Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Santa Maria: Lançamento do livro Crônicas da Surdez ocorre nesta quarta

A blogueira santa-mariense Paula Pfeifer lança o livro Crônicas de Surdez no The Park. Foto Divulgação.

O lançamento e a sessão de autógrafos do livro Crônicas da Surdez, de autoria de Paula Pfeifer acontecem nesta quarta-feira, às 19h30min no The Park, na Rua Venâncio Aires, junto ao Hotel Itaimbé. A autora do livro e do blog homônimo (http://cronicasdasurdez.com/) integra o grupo dos surdos oralizados, isto é, que se comunicam oralmente como qualquer pessoa que ouve, e não utilizam libras. Fazem leitura labial e usam aparelhos auditivos ou implantes cocleares.

O livro conta a história de sua vida e de todas as fases “clássicas” que uma pessoa que vai perdendo a audição atravessa. Tem algumas crônicas selecionadas do blog e, por último, vários depoimentos de surdos oralizados que são médicos, oficiais do Itamaraty, advogados, etc.

Nascida em Santa Maria há 31 anos, a cientista social, formada pela UFSM que exerce as funções de técnica do Tesouro do Estado do Rio Grande do Sul, afirma que a intenção do livro é desmistificar a surdez. “Quando leem essa palavra as pessoas vão direto para o “imaginário popular”: todo surdo é mudo, usa língua de sinais, vive entre iguais na comunidade surda, estuda em escola especial e precisa de intérprete. Isso não é verdade. Existem milhares de pessoas como eu por aí”, revela Paula.

Questionada sobre o que ainda não respondeu, não falou ou não ouviu sobre a surdez, Paula declara “A acessibilidade para surdos oralizados. Numa faculdade, por exemplo, precisamos de sistema FM – mas só oferecem intérprete de libras como se isso ajudasse qualquer surdo. Legendas na TV, atendimento via chat ou SMS (que polícia, bombeiros e SAMU não tem). Hoje os cursinhos preparatórios para concursos só tem videoaulas e nenhum deles legenda as mesmas”.

 

Lançamento e a sessão de autógrafos livro Crônicas da Surdez, de Paula Pfeifer

03 de abril, às 19h30min

Local:The Park, Rua Venâncio Aires, junto ao Hotel Itaimbé

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A blogueira santa-mariense Paula Pfeifer lança o livro Crônicas de Surdez no The Park. Foto Divulgação.

O lançamento e a sessão de autógrafos do livro Crônicas da Surdez, de autoria de Paula Pfeifer acontecem nesta quarta-feira, às 19h30min no The Park, na Rua Venâncio Aires, junto ao Hotel Itaimbé. A autora do livro e do blog homônimo (http://cronicasdasurdez.com/) integra o grupo dos surdos oralizados, isto é, que se comunicam oralmente como qualquer pessoa que ouve, e não utilizam libras. Fazem leitura labial e usam aparelhos auditivos ou implantes cocleares.

O livro conta a história de sua vida e de todas as fases “clássicas” que uma pessoa que vai perdendo a audição atravessa. Tem algumas crônicas selecionadas do blog e, por último, vários depoimentos de surdos oralizados que são médicos, oficiais do Itamaraty, advogados, etc.

Nascida em Santa Maria há 31 anos, a cientista social, formada pela UFSM que exerce as funções de técnica do Tesouro do Estado do Rio Grande do Sul, afirma que a intenção do livro é desmistificar a surdez. “Quando leem essa palavra as pessoas vão direto para o “imaginário popular”: todo surdo é mudo, usa língua de sinais, vive entre iguais na comunidade surda, estuda em escola especial e precisa de intérprete. Isso não é verdade. Existem milhares de pessoas como eu por aí”, revela Paula.

Questionada sobre o que ainda não respondeu, não falou ou não ouviu sobre a surdez, Paula declara “A acessibilidade para surdos oralizados. Numa faculdade, por exemplo, precisamos de sistema FM – mas só oferecem intérprete de libras como se isso ajudasse qualquer surdo. Legendas na TV, atendimento via chat ou SMS (que polícia, bombeiros e SAMU não tem). Hoje os cursinhos preparatórios para concursos só tem videoaulas e nenhum deles legenda as mesmas”.

 

Lançamento e a sessão de autógrafos livro Crônicas da Surdez, de Paula Pfeifer

03 de abril, às 19h30min

Local:The Park, Rua Venâncio Aires, junto ao Hotel Itaimbé