Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Personagens da Feira do Livro: Paulo Juner e Francisco Carlos Teixeira

O autor Paulo Juner é vendedor e guardião da banca Memorabilia, onde são vendidos livros exclusivamente produzidos pela editora de Santa Maria. Na banca os próprios autores têm a oportunidade de vender seus livros. Essa característica é apontada por Paulo como diferencial. Segundo ele, “é bom porque podemos informar a todos que chegam aqui quais são as características de cada livro”. Ele relata que os consumidores visitam a banca Memorabilia exatamente por conta da explicação dos autores que comentam sobre os livros. Outros motivos do impacto dos livros no público são as capas são atrativas , as diagramações bem elaboradas e uma arte gráfica caprichosa. Afinal, “todos os autores participam da montagem de cada livro daqui”, completa Paulo.

Leitor desde os quatro anos, o autor gosta da diversidade de gêneros presente nos livros, lendo romances, poesia e contos. Ele também fala sobre a importância da união entre os autores santa-marienses, explicando que “temos um conselho editorial, onde fazemos comentários e ajudamos na construção de um  livro”, conclui ele.

Paulo Juner, autor. Imagem: Luiza Silveira

Outro personagem da 49ª Feira do Livro é Francisco Carlos Teixeira. Ele trabalha na Feira voluntariamente há três anos, na banca da SEDiC onde vende livros espíritas com a doutrina de Allan Kardec. Leitor desde jovem Francisco relata que gosta dos mais variados gêneros literários. 

Para ele a presença de um evento como a Feira do Livro na cidade é um símbolo de desenvolvimento cultural, já que “a Feira nos traz a oportunidade de rever muitos amigos antigos e também conhecer gente nova,  pois funciona como um ponto de encontro”, concluiu ele.

Francisco Carlos Teixeira, vendedor voluntário. Imagem: Luiza Silveira

Colaboração: Vitória Oliveira

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O autor Paulo Juner é vendedor e guardião da banca Memorabilia, onde são vendidos livros exclusivamente produzidos pela editora de Santa Maria. Na banca os próprios autores têm a oportunidade de vender seus livros. Essa característica é apontada por Paulo como diferencial. Segundo ele, “é bom porque podemos informar a todos que chegam aqui quais são as características de cada livro”. Ele relata que os consumidores visitam a banca Memorabilia exatamente por conta da explicação dos autores que comentam sobre os livros. Outros motivos do impacto dos livros no público são as capas são atrativas , as diagramações bem elaboradas e uma arte gráfica caprichosa. Afinal, “todos os autores participam da montagem de cada livro daqui”, completa Paulo.

Leitor desde os quatro anos, o autor gosta da diversidade de gêneros presente nos livros, lendo romances, poesia e contos. Ele também fala sobre a importância da união entre os autores santa-marienses, explicando que “temos um conselho editorial, onde fazemos comentários e ajudamos na construção de um  livro”, conclui ele.

Paulo Juner, autor. Imagem: Luiza Silveira

Outro personagem da 49ª Feira do Livro é Francisco Carlos Teixeira. Ele trabalha na Feira voluntariamente há três anos, na banca da SEDiC onde vende livros espíritas com a doutrina de Allan Kardec. Leitor desde jovem Francisco relata que gosta dos mais variados gêneros literários. 

Para ele a presença de um evento como a Feira do Livro na cidade é um símbolo de desenvolvimento cultural, já que “a Feira nos traz a oportunidade de rever muitos amigos antigos e também conhecer gente nova,  pois funciona como um ponto de encontro”, concluiu ele.

Francisco Carlos Teixeira, vendedor voluntário. Imagem: Luiza Silveira

Colaboração: Vitória Oliveira