Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Feira do Livro: Pais e crianças pandorgueiam na praça

Apresentação do Grupo Pandorga na Feira do Livro. Foto: Rodrigo Ledel.

O  musical Pandorga da Lua esteve na praça mais uma vez, no sábado, dia 27. O diretor do espetáculo, Ricardo freire, uniu a amizade de 25 anos com o poeta Jaime Vaz Brasil com a arte. O projeto transformou  os poemas  infantis em músicas com ritmos gaúchos .

A ideia veio quando Ricardo assistiu em 2001 o especial de música gaúcha de Luís Carlos Borges e se apaixonou pelo ritmo e sonoridade da música tradicionalista.  Pandorga da Lua conta com nove pessoas na equipe e também com artistas convidados como  Laura Dias Costa que dança no CTG Sentinela da Querência e Fernando Soares Martins, dançarino no grupo de danças folclóricas CPF Piá do Sul que se apresentaram na tarde de hoje pela primeira vez  com o grupo. Laura, afirma que é uma experiência diferente, uma novidade para eles que estão acostumados a se apresentar para muitas pessoas nos festivais de dança em seus respectivos centros de tradição.

O ator  Luciano Gabbi participa da equipe desde o início. Para Gabbi, é o melhor espetáculo musical e infantil da cidade pela organização do projeto e seriedade dos que nele participam.

A mãe e espectadora Juliana Campos que  é educadora especial na Escola Olavo Bilac, trouxe seu filho e sobrinha para assistirem a peça pela terceira vez e revela : “Gosto das músicas e da interação  com o público. O espetáculo não fica chato em nenhum momento.” Juliana acrescenta que usa os CDs e vídeos da atração em suas aulas para os alunos desenvolverem expressão corporal .

Pandorga foi o termo escolhido por ser somente usado no Rio Grande do Sul. É uma produção gaúcha que reúne  a família, um lazer para os que gostam de prestigiar uma boa musica tradicionalista com contos de criança.

Por Monique Abade/Fonte: Assessoria de Imprensa Feira do Livro

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Apresentação do Grupo Pandorga na Feira do Livro. Foto: Rodrigo Ledel.

O  musical Pandorga da Lua esteve na praça mais uma vez, no sábado, dia 27. O diretor do espetáculo, Ricardo freire, uniu a amizade de 25 anos com o poeta Jaime Vaz Brasil com a arte. O projeto transformou  os poemas  infantis em músicas com ritmos gaúchos .

A ideia veio quando Ricardo assistiu em 2001 o especial de música gaúcha de Luís Carlos Borges e se apaixonou pelo ritmo e sonoridade da música tradicionalista.  Pandorga da Lua conta com nove pessoas na equipe e também com artistas convidados como  Laura Dias Costa que dança no CTG Sentinela da Querência e Fernando Soares Martins, dançarino no grupo de danças folclóricas CPF Piá do Sul que se apresentaram na tarde de hoje pela primeira vez  com o grupo. Laura, afirma que é uma experiência diferente, uma novidade para eles que estão acostumados a se apresentar para muitas pessoas nos festivais de dança em seus respectivos centros de tradição.

O ator  Luciano Gabbi participa da equipe desde o início. Para Gabbi, é o melhor espetáculo musical e infantil da cidade pela organização do projeto e seriedade dos que nele participam.

A mãe e espectadora Juliana Campos que  é educadora especial na Escola Olavo Bilac, trouxe seu filho e sobrinha para assistirem a peça pela terceira vez e revela : “Gosto das músicas e da interação  com o público. O espetáculo não fica chato em nenhum momento.” Juliana acrescenta que usa os CDs e vídeos da atração em suas aulas para os alunos desenvolverem expressão corporal .

Pandorga foi o termo escolhido por ser somente usado no Rio Grande do Sul. É uma produção gaúcha que reúne  a família, um lazer para os que gostam de prestigiar uma boa musica tradicionalista com contos de criança.

Por Monique Abade/Fonte: Assessoria de Imprensa Feira do Livro