Pesquisa discute as práticas de marketing sustentável


Por Agência CentralSul de Notícias

 

Trabalhos do curso de administração foram apresentados na noite desta quinta-feira, 03 de outubro, no XVII Simpósio de Ensino, Pesquisa e Extensão (SEPE). O primeiro pesquisador a mostrar seu estudo foi João Friedrich. Práticas de Marketing Sustentável em Empresas do Setor Varejista é o tema de pesquisa do professor de ciências contábeis da instituição. Friedrich explanou que estamos na era da sociedade do consumo e que com isso a economia do Brasil aumentou, portanto é preciso que as empresas/indústrias tenham uma estratégia de marketing para atrair o público.

“O setor de comércio varejista tem aumento continuamente nas últimas décadas e este crescimento tem sido fundamental para a economia brasileira e assim traz consigo a inovação tecnológica”, afirma o professor. Neste contexto, a fidelização do cliente com a empresa é como atrair um novo negócio e isso mostra aos consumidores como o atendimento e a dedicação de um vendedor faz com que seu cliente volte a comprar e consumir, explica o pesquisador.

Toda a pesquisa do grupo inicia por Santa Maria, quando aplicam questionários que os farão entender e conhecer as formas de atendimento que os varejistas estão utilizando para fidelizar o cliente. Também procuraram entender de que formas os consumidores preferem ser atendidos, ou se buscam por novidades na internet ou até mesmo pelo novo modo de comprar, o e-commerce.

O objetivo do trabalho é identificar como as práticas de marketing sustentável são aplicadas em pequenas e micro empresas na cidade no setor varejista, e também quais as práticas elas utilizam. O marketing sustentável significa que, ao mesmo tempo em que a empresa gera lucros ela também passe a causar impacto na sociedade em que atua. A comunicação nesta área deve gerar atividades funcionais, emocionais e espirituais junto aos clientes, para que a maioria consiga unir bom preço e boa qualidade.

A conclusão do trabalho, até o presente momento é que os lojistas competem entre si, mas ainda não buscam fidelizar seus clientes de maneira diferenciada. O professor João, que em conjunto com outros dois acadêmicos e sob supervisão da professora Janis Ruppenthal, apresentou o trabalho, conclui que o SEPE é a melhor maneira para entender por onde se deve começar a pensar um projeto para colocá-lo em prática. “O nosso objetivo com todo este trabalho é começar a pensar o mestrado e replicá-lo também”, finaliza Friedrich.

Por Laura Gross

Sobre o autor:

Agência CentralSul de Notícias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *