Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Banda Geringonça anima o público na Feira do Livro

Uma geringonça nada destrambelhada carregando seis membros de uma trupe com os mais variados perfis, invadiu o palco do Livro Livre, da Feira do Livro na segunda-feira, dia 05.  A banda Geringonça, de Santa Maria, foi responsável por mais um espetáculo musical na programação artística da feira.

Com uma mistura irreverente de ritmos, passeando por diversas vertentes da música nacional e internacional, logo de cara já passaram a mensagem que dá o tom do grupo: “Viemos para confundir, não para explicar”, da música “Florisbela”.

Intitulando-se uma banda que faz “música humana” por não ter um vínculo com nenhum gênero musical específico e pela performance teatral que interage com a plateia, o grupo arrancou sorrisos e palmas para acompanhar os diversos arranjos musicais e  composições criativas.

Mesmo em uma segunda-feira chuvosa, a trupe conseguiu contagiar todos os presentes com a energia que trazem em todos os seus shows, criando um ambiente descontraído levando do mais novo espectador ao mais velho a não ficar parado em nenhum momento.

Confira o repertório e mais histórias no site do grupo:

http://www.vivageringonca.com/

Banda executou composições próprias em diversos estilos.
Banda executou composições próprias em diversos estilos. Foto: Gabriela Vargas

Por Pedro Henrique Lucca e Renan Mattos

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma geringonça nada destrambelhada carregando seis membros de uma trupe com os mais variados perfis, invadiu o palco do Livro Livre, da Feira do Livro na segunda-feira, dia 05.  A banda Geringonça, de Santa Maria, foi responsável por mais um espetáculo musical na programação artística da feira.

Com uma mistura irreverente de ritmos, passeando por diversas vertentes da música nacional e internacional, logo de cara já passaram a mensagem que dá o tom do grupo: “Viemos para confundir, não para explicar”, da música “Florisbela”.

Intitulando-se uma banda que faz “música humana” por não ter um vínculo com nenhum gênero musical específico e pela performance teatral que interage com a plateia, o grupo arrancou sorrisos e palmas para acompanhar os diversos arranjos musicais e  composições criativas.

Mesmo em uma segunda-feira chuvosa, a trupe conseguiu contagiar todos os presentes com a energia que trazem em todos os seus shows, criando um ambiente descontraído levando do mais novo espectador ao mais velho a não ficar parado em nenhum momento.

Confira o repertório e mais histórias no site do grupo:

http://www.vivageringonca.com/

Banda executou composições próprias em diversos estilos.
Banda executou composições próprias em diversos estilos. Foto: Gabriela Vargas

Por Pedro Henrique Lucca e Renan Mattos