Asena representará Santa Maria em mais um campeonato brasileiro


Por Victoria Papalia

 

Asena pretende levar cerca de 20 atletas ao Campeonato Brasileiro. Foto: Divulgação.

Asena pretende levar cerca de 20 atletas ao Campeonato Brasileiro. Foto: Divulgação.

A Associação Santa-mariense de Esportes Náuticos (Asena) tem se preparado para mais uma competição nacional de canoagem velocidade. A entidade, sem fins lucrativos, é comandada pelos irmãos Gilvan Ribeiro e Givago Ribeiro, atletas reconhecidos internacionalmente no esporte, e tem como objetivo difundir os esportes náuticos em Santa Maria. A Asena trabalha com inclusão social através do projeto Remar, que oportuniza a prática do esporte aos adolescentes da comunidade. A equipe já participou, nos últimos três anos, do Campeonato Brasileiro, apresentando ótimos resultados. Em 2013, o time conquistou 26 medalhas, sendo 11 medalhas de ouro. Este ano, a competição acontece de 25 à 28 de setembro, em Curitiba.

O grupo treina cerca de quatro horas por dia, de segunda à sábado, e se mantém focado em mais uma conquista no brasileiro. “É uma rotina bem puxada. Nós que praticamos o esporte profissional há mais de uma década, sabemos que não tem outra escolha para alcançar bons resultados”, afirmou o treinador Gilvan. Um dos apoiadores da Asena, o educador físico Alan Sangoi, garante que a associação tem condições de, mais uma vez, alcançar sucesso na competição. “Eles treinam com os melhores (Givago e Gilvan). A concentração é total e estão com treino bem específico. O grupo tem muita condição de voltar com bons resultados”, disse o profissional. Alan é proprietário da Academia Sádhana e promove aulas especiais para arrecadar leite para os adolescentes da Asena.

Gilvan Ribeiro é atleta internacionalmente reconhecido e um dos fundadores da Asena. Foto: Karin Spezia. Laboratório de Fotografia e Memória.

Gilvan Ribeiro é atleta internacionalmente reconhecido e um dos fundadores da Asena. Foto: Karin Spezia. Laboratório de Fotografia e Memória.

“A equipe está muito motivada em superar os resultados do ano passado. Eles estão se superando a cada dia. No inverno as dificuldades aumentam, por ser um esporte que tem contato direto com a natureza, mas eles não querem nem saber, estão com o objetivo na ponta do remo”, declarou Gilvan. Embora o grupo esteja preocupado com o sucesso da participação, ele garantiu que esse, não é o único objetivo. “A medalha não é o nosso foco principal, antes de tudo, tem um projeto social envolvido. Trabalhamos com questões de educação ambiental, reeducação social, e na parte cultural também”, alegou.

 

LEVE A EQUIPE COMPLETA DA ASENA PARA O CAMPEONATO BRASILEIRO

A associação precisa do montante de R$ 13.800,00 para levar todos os seus integrantes à competição. O valor inclui alimentação, hospedagem, inscrição/cadastro e aluguel de caiaques aos participantes. Através da venda de rifas, risoto e o apoio de alguns moradores da cidade, o grupo já arrecadou parte do que precisa, mas ainda faltam cerca de R$ 9 mil. Se a quantia total não for arrecadada, irão para o campeonato apenas os atletas que dispõe do patrocínio federal do Bolsa Atleta, ou seja, 30% da equipe.

Para colaborar com a associação, acesse o site Vakinha, ou faça o depósito na conta abaixo:

Caixa Econômica Federal
Agência 0501 – Op. 013
Conta corrente 00000336-6

 

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *