Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Greve atinge 38 agências bancárias em Santa Maria e região

Greve no Banrisul.
Greve no Banrisul.

A greve dos bancários atinge 38 agências na região Central do Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (1º). A mobilização segue forte nos bancos públicos.

Em Santa Maria, todas as agências do Banrisul estão fechadas. Na Caixa Econômica Federal, estão abertas as agências Morotim (Bozano), Coração do Rio Grande (Fórum) e Boca do Monte (Tancredo Neves). Já no Banco do Brasil, apenas as agências Estilo (Avenida Medianeira) e a Niederauer (atende de forma parcial) seguem recebendo o público.
Na região, a greve mobiliza bancários em agências de Agudo, Formigueiro, Júlio de Castilhos, Restinga Seca, Faxinal do Soturno, São Sepé, São Pedro do Sul e Tupanciretã (confira a relação completa abaixo).
A greve está e fortalecida pela adesão dos bancários, uma vez que funcionários dos três bancos públicos aderiram à paralisação. Com o decorrer dos dias, não havendo mudanças no quadro de negociação, o movimento ficará mais forte – comenta o diretor do Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região, Claudenir Freitas.
Até o momento, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), não chamou a categoria para uma nova rodada de negociação. Os banqueiros oferecem reajuste de 7,35% (0,94% de aumento real) para os salários e demais verbas salariais de 8% (1,55% acima da inflação).
Por sua vez, os bancários reivindicam reajuste de 12,5%, valorização do piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 2.979,25 em junho), defesa do emprego, fim da terceirização e combate às metas abusivas e ao assédio moral.
Sindicato dos Bancários completa 79 anos nesta quinta-feira
Agência Centro da CEF parou. Fotos: Maiquel Rosauro
Agência Centro da CEF parou. Fotos: Maiquel Rosauro

Amanhã será um dia especial para o Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região. Em meio à greve, a entidade completará 79 anos de existência. O Sindicato é o segundo maior da categoria no Estado, possui cerca de 2 mil sindicalizados. Apenas o Sindicato de Porto Alegre tem número maior de sindicalizados no Rio Grande do Sul.

O Sindicato dos Bancários de Santa Maria abrange 24 municípios da região: Agudo, Cacequi, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Formigueiro, Itaara, Ivorá, Jaguari, Jari, Júlio de Castilhos, Mata, Nova Esperança do Sul, Nova Palma, Pinhal Grande, Quevedos, Restinga Sêca, Santa Maria, Silveira Martins, São João do Polêsine, São Martinho da Serra, São Pedro do Sul, São Sepé, São Vicente do Sul e Tupanciretã.

Principais reivindicações da Campanha Salarial dos Bancários 2014

Reajuste salarial de 12,5%;

PLR: três salários mais R$ 6.247;

 Piso: R$ 2.979,25 (salário mínimo do Dieese em valores de junho);

Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 724,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional);

Melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoecem os bancários;

 Emprego: fim das demissões e da rotatividade, mais contratações, proibição às dispensas imotivadas, aumento da inclusão bancária, combate às terceirizações diante dos riscos de aprovação do PL 4330 na Câmara Federal, do PLS 087 no Senado e do julgamento de Recurso Extraordinário com Repercussão Geral no STF;

Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS): para todos os bancários;

Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós;

Prevenção contra assaltos e sequestros: cumprimento da Lei 7.102/83 que exige plano de segurança em agências e PABs, garantindo pelo menos dois vigilantes durante todo o horário de funcionamento dos bancos; instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento das agências; e fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários;

Igualdade de oportunidades para todos, pondo fim às discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, gays, lésbicas, transexuais e pessoas com deficiência (PCDs).

Por  Maiquel Rosauro, Jornalista (MTb/RS 13334)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Greve no Banrisul.
Greve no Banrisul.

A greve dos bancários atinge 38 agências na região Central do Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (1º). A mobilização segue forte nos bancos públicos.

Em Santa Maria, todas as agências do Banrisul estão fechadas. Na Caixa Econômica Federal, estão abertas as agências Morotim (Bozano), Coração do Rio Grande (Fórum) e Boca do Monte (Tancredo Neves). Já no Banco do Brasil, apenas as agências Estilo (Avenida Medianeira) e a Niederauer (atende de forma parcial) seguem recebendo o público.
Na região, a greve mobiliza bancários em agências de Agudo, Formigueiro, Júlio de Castilhos, Restinga Seca, Faxinal do Soturno, São Sepé, São Pedro do Sul e Tupanciretã (confira a relação completa abaixo).
A greve está e fortalecida pela adesão dos bancários, uma vez que funcionários dos três bancos públicos aderiram à paralisação. Com o decorrer dos dias, não havendo mudanças no quadro de negociação, o movimento ficará mais forte – comenta o diretor do Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região, Claudenir Freitas.
Até o momento, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), não chamou a categoria para uma nova rodada de negociação. Os banqueiros oferecem reajuste de 7,35% (0,94% de aumento real) para os salários e demais verbas salariais de 8% (1,55% acima da inflação).
Por sua vez, os bancários reivindicam reajuste de 12,5%, valorização do piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 2.979,25 em junho), defesa do emprego, fim da terceirização e combate às metas abusivas e ao assédio moral.
Sindicato dos Bancários completa 79 anos nesta quinta-feira
Agência Centro da CEF parou. Fotos: Maiquel Rosauro
Agência Centro da CEF parou. Fotos: Maiquel Rosauro

Amanhã será um dia especial para o Sindicato dos Bancários de Santa Maria e Região. Em meio à greve, a entidade completará 79 anos de existência. O Sindicato é o segundo maior da categoria no Estado, possui cerca de 2 mil sindicalizados. Apenas o Sindicato de Porto Alegre tem número maior de sindicalizados no Rio Grande do Sul.

O Sindicato dos Bancários de Santa Maria abrange 24 municípios da região: Agudo, Cacequi, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Formigueiro, Itaara, Ivorá, Jaguari, Jari, Júlio de Castilhos, Mata, Nova Esperança do Sul, Nova Palma, Pinhal Grande, Quevedos, Restinga Sêca, Santa Maria, Silveira Martins, São João do Polêsine, São Martinho da Serra, São Pedro do Sul, São Sepé, São Vicente do Sul e Tupanciretã.

Principais reivindicações da Campanha Salarial dos Bancários 2014

Reajuste salarial de 12,5%;

PLR: três salários mais R$ 6.247;

 Piso: R$ 2.979,25 (salário mínimo do Dieese em valores de junho);

Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 724,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional);

Melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoecem os bancários;

 Emprego: fim das demissões e da rotatividade, mais contratações, proibição às dispensas imotivadas, aumento da inclusão bancária, combate às terceirizações diante dos riscos de aprovação do PL 4330 na Câmara Federal, do PLS 087 no Senado e do julgamento de Recurso Extraordinário com Repercussão Geral no STF;

Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS): para todos os bancários;

Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós;

Prevenção contra assaltos e sequestros: cumprimento da Lei 7.102/83 que exige plano de segurança em agências e PABs, garantindo pelo menos dois vigilantes durante todo o horário de funcionamento dos bancos; instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento das agências; e fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários;

Igualdade de oportunidades para todos, pondo fim às discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, gays, lésbicas, transexuais e pessoas com deficiência (PCDs).

Por  Maiquel Rosauro, Jornalista (MTb/RS 13334)