Atypical: série da Netflix retrata adolescente com autismo


Por Jornalismo Digital

 

Após comover os jovens com a série 13 Reasons Why, a Netflix lançou, no dia 11 de agosto, em sua plataforma, a primeira temporada de Atypical, que possui oito episódios de 30 minutos. A série conta a história de Sam, jovem estudante do ensino médio com autismo que enfrenta dificuldades para se relacionar.

Sinopse

Sam Garner, interpretado pelo ator Kier Gilchrist, quer manter um relacionamento, começa a procurar uma namorada e tenta entender como funciona a reciprocidade dos relacionamentos. Sua irmã Casey, representada pela atriz Brigette Lundy, cuida do irmão mais novo, passa também pela descoberta da paixão e enfrenta situações desagradáveis na escola. Casey também descobre que sua mãe Elsa (Jannifer Jason) está traindo seu pai, e desde então o relacionamento entre mãe e filha se torna delicado. Elsa descontente com a passividade do marido e trazendo à tona o passado entre o casal, encontra um modo de fugir da rotina e de seus problemas. Doug (Michael Rapaport), pai de Sam, procura se aproximar do filho mais novo, começa a compreendê-lo e ajudá-lo em seus dilemas amorosos.

Além de contar como é a vida de um jovem com autismo, a série leva o público a refletir sobre as diferenças na sociedade e como elas devem ser aceitas e compreendidas. Os jovens impactados com a série 13 Reasons Why, que retrata o suicídio na adolescência, sentem empatia pela diferença que Atypical traz em sua primeira temporada e aguardam a segunda temporada.

Veja os tweets dos jovens que estão entusiasmados com a primeira temporada da série.

Texto: Jéssica Marian

Disciplina: Jornalismo Digital 1

Professor: Maurício Dias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *