Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Polvo Louco: história e transformações na incubadora da Unifra

Polvo Louco
Logomarca da Polvo Louco. Foto: Divulgação

Uma empresa que oferece descontos em produtos e serviços pela internet. Atua há mais de cinco anos em Santa Maria. Já conta com mais de 100 mil cupons vendidos, três mil ofertas realizadas e 50 mil clientes. Assim pode-se apresentar o Polvo Louco, que desde 2010 oferece descontos em diversas áreas de lazer, entretenimento e serviços da cidade, que está em fase de expansão e com novos projetos saindo do papel. De acordo com Nareo de David, um dos sócios criadores e  diretor executivo do Polvo, a empresa evoluiu e passou por transformações ao longo dos anos. “Começamos em 2010 com ofertas, no boom de ofertas coletivas. Evoluímos o conceito, hoje somos shopping de ofertas”, relata.

Nascida em Porto Alegre e Itaqui, em 2010, por meio dos irmãos Eduardo e Eliezer Righi, o empreendimento só ganhou impulso em Santa Maria. De acordo com David, POA tinha um mercado muito amplo e era difícil investir na cidade, enquanto Itaqui era muito pequena. Por meio de um amigo em comum, Nareo conheceu Eliezer, que buscava por alguém que pudesse trabalhar na área comercial. “O Vinícius(amigo em comum) me conhecia, e sabia das minhas ideias, aí ele falou “Nareo, eu tenho um negócio que é a tua cara. Acho que é pra ti”. Ele me apresentou ao Elieser, marcamos um café e a partir daquele dia eu comecei a trabalhar”, relembra David.

O negócio começou com três pessoas, Nareo, Eliezer e Eduardo, mas atualmente, 15 pessoas integram a equipe – entre estagiários, terceirizados e sócios.  Entre os três sócios, cada um opera em um âmbito diferente: Nareo é responsável pela área comercial, negócio e comunicação, Eduardo atua no setor  financeiro e atendimento ao cliente, e Elieser trabalha com marketing, comunicação, identidade visual e layout do site. “Sozinho a gente não vai pra lugar nenhum. Cada um faz a sua parte e junto a gente faz o todo”, assegura David.

Expansão e Identidade Visual

Identidade visual
Antiga logomarca. Foto: Divulgação

A empresa, fixada em Santa Maria, já atua em Santa Cruz há dois meses. Um dos investimentos do Polvo Louco é a expansão na prestação de serviço em outras cidades. “Ano que vem estamos pensando em estruturar uma franquia do nosso negócio para poder otimizar nosso processo de expansão”, destaca David. Para que o projeto se estenda a outros municípios é preciso investimento, capital de marketing e pessoal. Conforme David, a organização está buscando por investidores e modelos de franquia que possam auxiliar neste processo.

A imagem do Polvo passou por mudanças estéticas. A mudança de imagem está relacionada com a mensagem que a empresa deseja passar. “Precisávamos de algo mais minimalista, sintético associado a tecnologia e também um pouco mais de profissionalismo e responsabilidade associada a nossa marcar”, explica David. O uso de cores diferentes é utilizado para representar cada serviço oferecido, além de contar com detalhes que diferem os polvos.

Polvo club O Polvo Club oferece descontos, de até 50%, em mais de 140 estabelecimentos. O cartão proporciona vantagens e garante que o convidado que possua o mesmo desconto possa usufruir dos benefícios
 Polvo ofertas Plataforma que oferece descontos e vantagens em produtos e serviços nas  empresas cadastradas.
 Polvo ticktes O Polvo Tickets é uma plataforma de compra e gestão de ingressos online. Também possibilita a criação, encontro e a participação de eventos – como show, palestras e festas.
 Polvo Spot Plataforma que será lançada no mês de novembro. O programa de fidelidade digital, irá trabalhar com acumulação de pontos em estabelecimentos da cidade.

 

Incubadora Tecnológica e Futuro do Polvo Louco

O Polvo Louco foi uma das primeiras empresas a compor o ambiente de inovação da Incubadora Tecnológica da Unifra (Itec).  Nareo de David, formado em Administração pela instituição, viu na Itec uma forma de concretizar o projeto que já estava em andamento. “Logo senti a necessidade de estar mais próximo, ter um ambiente físico  – trabalhávamos sempre em casa – e foi através da incubadora que a gente encontrou um meio de ter esse espaço para trabalhar em conjunto, com valor que fosse acessível pra nós”, explica. Além do espaço físico oferecido, a rede de contato estabelecido pelas empresas(networking) possibilita uma troca de experiências e conhecimento, de acordo com David.  

O Polvo Louco tem a internet como ferramenta de trabalho e busca estar atualizado com as tecnologias e tendências. “As pessoas estão cada vez mais sem tempo, querem comodidade, valorizar cada vez mais seu dinheiro e querem ser reconhecidas pelas empresas”, declara David sobre como o modo de compra mudou. Um dos motivos para a criação de diferentes serviços da empresa, é o atendimento a diferentes públicos e suas demandas. “A ideia também é de educar as pessoas ,que elas têm essa possibilidade de facilitar a vida delas e proporcionar economia também nos serviços de vantagens.O grande diferencial nosso é que tu tem tudo no mesmo local, na mesma plataforma”, argumenta. 

Ao fazer um balanço dos quase seis anos de atuação do negócio, David conclui que o Polvo Louco já passou por mudanças e agora está estruturado para expandir. Segundo o diretor executivo, o que motiva a continuar o trabalho são os momentos em que são convidados a palestras, ver como o empreendimento é reconhecido, pois por ser digital, as pessoas não são vistas. Porém, observa que ser empreendedor não é fácil e que nem sempre as coisas saem como esperado, mas que a motivação e o legado deixado são gratificantes.   “Não é da noite pro dia que as coisas acontecem, ainda mais sem capital. Conseguimos sustentar toda a equipe. Foi uma outra graduação que eu tive, na prática”. 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polvo Louco
Logomarca da Polvo Louco. Foto: Divulgação

Uma empresa que oferece descontos em produtos e serviços pela internet. Atua há mais de cinco anos em Santa Maria. Já conta com mais de 100 mil cupons vendidos, três mil ofertas realizadas e 50 mil clientes. Assim pode-se apresentar o Polvo Louco, que desde 2010 oferece descontos em diversas áreas de lazer, entretenimento e serviços da cidade, que está em fase de expansão e com novos projetos saindo do papel. De acordo com Nareo de David, um dos sócios criadores e  diretor executivo do Polvo, a empresa evoluiu e passou por transformações ao longo dos anos. “Começamos em 2010 com ofertas, no boom de ofertas coletivas. Evoluímos o conceito, hoje somos shopping de ofertas”, relata.

Nascida em Porto Alegre e Itaqui, em 2010, por meio dos irmãos Eduardo e Eliezer Righi, o empreendimento só ganhou impulso em Santa Maria. De acordo com David, POA tinha um mercado muito amplo e era difícil investir na cidade, enquanto Itaqui era muito pequena. Por meio de um amigo em comum, Nareo conheceu Eliezer, que buscava por alguém que pudesse trabalhar na área comercial. “O Vinícius(amigo em comum) me conhecia, e sabia das minhas ideias, aí ele falou “Nareo, eu tenho um negócio que é a tua cara. Acho que é pra ti”. Ele me apresentou ao Elieser, marcamos um café e a partir daquele dia eu comecei a trabalhar”, relembra David.

O negócio começou com três pessoas, Nareo, Eliezer e Eduardo, mas atualmente, 15 pessoas integram a equipe – entre estagiários, terceirizados e sócios.  Entre os três sócios, cada um opera em um âmbito diferente: Nareo é responsável pela área comercial, negócio e comunicação, Eduardo atua no setor  financeiro e atendimento ao cliente, e Elieser trabalha com marketing, comunicação, identidade visual e layout do site. “Sozinho a gente não vai pra lugar nenhum. Cada um faz a sua parte e junto a gente faz o todo”, assegura David.

Expansão e Identidade Visual

Identidade visual
Antiga logomarca. Foto: Divulgação

A empresa, fixada em Santa Maria, já atua em Santa Cruz há dois meses. Um dos investimentos do Polvo Louco é a expansão na prestação de serviço em outras cidades. “Ano que vem estamos pensando em estruturar uma franquia do nosso negócio para poder otimizar nosso processo de expansão”, destaca David. Para que o projeto se estenda a outros municípios é preciso investimento, capital de marketing e pessoal. Conforme David, a organização está buscando por investidores e modelos de franquia que possam auxiliar neste processo.

A imagem do Polvo passou por mudanças estéticas. A mudança de imagem está relacionada com a mensagem que a empresa deseja passar. “Precisávamos de algo mais minimalista, sintético associado a tecnologia e também um pouco mais de profissionalismo e responsabilidade associada a nossa marcar”, explica David. O uso de cores diferentes é utilizado para representar cada serviço oferecido, além de contar com detalhes que diferem os polvos.

Polvo club O Polvo Club oferece descontos, de até 50%, em mais de 140 estabelecimentos. O cartão proporciona vantagens e garante que o convidado que possua o mesmo desconto possa usufruir dos benefícios
 Polvo ofertas Plataforma que oferece descontos e vantagens em produtos e serviços nas  empresas cadastradas.
 Polvo ticktes O Polvo Tickets é uma plataforma de compra e gestão de ingressos online. Também possibilita a criação, encontro e a participação de eventos – como show, palestras e festas.
 Polvo Spot Plataforma que será lançada no mês de novembro. O programa de fidelidade digital, irá trabalhar com acumulação de pontos em estabelecimentos da cidade.

 

Incubadora Tecnológica e Futuro do Polvo Louco

O Polvo Louco foi uma das primeiras empresas a compor o ambiente de inovação da Incubadora Tecnológica da Unifra (Itec).  Nareo de David, formado em Administração pela instituição, viu na Itec uma forma de concretizar o projeto que já estava em andamento. “Logo senti a necessidade de estar mais próximo, ter um ambiente físico  – trabalhávamos sempre em casa – e foi através da incubadora que a gente encontrou um meio de ter esse espaço para trabalhar em conjunto, com valor que fosse acessível pra nós”, explica. Além do espaço físico oferecido, a rede de contato estabelecido pelas empresas(networking) possibilita uma troca de experiências e conhecimento, de acordo com David.  

O Polvo Louco tem a internet como ferramenta de trabalho e busca estar atualizado com as tecnologias e tendências. “As pessoas estão cada vez mais sem tempo, querem comodidade, valorizar cada vez mais seu dinheiro e querem ser reconhecidas pelas empresas”, declara David sobre como o modo de compra mudou. Um dos motivos para a criação de diferentes serviços da empresa, é o atendimento a diferentes públicos e suas demandas. “A ideia também é de educar as pessoas ,que elas têm essa possibilidade de facilitar a vida delas e proporcionar economia também nos serviços de vantagens.O grande diferencial nosso é que tu tem tudo no mesmo local, na mesma plataforma”, argumenta. 

Ao fazer um balanço dos quase seis anos de atuação do negócio, David conclui que o Polvo Louco já passou por mudanças e agora está estruturado para expandir. Segundo o diretor executivo, o que motiva a continuar o trabalho são os momentos em que são convidados a palestras, ver como o empreendimento é reconhecido, pois por ser digital, as pessoas não são vistas. Porém, observa que ser empreendedor não é fácil e que nem sempre as coisas saem como esperado, mas que a motivação e o legado deixado são gratificantes.   “Não é da noite pro dia que as coisas acontecem, ainda mais sem capital. Conseguimos sustentar toda a equipe. Foi uma outra graduação que eu tive, na prática”.