Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Mulheres de Santa Maria fazem hoje a Marcha das Vadias

Detalhe da Marcha das Vadias em Porto Alegre. Foto:Paulo Pepê

As mulheres de Santa Maria estão marchando, igual a  muitas mulheres em de vários países que se integram ao movimento “Marcha das Vadias” originado em Toronto, no Canadá, no ano passado. A Marcha foi organizada por estudantes do sexo feminino de uma universidade local a partir da declaração de um policial. Ele afirmou, em palestra, que o fato das mulheres se vestirem como “vadias” poderia provocar o estupro. Desde então, muitas mulheres estão se organizando, inclusive em diversas cidades brasileiras, para realizar suas marchas e reivindicarem direitos e respeito da sociedade aos seus modos de agir, vestir, sua liberdade e escolhas. A Marcha, ao mesmo tempo que possui um caráter sério de defesa, de protesto à violência praticada contra as mulheres, é mesclada pela irreverência de muitas participantes que usam roupas curtas, algumas até seminuas, pintam seus corpos com desenhos, palavras e frases de manifestação social.

O movimento cresce a cada ano e tem conseguido a adesão de um maior número de participantes, principalmente com o auxílio da mobilização através das redes sociais. Com isso é possível sensibilizar as mulheres para os problemas locais que enfrentam.

Em São Paulo, as manifestantes denunciaram a prática machista de Rafinha Bastos, humorista, que possui uma casa de shows no centro da cidade, onde a marcha se deslocou e protestou em frente ao local.

Em Santa Maria as organizadoras da “Marcha das Vadias” postaram umvídeo no youtube.com, com intuito de convocar o protesto marcado para hoje, dia 02 de junho, sábado, com a concentração marcada para as 14h, na concha acústica do parque Itaimbé.  O vídeo traz dados estatísticos sobre a violência contra a mulher santa-mariense, apontando  que em 2011 foram registrados 4.217 casos de agressão, e que até o dia 8 de março de 2012, 13 mulheres eram agredidas por dia na cidade.

No facebook foi criado um grupo chamado Marcha das Vadias de Santa Maria e já conta com 2.884 integrantes, nesta rede social também está a “Fanpage”, página temática, do grupo onde 544 já “curtiram”, ou seja, apoiam o movimento.

As atividades do protesto começaram há uma semana com eventos que culminam com a marcha em si. Eles tiveram início no dia 29 de maio com uma divulgação na frente da Rádio Universidade.

O QUE:  MARCHA DAS VADIAS

QUANDO: HOJE, SÁBADO, 14H

ONDE: CONCHA ACÚSTICA DO PARQUE ITAIMBÉ

 

Texto: Maiquel Machado, acadêmico do curso de Jornalismo/Unifra

LEIA TAMBÉM

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Detalhe da Marcha das Vadias em Porto Alegre. Foto:Paulo Pepê

As mulheres de Santa Maria estão marchando, igual a  muitas mulheres em de vários países que se integram ao movimento “Marcha das Vadias” originado em Toronto, no Canadá, no ano passado. A Marcha foi organizada por estudantes do sexo feminino de uma universidade local a partir da declaração de um policial. Ele afirmou, em palestra, que o fato das mulheres se vestirem como “vadias” poderia provocar o estupro. Desde então, muitas mulheres estão se organizando, inclusive em diversas cidades brasileiras, para realizar suas marchas e reivindicarem direitos e respeito da sociedade aos seus modos de agir, vestir, sua liberdade e escolhas. A Marcha, ao mesmo tempo que possui um caráter sério de defesa, de protesto à violência praticada contra as mulheres, é mesclada pela irreverência de muitas participantes que usam roupas curtas, algumas até seminuas, pintam seus corpos com desenhos, palavras e frases de manifestação social.

O movimento cresce a cada ano e tem conseguido a adesão de um maior número de participantes, principalmente com o auxílio da mobilização através das redes sociais. Com isso é possível sensibilizar as mulheres para os problemas locais que enfrentam.

Em São Paulo, as manifestantes denunciaram a prática machista de Rafinha Bastos, humorista, que possui uma casa de shows no centro da cidade, onde a marcha se deslocou e protestou em frente ao local.

Em Santa Maria as organizadoras da “Marcha das Vadias” postaram umvídeo no youtube.com, com intuito de convocar o protesto marcado para hoje, dia 02 de junho, sábado, com a concentração marcada para as 14h, na concha acústica do parque Itaimbé.  O vídeo traz dados estatísticos sobre a violência contra a mulher santa-mariense, apontando  que em 2011 foram registrados 4.217 casos de agressão, e que até o dia 8 de março de 2012, 13 mulheres eram agredidas por dia na cidade.

No facebook foi criado um grupo chamado Marcha das Vadias de Santa Maria e já conta com 2.884 integrantes, nesta rede social também está a “Fanpage”, página temática, do grupo onde 544 já “curtiram”, ou seja, apoiam o movimento.

As atividades do protesto começaram há uma semana com eventos que culminam com a marcha em si. Eles tiveram início no dia 29 de maio com uma divulgação na frente da Rádio Universidade.

O QUE:  MARCHA DAS VADIAS

QUANDO: HOJE, SÁBADO, 14H

ONDE: CONCHA ACÚSTICA DO PARQUE ITAIMBÉ

 

Texto: Maiquel Machado, acadêmico do curso de Jornalismo/Unifra