Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

O jornalismo e a oportunidade de documentar a vida

Tiago Guedes. Foto: arquivo pessoal.

Como parte da programação dos 18 do Curso de Jornalismo da UFN, a série Celeiro de Talentos apresenta o perfil do jornalista Tiago Guedes, formado há quase 15 anos. Conhecido pelos gaúchos que acompanham as notícias do estado pela televisão, Tiago conta que cursar Jornalismo não era sua primeira opção, pois ele estudava Química quando decidiu mudar de profissão.

Satisfeito com a troca, ele avalia o saldo positivo dessa opção: “O jornalismo me deu a inquietação, a vontade de falar com gente nova todos os dias e principalmente oportunidade de contar histórias que a vida de cientista não me proporcionaria”, relata fazendo um balanço dessa escolha de vida. A troca corajosa do rumo profissional foi o início de uma bem sucedida carreira de jornalista.

Sobre o tempo na faculdade, o repórter conta que o Curso de Jornalismo foi um norte para ele, além da base teórica e prática sobre comunicação. “Digo base no sentido de alicerce de uma construção, do aprendizado que é diário. O jornalismo tem novidade todos os dias. É o retrato da vida.” define Tiago.

Tiago na Arena do Grêmio. Foto: arquivo pessoal.

Mas o gosto pela prática, pela reportagem já aparecia nas disciplinas do curso de Jornalismo da UFN que mais se identificava. Ele relata que Rádio, Jornal e TV eram as que ele mais gostava, pois era ali que a profissão era visualizada. As aulas práticas o faziam sentir um jornalista de verdade. “mesmo que depois, no mercado de trabalho, se descubra que a realidade é bem mais dura. Fazer jornalismo diário não é tarefa fácil! Tem quem se acomode na redação, mas esse não é o meu lugar”, confessa Tiago.

Atualmente, o jornalista é repórter na RBS TV em Porto Alegre e começou na Sucursal em Alegrete no ano de 2007. No ano seguinte, trabalhou em Uruguaiana. Também passou pelas emissoras de Passo Fundo, Santa Cruz do Sul e Santa Maria pelo grupo RBS. Apenas entre 2011 e 2012 ficou fora da empresa, quando trabalhou em uma afiliada do SBT em Manaus.

Para Tiago, o jornalismo é essencial para a sociedade, “O jornalismo mostra sua importância todos os dias, inclusive quando as pessoas reclamam sobre o que veem, escutam ou leem. Isso significa que a comunicação funcionou, que a realidade de alguém impactou na vida de outro. Isso é jornalismo, um elo entre mundos, muitas vezes uma luz pra quem não tem mais esperança.” afirma o repórter da RBS.

Tiago em participação no Jornal Hoje. Foto: arquivo pessoal.

Sobre a profissão, o jornalista comenta que a sua motivação diária é a oportunidade que a profissão dá ao realizar algo novo todos os dias. “Tem colega que reclama da rotina de chegar na redação, pegar a pauta, juntar os equipamentos, sair e voltar com a reportagem. Para mim isso não é rotina, é quase um ritual em que fico pensando: o que nos espera na rua hoje? Vou me emocionar? Vou mudar a vida de alguém quando a reportagem for ao ar? Todos os dias o jornalismo faz a diferença.” complementa Tiago Guedes, afirmando:” Nossa profissão é linda e fundamental em todos os momentos, bons e difíceis que passamos. Reportar é documentar a vida.”

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tiago Guedes. Foto: arquivo pessoal.

Como parte da programação dos 18 do Curso de Jornalismo da UFN, a série Celeiro de Talentos apresenta o perfil do jornalista Tiago Guedes, formado há quase 15 anos. Conhecido pelos gaúchos que acompanham as notícias do estado pela televisão, Tiago conta que cursar Jornalismo não era sua primeira opção, pois ele estudava Química quando decidiu mudar de profissão.

Satisfeito com a troca, ele avalia o saldo positivo dessa opção: “O jornalismo me deu a inquietação, a vontade de falar com gente nova todos os dias e principalmente oportunidade de contar histórias que a vida de cientista não me proporcionaria”, relata fazendo um balanço dessa escolha de vida. A troca corajosa do rumo profissional foi o início de uma bem sucedida carreira de jornalista.

Sobre o tempo na faculdade, o repórter conta que o Curso de Jornalismo foi um norte para ele, além da base teórica e prática sobre comunicação. “Digo base no sentido de alicerce de uma construção, do aprendizado que é diário. O jornalismo tem novidade todos os dias. É o retrato da vida.” define Tiago.

Tiago na Arena do Grêmio. Foto: arquivo pessoal.

Mas o gosto pela prática, pela reportagem já aparecia nas disciplinas do curso de Jornalismo da UFN que mais se identificava. Ele relata que Rádio, Jornal e TV eram as que ele mais gostava, pois era ali que a profissão era visualizada. As aulas práticas o faziam sentir um jornalista de verdade. “mesmo que depois, no mercado de trabalho, se descubra que a realidade é bem mais dura. Fazer jornalismo diário não é tarefa fácil! Tem quem se acomode na redação, mas esse não é o meu lugar”, confessa Tiago.

Atualmente, o jornalista é repórter na RBS TV em Porto Alegre e começou na Sucursal em Alegrete no ano de 2007. No ano seguinte, trabalhou em Uruguaiana. Também passou pelas emissoras de Passo Fundo, Santa Cruz do Sul e Santa Maria pelo grupo RBS. Apenas entre 2011 e 2012 ficou fora da empresa, quando trabalhou em uma afiliada do SBT em Manaus.

Para Tiago, o jornalismo é essencial para a sociedade, “O jornalismo mostra sua importância todos os dias, inclusive quando as pessoas reclamam sobre o que veem, escutam ou leem. Isso significa que a comunicação funcionou, que a realidade de alguém impactou na vida de outro. Isso é jornalismo, um elo entre mundos, muitas vezes uma luz pra quem não tem mais esperança.” afirma o repórter da RBS.

Tiago em participação no Jornal Hoje. Foto: arquivo pessoal.

Sobre a profissão, o jornalista comenta que a sua motivação diária é a oportunidade que a profissão dá ao realizar algo novo todos os dias. “Tem colega que reclama da rotina de chegar na redação, pegar a pauta, juntar os equipamentos, sair e voltar com a reportagem. Para mim isso não é rotina, é quase um ritual em que fico pensando: o que nos espera na rua hoje? Vou me emocionar? Vou mudar a vida de alguém quando a reportagem for ao ar? Todos os dias o jornalismo faz a diferença.” complementa Tiago Guedes, afirmando:” Nossa profissão é linda e fundamental em todos os momentos, bons e difíceis que passamos. Reportar é documentar a vida.”