Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Gestão de projetos: pensar é dificil

Na noite dessa sexta-feira,03, encerrando o XVIII SEPE, o professor Mateus Sangoi Frozza, do curso de economia debateu sobre a Gestão de projetos. ” É extremamente difícil fazer um projeto, porque primeiro tem que pensar, e é difícil pensar, porque tem que ter objetivo “, diz o professor. Segundo ele, é necessário ter público alvo,  ir atrás, fazer estudo de mercado. “Ninguém é empreendedor sem dinheiro, porque idéias todos tem.”

Para vender pizzas gigantes, tem que ter o preço estabelecido, o moto táxi, o forno à lenha ou elétrico, os mantimentos e o estoque para serem armazenados,as  embalagens. Preço e valor são coisas distintas, explica ele. Se for concorrer via preço, tem que ter o preço menor que o do outro, como no xerox, por exemplo,pois existe uma concorrência entre todas. Na farmácia, em uma franquia, os remédios são tabelados, tem o mesmo valor e a mesma margem do lucro.

Para o professor, há uma dificuldade de compreensão da importância de valor. Segundo ele, a cada 100 pessoas que entram na faculdade, 10 desistem no primeiro ano e a classe média não soube responder para que serve a educação, no último senso do IBGE. Isto considerando o contexto de que 9% das indústrias estão no Rio Grande do Sul e, em 2050, a população do RS será de 30%.

Para ele, um dos projetos exitosos é o minha casa minha vida, porque aumentou a construção civil e, atrelado a ela, os construtores. Já os estádios foram projetos mal feitos, como o caso do Maracanã que precisou de 85 milhões, e para onde foram 10 milhões a mais do que  o previsto anteriormente.

Ressaltou também que um dos setores que mais empregam é o da beleza. “É bom investir, porque as pessoas vão atrás do valor e não muito do preço que vai custar, porque querem ficar mais bonitas”, disse. Segundo ele, em Santa Maria, aumentou o número de estéticas, de academias, salões de beleza, entre outros que lidam com a área da saúde e da beleza.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Na noite dessa sexta-feira,03, encerrando o XVIII SEPE, o professor Mateus Sangoi Frozza, do curso de economia debateu sobre a Gestão de projetos. ” É extremamente difícil fazer um projeto, porque primeiro tem que pensar, e é difícil pensar, porque tem que ter objetivo “, diz o professor. Segundo ele, é necessário ter público alvo,  ir atrás, fazer estudo de mercado. “Ninguém é empreendedor sem dinheiro, porque idéias todos tem.”

Para vender pizzas gigantes, tem que ter o preço estabelecido, o moto táxi, o forno à lenha ou elétrico, os mantimentos e o estoque para serem armazenados,as  embalagens. Preço e valor são coisas distintas, explica ele. Se for concorrer via preço, tem que ter o preço menor que o do outro, como no xerox, por exemplo,pois existe uma concorrência entre todas. Na farmácia, em uma franquia, os remédios são tabelados, tem o mesmo valor e a mesma margem do lucro.

Para o professor, há uma dificuldade de compreensão da importância de valor. Segundo ele, a cada 100 pessoas que entram na faculdade, 10 desistem no primeiro ano e a classe média não soube responder para que serve a educação, no último senso do IBGE. Isto considerando o contexto de que 9% das indústrias estão no Rio Grande do Sul e, em 2050, a população do RS será de 30%.

Para ele, um dos projetos exitosos é o minha casa minha vida, porque aumentou a construção civil e, atrelado a ela, os construtores. Já os estádios foram projetos mal feitos, como o caso do Maracanã que precisou de 85 milhões, e para onde foram 10 milhões a mais do que  o previsto anteriormente.

Ressaltou também que um dos setores que mais empregam é o da beleza. “É bom investir, porque as pessoas vão atrás do valor e não muito do preço que vai custar, porque querem ficar mais bonitas”, disse. Segundo ele, em Santa Maria, aumentou o número de estéticas, de academias, salões de beleza, entre outros que lidam com a área da saúde e da beleza.