Novos olhares para a Instituição


Por Paola Saldanha

 

“Nesse momento histórico, político, econômico que nós estamos vivendo, acreditamos que a transformação deverá vir pela nova leva de lideranças que estão se formando com a competência de conhecimento, coragem, transformação e engajamento na vida nacional. Elas têm esse compromisso de ajudar a conseguirmos tempos de gestão e governo mais dignos para nosso país. Nós merecemos”. Essa são as palavras da Reitora Ir. Irani Rupolo, que concedeu entrevista coletiva durante o Vestibular de Inverno 2017. A reitora destacou pontos relacionados ao posicionamento da Instituição na formação profissional e pessoal dos acadêmicos.

Reitora Iraní Rupolo enfatizou a renovação de metodologias e a criação de novos Cursos. Foto: Juliano Dutra/ LABFEM

Grau de excelência e destaque nacional

Em 2017, o Centro Universitário Franciscano recebeu nota 4 do Minisério da Educação (MEC). Para a Ir. Iraní Rupolo, esse é resultado de um constante trabalho de renovação e qualificação de profissionais e metodologia de trabalho, que visa ao investimento nos jovens como cidadãos. “Essa repercussão é uma conquista também de caráter educacional, da cidade e das nossas instituições, de ensino básico e superior”, declara.

O Vestibular de Inverno 2017 conta com mais de três mil inscritos, de mais de 20 estados brasileiros. Para a Reitora, os vestibulandos buscam pela instituição em função do oferecimento de novos propósitos. “É uma atividade permanente de atenção ao que é necessário aos alunos. Um tensionamento que nos desinstala, que nos faz perceber novas necessidades e novos propósitos”.

Ainda no que diz respeito a inovação e destaque, o curso de Medicina completa três anos e já é o mais concorrido do Centro Universitário Franciscano, com mais de 60 candidatos por vaga. Conforme a Ir. Iraní Rupolo, a avaliação positiva também pode ser feita na retenção dos acadêmicos, pois o grau de evasão nos cursos, em especial, Medicina, é baixo.

O curso mais novo da instituição, Tecnologia em Jogos Digitais, é o resultado de um ano de preparação e mais uma ação de modernização da Unifra. “Um curso de bacharelado muito tradicional já não atende às necessidades atuais. Estamos projetando mais dois para o próximo ano, isso significa uma atenção às necessidades da realidade do trabalho hoje”, afirma Ir. Iraní Rupolo.  De acordo com a Reitora, o Curso foi elaborado para atender demandas tecnológicas, artísticas, culturais e de gestão.

Uma nova Universidade

O Centro Universitário Franciscano passa por um processo de transição para Universidade. A Reitoria afirma que em função do atual cenário político,  os trâmites relacionados ao procedimento são mais lentos. Porém, a previsão é de que dentro de um semestre a última fase de avaliação ocorra. Até 2018, a instituição passará de Centro Universitário para Universidade.

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *