Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Santa Maria redescobre o vôlei

Depois de muito anos a cidade de  Santa Maria volta a ter um time de vôlei feminino profissional.  Nessa reportagem Jean-Pierre Ávila, coordenador técnico e de projetos da AVF, conta como surgiu a ideia de organizar uma equipe de vôlei feminino na cidade.

Há 15 anos, a cidade não tinha uma equipe feminina adulta disputando algum campeonato estadual.  A retomada iniciou em 2008 quando três profissionais da área de Educação Física se uniram e formaram a Associação Voleibol Futuro(AVF).  Segundo Jean-Pierre foi a partir de conquistas da equipe infantil que representava o colégio Centenário no campeonato estadual escolar e de uma análise do esporte no Estado, que se percebeu  que a cidade há algum tempo não tinha uma representatividade junto à Federação Gaúcha de Vôlei.

A AVF hoje é formada por quatro projetos, sendo três deles ligados a equipes que constituem as categorias Mirim, Infantil e Adulto.

Há duas formas de entrar na equipe: “Uma das maneiras de integrar a equipe é por convite dos profissionais que trabalham na AVF. A outra forma é o chamado peneirão. Todo início de ano fazemos uma seleção de atletas. Informamos na mídia que em determinado dia qualquer menina interessada em fazer o teste pode comparecer. Em 2011 das meninas que compareceram apenas 6 se integraram a equipe” afirma Jean-Pierre. Nesse ano, o peneirãovai acontecer no final do mês de abril e início de maio. A equipe também organiza um evento destinado aos profissionais e acadêmicos de educação física, chamado Fórum de Voleibol.

Os treinos acontecem no Ginásio do Coríntians e no Centro Desportivo Municipal.Fotos: Mark Braunstein. Lab. Fotografia e Memória.

Questionado sobre a aceitação do público o técnico afirma que no “ano passado recebemos um ofício da Federação Gaúcha de Vôlei nos parabenizando por ser a melhor estrutura apresentada para os jogos e a maior média de público no campeonato do Rio Grande do Sul. Temos uma média de 400 pessoas por disputa”, afirma. Ele afirma que Santa Maria tem um grande espaço para o volei com um bom retorno do público. E ainda que isto não acontecia antes porque não havia uma equipe adulta na cidade. Para esse ano espera aumentar o número de espectadores nos jogos da equipe adulta e infantil.

A categoria infantil vai disputar a Copa Rio Grande do Sul e o Campeonato Estadual. Após cinco anos, a cidade vai sediar uma etapa da categoria de base. Santa Maria vai ser sede da etapa classificatória da Copa RS Infantil Feminina no próximo dia 3 de junho. Além da AVF outras quatro equipes de fora virão para disputar essa fase.

Equipe infantil da AVF com o técnico Maurício Fruet

Os treinamentos das equipes acontecem no Centro Desportivo Municipal (CDM) a convite da Secretária Municipal do Esporte, e no Ginásio do Corinthians. A próxima ação da Associação Voleibol Futuro é instalar na cidade cinco núcleos de vôlei, onde eles pretendem multiplicar o esporte entre as crianças e integrar ao time os destaques desses polos. Além de ser um trabalho social, vai funcionar com objetivo esportivo, diz o coordenador.

A AVF funciona com a Lei de Incentivo ao Esporte e com o patrocínio de empresas da cidade.

LEIA TAMBÉM

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Depois de muito anos a cidade de  Santa Maria volta a ter um time de vôlei feminino profissional.  Nessa reportagem Jean-Pierre Ávila, coordenador técnico e de projetos da AVF, conta como surgiu a ideia de organizar uma equipe de vôlei feminino na cidade.

Há 15 anos, a cidade não tinha uma equipe feminina adulta disputando algum campeonato estadual.  A retomada iniciou em 2008 quando três profissionais da área de Educação Física se uniram e formaram a Associação Voleibol Futuro(AVF).  Segundo Jean-Pierre foi a partir de conquistas da equipe infantil que representava o colégio Centenário no campeonato estadual escolar e de uma análise do esporte no Estado, que se percebeu  que a cidade há algum tempo não tinha uma representatividade junto à Federação Gaúcha de Vôlei.

A AVF hoje é formada por quatro projetos, sendo três deles ligados a equipes que constituem as categorias Mirim, Infantil e Adulto.

Há duas formas de entrar na equipe: “Uma das maneiras de integrar a equipe é por convite dos profissionais que trabalham na AVF. A outra forma é o chamado peneirão. Todo início de ano fazemos uma seleção de atletas. Informamos na mídia que em determinado dia qualquer menina interessada em fazer o teste pode comparecer. Em 2011 das meninas que compareceram apenas 6 se integraram a equipe” afirma Jean-Pierre. Nesse ano, o peneirãovai acontecer no final do mês de abril e início de maio. A equipe também organiza um evento destinado aos profissionais e acadêmicos de educação física, chamado Fórum de Voleibol.

Os treinos acontecem no Ginásio do Coríntians e no Centro Desportivo Municipal.Fotos: Mark Braunstein. Lab. Fotografia e Memória.

Questionado sobre a aceitação do público o técnico afirma que no “ano passado recebemos um ofício da Federação Gaúcha de Vôlei nos parabenizando por ser a melhor estrutura apresentada para os jogos e a maior média de público no campeonato do Rio Grande do Sul. Temos uma média de 400 pessoas por disputa”, afirma. Ele afirma que Santa Maria tem um grande espaço para o volei com um bom retorno do público. E ainda que isto não acontecia antes porque não havia uma equipe adulta na cidade. Para esse ano espera aumentar o número de espectadores nos jogos da equipe adulta e infantil.

A categoria infantil vai disputar a Copa Rio Grande do Sul e o Campeonato Estadual. Após cinco anos, a cidade vai sediar uma etapa da categoria de base. Santa Maria vai ser sede da etapa classificatória da Copa RS Infantil Feminina no próximo dia 3 de junho. Além da AVF outras quatro equipes de fora virão para disputar essa fase.

Equipe infantil da AVF com o técnico Maurício Fruet

Os treinamentos das equipes acontecem no Centro Desportivo Municipal (CDM) a convite da Secretária Municipal do Esporte, e no Ginásio do Corinthians. A próxima ação da Associação Voleibol Futuro é instalar na cidade cinco núcleos de vôlei, onde eles pretendem multiplicar o esporte entre as crianças e integrar ao time os destaques desses polos. Além de ser um trabalho social, vai funcionar com objetivo esportivo, diz o coordenador.

A AVF funciona com a Lei de Incentivo ao Esporte e com o patrocínio de empresas da cidade.