Shows e interações animam público na Feisma 2017


Por Gabriele Bordin

 

Demonstração do trabalho de cães da Polícia Federal atrai o público da Feisma 2017. Foto: Lucas Brum

A Companhia Armazém Cultura e Entretenimento promoveu interações com o público de maneira divertida durante a 30ª Feisma. Além dos itinerantes da companhia, que atua na feira desde 2006, shows musicais na praça de alimentação e no green deck animaram o público do evento. Em 2017, a companhia trouxe a “Família Tribufu”, de descendência árabe e turca. As personagens “fizeram negócios”, comprando e vendendo tudo o que viam nos estandes. Eles foram pensados em função da feira ser um local de comércio e negócios.

Além disso, a companhia trouxe  as mascotes Migo e Miga. O intérprete de Migo é o dançarino Vitor Marques por isso os dois personagens fazem sucesso pelas apresentações de dança.

Patrícia Garcia e Ricardo Paim contam sobre seus personagens, uma dupla que se adaptou ao clima noturno do evento. “Somos caçadores de bruxas, fantasmas, meliantes, assaltantes e, principalmente, homens feios”, conta Patrícia.

Lucas Nazza se apresentou na praça de alimentação da feira nos dias 17 e 18 de novembro. O cantor de 26 anos lembra que participar da Feisma foi uma experiência única em sua carreira por ser a maior multifeira de Santa Maria e um dos maiores eventos da cidade. “Além disso, a Feisma é a cara de Santa Maria”, comenta.

Lucas, que também é bombeiro, canta desde os 13 anos, mas apenas neste ano conquistou espaço na cena local, com pop rock, reggae e soul music.

Ele acredita que a Feisma é uma grande oportunidade. “É uma vitrine”, comenta. “Gosto de interagir com o pessoal, e o público da Feisma é muito simpático”, opina.

A Polícia Federal realizou apresentações dos cães Luna e Jocky em frente ao green deck. Foram feitas demonstrações do trabalho dos cães, um é detector de explosivos e um é  detector de drogas.

Ao final da apresentação, é feita uma demonstração com pessoas do público. O policial Flávio Amorim  explica que o público é chamado para demonstrar o cão de busca em pessoas, trabalho que é feito em rodoviárias e aeroportos.

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *