Revista experimental aborda temas geopolíticos desprezados pela grande mídia


Por Lucas Acosta

 

Patrício D. Freitas. Foto: arquivo pessoal

A produção e edição da revista digital Fora do Radar é o produto final da disciplina Projeto Experimental em Jornalismo, do Curso de Jornalismo da Universidade Franciscana, proposto pelo aluno Patrício Dias Freitas. A ideia é uma narrativa reflexiva unindo informação, história, temas políticos e de repercussão internacional que não são abordados pelos grandes complexos midiáticos, mais direcionados no dia-a-dia para as mensagens da atualidade. Entretanto, o tempo presente é uma consequência de acontecimentos passados. O estudante Patrício Dias Freitas conta que a ideia da revista surgiu no ano de 2020 na disciplina de Diagramação, com a professora Sione Gomes. O objetivo do trabalho era diagramar um conteúdo informativo. “Nesse sentido,  pensei em um boletim informativo sobre o conflito no Cáucaso, entre Azerbaijão e Armênia, já que em função da pandemia algumas questões não estavam sendo noticiadas para o Brasil”, explica ele. O resultado de uma grande pesquisa foram 10 páginas de
informações e conteúdos. Esse conteúdo instigante foi projetado para uma revista, com aval da orientadora professora Sibila Rocha.

Com o feedback positivo, o estudante de jornalismo da UFN, decidiu seguir em frente com a ideia. Nesse semestre, como projeto experimental, a revista teve continuação. “O meu principal objetivo é fazer com que as pessoas tenham uma visão da geopolítica que vai além de Estados Unidos, Rússia e China, por mais que eles estejam envolvidos em praticamente tudo, que as pessoas tenham conhecimento de outros agentes, dos agentes regionais, porque muitas vezes acabamos tendo proximidade com eles.” conta Patrício. Ainda usa a questão do estado islâmico como exemplo, pois quando eles realizam algum atentado na Europa ou no Oriente médio, a notícia é imediata, mas atualmente eles estão em combate contra o governo de Moçambique, antiga colônia de Portugal e possuem uma proximidade cultural muito forte com o Brasil, porém mesmo com isso, no país não são noticiadas informações deste caso.  

“As experiências foram bem legais, aperfeiçoar meu conhecimento, mas teve uma dificuldade muito grande que é falar com pessoas que estão envolvidas nisso, então tive que recorrer muito a livros, muito a reportagens de internet e foi uma pesquisa sem muito contato, mas mesmo assim acredito que valeu a pena” relata o autor da revista. 

A revista Fora do Radar tem como principal finalidade fazer com que o público tenha noção sobre o que está acontecendo no mundo, até mesmo aquelas que não são apaixonadas pelo tema. É um catalogo de questões geopolíticas não tão conhecidas ou conhecidas e analisadas com diferentes pontos de vistas, pois muitas questões são analisadas somente pela visão do país mais forte. “Esse é objetivo, mostrar o outro lado da geopolítica, a geopolítica fora do radar” finaliza Patrício.  

Um Comentário

  • Elsbeth Léia Spode Becker
    29 jun 2021 | Permalink | Responder

    Excelente! Temos poucas informações da geopolítica atual. Sucesso!

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *