Quem são e de onde vêm os candidatos aos cursos da UFN


Por Agência CentralSul de Notícias

 

Ônibus trazem candidatos de diversos locais do Estado e do país. Fotos: Lucas Link/LABFEM

O vestibular de inverno da Universidade Franciscana mobiliza um número significativo de pessoas. Além dos 3217 candidatos inscritos, reuniu também familiares, amigos que os acompanham, equipes de professores da instituição e dos cursos pré-vestibulares, técnicos e alunos que atuam no suporte e na cobertura do concurso. Hoje, para a UFN convergem candidatos vindos de praticamente todos os estados do país.

Dados estatísticos revelam o perfil de quem faz vestibular na instituição. Entre os candidatos, a grande maioria é do sexo feminino. São  2177  mulheres, enquanto os homens somam 1038 inscritos.

Mulheres jovens são a maioria dos inscritos ao vestibular da UFN. Foto: Lucas Link/LABFEM

A faixa etária predominante está entre 17 e 19 anos somando 2169 candidatos  de ambos os sexos; na faixa entre 20 e 21 anos há 537 inscritos. As demais faixas variam entre 13 a 16 anos, o que indica um número considerável de trainings,  e ainda, 22 a 42 anos.

Apesar da grande maioria ser do Rio Grande do Sul(92,54%), há candidatos dos estados de Santa Catarina (4,97%), Paraná(0,44%), São Paulo (0,22%), Minas Gerais (0,22%), Rio de Janeiro (0,19%), Mato Grosso do Sul (o,28%), Goiás (0,06%), Mato Grosso (0,31%), Tocantins (0,06%), Roraima (0,05%), Amapá(0,05%), Pará (0,06%), Maranhão (0,06%), Piauí(0,03%),Ceará(0,03%), Rio Grande do Norte(0,12%), Alagoas (0,03%) e Bahia(0,12%). Já no Rio Grande do Sul, os candidatos vêm, majoritariamente, da região centro ocidental do estado ( 42,36%), seguida pela região noroeste (21,10%) e pela região metropolitana de Porto Alegre (17,20%). As demais, região sudoeste(6,21%), sudeste (5,81%), centro oriental (4,74%), nordeste(2,59%).

Fonte:TI/UFN

Fonte: TI/UFN

 

Sobre o autor:

Agência CentralSul de Notícias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *