema de Santa Maria.  O longa foi gravado entre agosto e setembro de 2021, durante a pandemia, com locações no Theatro, no Centro de Convenções da UFSM e no largo Edmundo Cardoso.

O diretor Laédio Martins conta como foi a experiência: “Fazer parte da produção do filme foi atribulado, porque foi bem corrido, eu acumulei diversas funções. Eu sou acostumado no teatro e no teatro me parece mais fácil executá-las. No audiovisual ficou mais complicado, eu estava na produção, na roteirização, no casting e na cinegrafia, enfim na cadeia produtiva como um todo.  Mas, por outro lado foi um motivo de muito orgulho poder engajar tantas pessoas em prol da história do teatro da cidade, utilizando a figura do Edmundo Cardoso como protagonista e narrando a história das pessoas que trabalharam com teatro na cidade desde o século XVIII. Foi motivo de orgulho participar dessa produção.”

O filme é uma coprodução da Associção de Amigos da Casa de Memória Edmundo Cardoso, Casa Gabbi Arte e Cultura e Ateliê do Comediante. O projeto foi financiado pel Lei Aldir Blanc, n° 14.017/20.

A assessoria de comunicação do filme está sendo feita pelos alunos dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da UFN, sob coordenação do professor Bebeto Badke.

“Edmundo está em Casa”

Domingo, 27 de março, 19h

Theatro Treze de Maio – Entrada gratuita

Ingressos ns bilheteria (fone: 3028-0909)

 

Colaboração: Vitória Oliveira

O vídeo conta a história de Sofia, uma menina que queria ser cientista. Imagem: Divulgação.

Grupo de teatro da UFN lança vídeo-peça educativo produzido durante a pandemia. A produção está disponível no Youtube e conta a história de uma menina que queria ser cientista.

O Grupo Todos ao Palco, vinculado à Universidade Francicana desde 2012, teve seu projeto aprovado na Lei de Incentivo a Cultura de Santa Maria em 2019. A ideia inicial era de desenvolver o trabalho em formato presencial, ensaiando e apresentando a peça em espaços públicos e centros comunitários da cidade em 2020. Possuindo como ideia principal fortalecer o fascínio pela ciência entre jovens e adolescentes em ambiente escolar, a produção teve que ser alterada por conta do início da pandemia da Covid-19. O grupo optou por um formato audiovisual diferenciado, incluindo também pesquisas referentes a vacinação contra o vírus. Os integrantes do elenco gravaram algumas cenas em suas casas com seus próprios celulares e outras foram realizadas presencialmente com o menor número de participantes possível e respeitando as restrições referentes a pandemia. A edição foi feita sem que houvesse nenhuma reunião presencial da equipe.

Nomeado Menina, Feminina e Cientista o vídeo-peça em formato de ‘falso documentário’ conta a história de Sofia. Já adulta a personagem relata como foi sua luta para realizar o sonho de ser cientista e como é sua rotina de trabalho como pesquisadora em um dos laboratórios responsáveis pela fabricação da vacina contra a Covid-19. O vídeo possui depoimentos atuais e em formato de lembranças de outros personagens sobre a trajetória de Sofia.

O projeto tem como um de seus objetivos fortalecer a ideia de que pais e professores devem incentivar os jovens a seguirem seus sonhos. A jornalista, especialista e crítica de cinema, Bianca Zasso comenta sobre o trabalho realizado pelo grupo teatral: “Fico pensando se tivesse assistido algo assim nos meus tempos de escola. Tantas meninas apaixonadas por ciências (e por arte também) às vezes só precisam de uma voz de apoio, uma inspiração para seguirem em frente. Tomara que este trabalho chegue a muitos estudantes e professores. É iluminando sonhos que a gente melhora o mundo.”

Luiz Alberto Cassol, cineasta e documentarista, também responsável pelo roteiro, produção e direção geral do projeto comentou: “Menina, Feminista e Cientista trata acima de tudo sobre a liberdade de escolha. A liberdade de seguir aquilo que se quer ser; tanto profissionalmente, quanto pelas causas que se deseja engajar na vida. O trabalho fala sobre a liberdade de sonhar e seguir esses sonhos e possibilita um diálogo amplo na escola de como uma inspiração, um impulso, uma palavra, um apoio, pode fazer como que isso aconteça. É também perceber que durante a pandemia, e com todas as restrições sanitárias e de afastamento, a produção artística está sempre em construção (como este trabalho). É importante debater com professores e alunos o que instigou esse processo de criações artísticas.”

O vídeo esta disponível no Youtube (Menina, Feminina e Cientista) para que todos tenham acesso e possam refletir sobre a importância do incentivo aos sonhos das meninas e meninos na escola.

A comunidade da UFN e o público em geral poderá assistir ao espetáculo ‘La Perseguida” amanhã, terça-feira, dia 9 de novembro, às 17h, no pátio do conjunto III, na rua Silva Jardim. A apresentação é uma realização da Universidade Franciscana (UFN) juntamente com o Grupo de Teatro VagaMundo. A peça é uma produção do Projeto Entre Risos & Psique e pretende integrar a comunidade universitária de Santa Maria por meio de uma conexão entre arte e psicologia. A entrada é gratuita.

O protagonista da peça é o palhaço Rabito, interpretado pelo ator Daniel Lucas. A peça trata sobre o confinamento, a solidão e a desesperança, sentimentos presentes na atualidade, frente ao contexto de pandemia que vivemos. O personagem é dócil, melancólico e aguarda seu grande amor em meio a números circenses. ‘La Perseguida’ conta com direção de Gabriela Amado e já foi apresentada em todo território nacional e na América Latina desde 2009.

Após o espetáculo, o público poderá participar de um bate-papo com a psicanalista Amanda Schreiner Pereira e (Mestre em Distúrbios da Comunicação Humana e membro da Membro da Associação Psicanalítica de Porto Alegre/APPOA) e a psicóloga Isadora Fração Lago (Mestranda em Psicanálise Clínica e Cultura, compõe o grupo Psicanálise, estética e subjetivação contemporânea e é egressa do curso de Psicologia da UFN).

Informações e imagem: Assessoria UFN.

Hoje é dia de ir ao ar o sexto episódio da temporada Arte Identidade do Provoc[A]rte. Sadiana-Luz, artista de dança contemporânea, fala sobre a potência política e espiritual dos corpos, sobre fragilidade e força. E também adentra no preconceito em relação a dança e em como é vivenciar a arte através do movimento corporal. Sadiana foi para Montevideu participar do Encontro de Jovens Criadores de 2020. Atualmente é bailarina e performer.

O episódio vai ao ar hoje, às 19h, pelo canal 15 da Net, na UFN TV, com reprise na quarta, às 02h05min e às 10h05min, no sábado, às 19h, e no domingo, às 19h30min. O programa também integra a grade da TV Câmara, com exibição inédita nas sextas-feiras, às 21h30min, e reprise às 20h30min no sábado, e às 10h30min de domingo e segunda-feira.

O programa é produzido pelo Lab Seis e também pode ser assistido no canal do YouTube da UFN TV. É apresentado por Beatriz Ardenghi, com Nathalia Arantes no roteiro, Gabriel Valcanover na edição, Yorhan Rodrigues na direção de imagem, Raphael Sidrim como social media, suporte dos técnicos Alexsandro Pedrollo na gravação e Jonathan de Souza na finalização, e coordenação e direção da professora Neli Mombelli.

A primeira temporada, chamada Arte na Pandemia, está disponível no IGTV do Lab Seis.O Provoc[A]rte é um programa laboratorial dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana que se aprofunda em questões pessoais e coletivas do mundo da arte, da cultura e do ser, produzido de modo remoto.

Texto e Imagem: Divulgação Provoc[A]rte

O quinto episódio da nova temporada do Provoc[A]rte conta com a presença da cantora e jornalista Arianne TeLima. A convidada fala sobre a cena musical de Santa Maria, que agora se adapta, ou não, à vivência dos artistas. Arianne aborda questões sobre suas composições e sua percepção sobre o universo da música. Ela e seu irmão recentemente foram capa da Revista Mix do jornal Diário de Santa Maria por terem sido votados como artistas revelação e destaque de 2020.O episódio vai ao ar hoje, às 19h, pelo canal 15 da Net, na UFN TV, com reprise na quarta, às 02h05min e às 10h05min, no sábado, às 19h, e no domingo, às 19h30min. O programa também integra a grade da TV Câmara, com exibição inédita nas sextas-feiras, às 21h30min, e reprise às 20h30min no sábado, e às 10h30min de domingo e segunda-feira.

O programa é produzido pelo Lab Seis e também pode ser assistido no canal do YouTube da UFN TV. É apresentado por Beatriz Ardenghi, com Nathalia Arantes no roteiro, Gabriel Valcanover na edição, Yorhan Rodrigues na direção de imagem, Raphael Sidrim como social media, suporte dos técnicos Alexsandro Pedrollo na gravação e Jonathan de Souza na finalização, e coordenação e direção da professora Neli Mombelli.

A primeira temporada, chamada Arte na Pandemia, está disponível no IGTV do Lab Seis.O Provoc[A]rte é um programa laboratorial dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana que se aprofunda em questões pessoais e coletivas do mundo da arte, da cultura e do ser, produzido de modo remoto.