Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

prefeitura

Ações solidárias ganham força no frio do inverno

Com a chegada do inverno muitas ações solidárias ocorrem com o objetivo de ajudar aqueles que não tem condições de se manterem protegidos do frio. Famílias e pessoas em situação de rua são o foco dos

Obras alteram o trânsito no centro de Santa Maria

A prefeitura de Santa Maria informou nesta manhã, 11, as novas alterações no trânsito decorrentes das obras do Plano de Recuperação da Pavimentação — etapa Rio Branco. O bloqueio ocorreu na primeira quadra da Avenida Rio

Prefeitura mantém serviços essenciais no feriado prolongado do dia 20

Na próxima quinta-feira (20), feriado estadual alusivo à Revolução Farroupilha, não haverá expediente nos órgãos e repartições da Administração Municipal. No entanto, a Prefeitura mantém em funcionamento os serviços essenciais à população, inclusive durante a sexta-feira

Programação especial nos 160 anos de Santa Maria

  Para homenagear Santa Maria por seu aniversário de 160 anos de emancipação político-administrativa, a Prefeitura promove, nesta quinta-feira, 17, a segunda edição do Viva Santa Maria das 10h às 22h no Parque da Medianeira, além de

Novo protesto contra o prefeito Cezar Schirmer

Na noite desta quarta, 30, num movimento rápido, manifestantes do Bloco de Lutas de Santa Maria ocuparam a praça Saldanha Marinho, onde ocorre a Feira do Livro, e protestaram durante o pronunciamento do prefeito Cezar Schirmer. Com cartazes

Com a chegada do inverno muitas ações solidárias ocorrem com o objetivo de ajudar aqueles que não tem condições de se manterem protegidos do frio. Famílias e pessoas em situação de rua são o foco dos projetos.

A Campanha do Agasalho de Santa Maria é realizada anualmente, através da Secretaria de Desenvolvimento Social. As arrecadações são feitas em 40 pontos de coleta na cidade e a equipe de desenvolvimento social também faz a coleta, triagem e organização das roupas  no Centro Desportivo Municipal. Para quem tem interesse em receber as doações, um cadastro deve ser preenchido e, depois, é permitido ficar durante 10 minutos no pavilhão, onde estão armazenadas as doações. Cada pessoa tem direito a  escolher até sete peças de inverno e dois pares de calçado. Só é permitida a entrada de uma pessoa por família e a mesma só poderá voltar ao Pavilhão B novamente após 15 dias. Os agasalhos podem ser retirados no Pavilhão B do Centro Desportivo Municipal (CDM) nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h ao meio-dia.

Para aqueles que desejam doar, são solicitados artigos de inverno, como agasalhos, cobertores e sapatos fechados . em bom estado de conservação. O Executivo Municipal pede também que as peças estejam limpas e empacotadas em sacos plásticos fechados.

Retirada de roupas no Pavilhão B do CDM. Foto: João Alves (Mtb: 17.922)

As arrecadações ocorrem até o dia 31 de julho, nos seguintes pontos de coleta: CDM, Prefeitura, Rede Vivo, Monet Plaza Shopping, Câmara de Dirigentes Lojistas,  Associação dos Professores da Universidade Federal de Santa Maria (Apusm), Avacon Administradora de Condomínios, Imobiliária Cancian, Universidade Franciscana (UFN), Restaurante Entrevero, Vida Card, Royal Plaza Shopping, Associação Motociclística Gaudérios do Asfalto, Banco de Alimentos, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Oral Sim, Lumenk, Sulclean, Grupo Voalle,– Safira Modas, Faculdade Metodista de Santa Maria (Fames), Faculdade Palotina (Fapas), Faculdade de Direito de Santa Maria (Fadisma), Clube Recreativo Dores, Totem, Lojas Safira, Lilica e Tigor, Associação dos Transportadores Urbanos (ATU), Shopping Praça Nova, Redemaq, Centro Óptico, Elegância Center Shop, Faculdade de Ciências Jurídicas de Santa Maria (Unism), Mekal Química, Panvel Farmácias, Davant Odontologia e Implantes, Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (SICOOB), Cross Life Dores, Casa Lar Ambientes.

Cidades da região também promovem campanhas no período de frio extremo para ajudar a população. Em Caçapava do Sul, a Prefeitura Municipal e a Secretaria de Assistência Social tentam amenizar a situação de vulnerabilidade das pessoas. Conforme a secretária da Assistentência Social Andressa Lisboa,  “o nosso município não tinha albergue até o ano passado, quando inauguramos em 2021 conseguimos solucionar muitos problemas dos moradores de rua”. A Secretária explica que trata-se apenas de tentar solucionar, tentar amenizar porque esse problema é uma coisa do mundo não somente de Caçapava. O funcionamento do albergue ocorre no período da noite. No local os usuários passam a noite, tomam o café da manhã e saem durante a manhã. Alguns moradores tem permissão para ficar em turno integral, como é o caso de uma senhora que já é bem mais idosa e não aceita ir para outra casa, tem que ser o albergue.

Albergue Municial de Caçapava do Sul Ney Antônio Goulart Tavares. Imagem: Divulgação/Prefeitura de Caçapava

Em Caçapava também ocorre a Campanha do Agasalho. Segundo Andressa “tivemos mais doações antes do começo da campanha, porque o frio iniciou e o pessoal já começou a doar. Agora estamos com muitos pontos de coleta, mas com dificuldades em receber roupas masculinas e de criança”.

Colaboração: Vitória Oliveira

Na última semana de maio ocorreu a doação dos equipamentos eletrônicos da ‘Campanha de Arrecadação de Computadores’ realizada por acadêmicos dos cursos de ciências tecnológicas da Universidade Franciscana (UFN). A entrega foi feita no pátio do Conjunto I e também contou com a presença de alunos de oito escolas da Rede Municipal de Ensino Fundamental de Santa Maria, da Prefeitura Municipal e representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

A ação foi uma proposta da disciplina de Projeto Integrador I, do curso de Ciência da Computação da UFN e teve o apoio das graduações de Sistemas de Informação e Jogos Digitais que também participaram do processo. Foram arrecadados 20 equipamentos, entre computadores, notebooks e smartphones que foram doados aos estudantes presentes. A distribuição dos materiais ocorreu por meio de sorteios, posteriormente cada escola apontar três alunos para receberem os eletrônicos.

“Mantivemos contato imediato com os diretores de cada escola, para que nos passassem os nomes e informações das crianças que mais precisavam de equipamentos. Por estarmos em pandemia, há muitas sem recursos tecnológicos para acompanhar as aulas, por isso a importância da participação de diretores e representantes institucionais”, declarou Maritê Moro, representante do Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal de Santa Maria.

Algumas escolas adotaram estratégias de seleção para identificar a necessidade de cada pessoa. Frente a este exemplo, a vice-diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Rejane Garcia Gervini, Livia Campos, destaca que houve o direcionamento de atenção às crianças com maior número de irmãos: “Muitos alunos nossos não têm recursos para acessar as aulas remotas. A estratégia foi selecionar crianças que tivessem mais irmãos, como método de contemplar uma maior quantidade de pessoas. Queremos auxiliar o bloco de alfabetização, pois este é decisivo na educação básica”.

A organização da campanha estabeleceu uma parceria entre a UFN, a OAB e a Prefeitura Municipal, que uniram-se a fim de fazer com que crianças do município pudessem ter acesso às aulas a distância. Segundo a secretária de Educação de Santa Maria, Lúcia Madruga, a parceria entre as instituições assume uma campanha conjunta para auxiliar o município a chegar no público infantil que precisa de auxílio educacional. Ela salienta que o papel do município na entrega de equipamentos, ganha força a partir de iniciativas deste âmbito, pois a assistência passa a ser não somente às entidades de ensino, mas diretamente com estas crianças.

Também esteve presente o prefeito Jorge Pozzobom, que realçou a magnitude da união entre as entidades para o apoio social. “Buscamos incentivar a doação de materiais em perfeitas condições, pois o desapego deve fazer parte da nossa rotina. Desapegar de materiais que muitas vezes não usamos, mas que encontram-se em boas condições e possam auxiliar na vida de pessoas que necessitam. Queremos incentivar uma educação solidária”, completou.

A iniciativa buscou suprir parte das necessidades de crianças que não possuem recursos para acompanhar as aulas remotas durante o período pandêmico. Exemplo disto, é a neta de Lucila Santos, que frequenta a 1ª série na EMEF Diácono João Luiz Pozzobon. “Meu celular havia quebrado, logo minha neta não pôde seguir com as aulas. Mandei uma mensagem para a professora dela, informando sobre o ocorrido e assim que fiquei sabendo da campanha, quis participar, pois é o que vai ajudar na educação dela”, contou Lucila.

Realizada em dois momentos, propondo a presença de dois grupos de alunos em horários distintos a fim de seguir os protocolos de distanciamento social, foram agraciadas as instituições: EMEF Rejane Garcia Gervini, EMEF Chácara das Flores, EMEF Irmão Quintino, EMEF Nossa Sra. do Perpétuo Socorro, EMEF Diácono João Luiz Pozzobon, EMEF Tenente João Pedro Menna Barreto, EMEF Luizinho de Grandi e EMEF Padre Gabriel Bolzan.

Os materiais recebidos passaram por formatações e limpezas, efetuadas pelos acadêmicos do curso de Ciência da Computação, responsáveis pela elaboração da campanha. “É uma alegria ajudar um pouco às crianças a alcançarem seus sonhos, por parte da educação. Dá esperança às outras pessoas seguirem estudando”, comentou Roger Palma, acadêmico do 5º semestre do curso de Ciência da Computação. Junto dele, Thiago Rocha (1º semestre) e Eduardo Zborowski (2º semestre) também auxiliaram em toda organização da campanha. Todos estudantes envolvido tiveram a supervisão do professor Alessandro Mainardi, que reiterou a importância da conexão entre instituição de nível superior e sociedade: “Buscamos por meio destas ações conectar diferentes públicos. É importante conseguirmos manter essa relação, trazendo um grupo de pessoas para dentro da Universidade, e levar a Universidade até elas”.

Texto: Assessoria de Comunicação UFN

Fotos: Eduardo Camponogara/Estagiário de Publicidade e Propaganda da UFN

Entre as diversas oficinas realizadas pelo Centro de Atenção Psicossocial Prado Veppo, uma delas chama a atenção. É a Oficina de Biscoitos, em que são produzidos 600 biscoitos por semana, que são comercializados em feiras e palestras da área da saúde. A psicóloga Fernanda Altermann, que coordena o grupo Uma Boa Ideia, explica que, além da questão de autonomia, a produção dos biscoitos possibilita aos integrantes a inserção no mercado de trabalho. Um dos participantes já está empregado e mais duas pessoas que integram outras oficinas do Caps estão em processo de colocação em empresas.

As autoridades que estiveram na solenidade de entrega do forno receberam broas recheadas feitas pelos própria equipe atendida pelo CAPS. Foto: Deise Fachin / Prefeitura.

Para alavancar a produção, a Prefeitura de Santa Maria fez, hoje pela manhã, 16 de agosto, a doação de um forno para o grupo Uma Boa Ideia. Estavam presentes na solenidade de entrega do equipamento o prefeito Jorge Pozzobom, equipe do Caps, pessoa atendidas e outras autoridades. O Secretário da Saúde Francisco Harrisson salientou “Os trabalhos realizados pelos Caps de Santa Maria são referência para toda a região. As pessoas atendidas pela Saúde Mental representam uma parcela muito grande da comunidade e, por isso, é muito importante pensar em alternativas de atendimento para todos”. As pessoas presentes na cerimônia foram presenteadas com o biscoito chamado de União Estável, uma adaptação do Bem Casado. São duas broas recheadas com goiabada, criação dos próprios integrantes da oficina.

Prefeitura doou forno para alavancar a produção. Foto: Deise Fachin / Prefeitura.

O Caps Prado Veppo fica na Avenida Hélvio Basso, 1.245, e atende pessoas com transtornos mentais graves. Por mês, são atendidas mais de 700 pessoas, entre homens e mulheres de diferentes idades. A equipe conta com 10 servidores da área de saúde, entre psicólogos, psiquiatras e terapeutas ocupacionais, além de seis residentes e estagiários.

 

Com informações da Prefeitura Municipal de Santa Maria.

A prefeitura de Santa Maria informou nesta manhã, 11, as novas alterações no trânsito decorrentes das obras do Plano de Recuperação da Pavimentação — etapa Rio Branco. O bloqueio ocorreu na primeira quadra da Avenida Rio Branco, entre a Rua Venâncio Aires e Rua dos Andradas, no sentido Bairro-Centro, onde o trabalho começou já nesta manhã.

No trecho da avenida onde o trânsito de automóveis está interrompido, apenas veículos do transporte coletivo podem trafegar, utilizando a pista da direita, junto à calçada. A Secretaria de Mobilidade Urbana está dando acesso aos moradores da quadra e àqueles que acessam serviços e empresas localizadas naquela via, com entrada e saída pela Rua André Marques.

A orientação aos motoristas que se deslocam no sentido Centro-Bairro é seguir pela rua Venâncio Aires, após ingressarem na rua André Marques até a Rua Vale Machado. Agentes de Trânsito estarão dando orientações do trânsito aos motoristas até as obras serem terminadas.

Obras de pavimentação na Avenida Rio Branco estavam paradas às 17h quando foi feita a foto. Foto: Lucas Linck/LABFEM.

UPA permanecerá aberta durante o feriado prolongado.Foto: João Alves (PMSM) arquivo

Na próxima quinta-feira (20), feriado estadual alusivo à Revolução Farroupilha, não haverá expediente nos órgãos e repartições da Administração Municipal. No entanto, a Prefeitura mantém em funcionamento os serviços essenciais à população, inclusive durante a sexta-feira (21), quando será ponto facultativo aos servidores públicos municipais. O expediente na Prefeitura será retomado na segunda-feira (24), às 7h30min.

 UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE E ESFs

As Unidades Básicas de Saúde (UBSs), as Estratégia Saúde da Família (ESFs) e a sede da Secretaria de Saúde do Município trabalham normalmente na quarta-feira (19) e fecham de quinta-feira (20) a domingo (23). O expediente retorna normalmente na segunda-feira (24).

 SERVIÇOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Durante o feriado, em casos de urgência e emergência, os santa-marienses podem buscar atendimento nos seguintes locais:

– Pronto Atendimento Municipal (PAM), Pronto Atendimento Infantil e Pronto Atendimento Odontológico (24h): Avenida Maurício Sirotski Sobrinho, nº 70, Bairro Patronato.
– Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h): Rua Ary Lagranha Domingues, 188, Bairro Itararé.

– Pronto Atendimento do Bairro Tancredo Neves (Ruben Noal): Avenida Paulo Lauda, nº 80 – Cohab Tancredo Neves.

INFORMAÇÕES TURÍSTICAS

Na quinta (20) e na sexta-feira (21), o Centro de Atendimento ao Turista (CAT), localizado na Avenida Rio Branco, em frente ao supermercado Carrefour, funcionará das 8h às 13h. No sábado (22) e no domingo (23), o CAT estará fechado.

 CASA DE PASSAGEM PARA ADULTOS POUSADA ACOLHER

A Casa de Passagem, localizada na Rua Sete de Setembro, nº 806, funciona normalmente, 24h por dia, para o acolhimento de pessoas em vulnerabilidade social. Os telefones para contato são (55) 3015-1518 e (55) 99999-9708.

 RECOLHIMENTO DE LIXO

Os serviços de recolhimento de lixo conteinerizado e a coleta convencional funcionam normalmente durante o feriado de quinta-feira (20), na sexta-feira (21) e no final de semana.

 TRÂNSITO E MOBILIDADE URBANA

Durante o feriado, na quinta-feira, a Coordenadoria de Trânsito e Mobilidade Urbana (CMTU) funcionará em regime de plantão, das 7h à meia-noite. Na sexta e no sábado (22), o expediente é normal. No domingo (23), as denúncias e ocorrências devem ser encaminhadas à Brigada Militar, pelo telefone 190.

 GUARDA MUNICIPAL

A Guarda Municipal estará atuando normalmente durante o feriado prolongado. As rondas continuam sendo realizadas durante 24h e os agentes estarão presentes em áreas de domínio público como praças, parques e eventos. Além disso, a Guarda Municipal vai dar suporte ao desfile de 20 de setembro, na Avenida Medianeira. Ocorrências podem ser registradas pelo telefone 153.

Fonte/texto: Ana Bittencourt, Superintendência de Comunicação Prefeitura Municipal de Santa Maria

 

Santa Maria faz 160 anos. Fotos: Mariana Olhaberriet /LABFEM

Para homenagear Santa Maria por seu aniversário de 160 anos de emancipação político-administrativa, a Prefeitura promove, nesta quinta-feira, 17, a segunda edição do Viva Santa Maria das 10h às 22h no Parque da Medianeira, além de ter organizado vários eventos esportivos até os últimos dias de maio.

O evento contará com uma programação especial que resgata memórias da cidade através de shows musicais, apresentações artísticas, atividades esportivas, food truck e espaço kids. As atividades são abertas ao públicos e voltadas para todas as faixas etárias. Na última edição, mais de 12 mil pessoas foram prestigiar o evento.

Na programação deste ano, dois destaques prometem mexer com a emoção dos visitantes: o Passeio de Trem pela Terra de Imembuí e o Musical Imembuí. O Passeio de Trem vai despertar a curiosidade, principalmente das crianças. Durante a festa, das 10h às 12h e das 13h30min às 17h30min, um trenzinho vai partir da estação para um passeio completo pela história de Santa Maria. No trajeto, os viajantes encontrarão personagens de época, fotógrafo lambe-lambe, música e alegorias que vão contar a lenda de Imembuy e Rodrigo, a índia e o homem branco cuja história de amor, vivida às margens do Arroio  Itaimbé, teria dado origem a Santa Maria.

Já o Musical Imembuí promete encantar o público. No placo, a partir das 19h, 21 músicos consagrados na cena artística de Santa Maria e a participação de bailarinos do Vintage Estúdio de Dança, que realizam um espetáculo musical que também tem, na sua essência, a lenda da índia pertencente à tribo dos Minuanos. O financiamento é da Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria e apoio da Fundação Eny.

Entre os serviços à disposição dos visitantes durante o Viva Santa Maria, estarão a Unidade Móvel da Secretaria de Saúde, oferecendo testes rápidos, verificação de pressão e glicose, além de orientações sobre saúde bucal, saúde mental e saúde da mulher. Também será possível se vacinar contra a gripe (para os grupos prioritários, menos crianças). Ainda, quem quiser exercitar a solidariedade poderá colaborar com a Campanha do Agasalho. Postos de coleta estarão recebendo doações de roupas, calçados e cobertores.  A promoção do evento é da Prefeitura Municipal, com apoio da Corsan e do Governo do Estado.

PROGRAMAÇÃO DO VIVA SANTA MARIA

10h – Maratona Fitness

11h – Mateada Cultural com Junior Benaduce

13h30min – Show Gustavo Iser

14h30min – Musical Jardim de Cataventos

15h30min – Show Maninho e Mirahil

16h30min – Show Janu e Tiane

17h15min – Apresentação do CTG Sentinela da Querência

21h – Show de encerramento com Douglas Braga

O esporte nos 160 anos da cidade

Além do Viva Santa Maria, a programação do Esporte para celebrar os 160 anos de Santa Maria está intensa neste mês. Partidas de voleibol, futsal e até uma corrida rústica estão entre as atrações que devem movimentar os atletas do Município. Hoje, quarta-feira, 16, o Centro Desportivo Municipal recebe um clássico do Futsal, que o União Independente jogará contra a equipe da UFSM. O jogo, válido pela Série Bronze de Futsal inicia às 20h30min.

Na quinta-feira, 17, após nove anos sem ser disputada, a Taça Santa Maria de Voleibol retorna ao CDM. As partidas, no naipe feminino, ocorrem nos turnos da manhã e da tarde. No masculino, as disputas ficaram para o sábado,19, quando seis times do município entram em quadra. Já a Corrida Rústica sai da Praça Saldanha Marinho, no domingo, 20, a partir das 8h30min. A organização é feita pela União dos Corredores de Rua de Santa Maria. As inscrições podem ser feitas no site da instituição. Mais para o fim do mês, no dia 27, Santa Maria recebe o 2º Passeio Ciclístico da Associação Santa Maria de Ciclismo. A saída também será na Praça Saldanha Marinho, com horário programado para as 14h.

No dia 30 de maio será realizado o Dia do Desafio. Neste ano, Santa Maria disputa contra a cidade de Maringá, no Paraná. O objetivo é provocar a reflexão da necessidade de mudar os hábitos para uma vida mais ativa e prazerosa, incentivando as pessoas a saírem do sedentarismo. No Dia do Desafio 2018 as pessoas serão convidadas a realizar por, pelo menos, 15 minutos consecutivos, qualquer tipo de atividade física entre a zero hora e 20h do dia.

Para conhecer a programação completa durante o mês de aniversário de Santa Maria, acesse aqui.

 

 

 

No próximo final de semana, dias 05 e 06 de maio, a Prefeitura de Santa Maria promove o Pátio Rural, no Hotel Fazenda Pampas, em Camobi. Esta é a primeira edição do ano e será especial, em comemoração aos 160 anos de emancipação político-administrativo do Município. A abertura oficial do evento ocorre às 17h de sábado (05). Na mesma ocasião, o Poder Executivo realiza o lançamento oficial da Campanha do Agasalho 2018.

A programação do Pátio Rural prevê uma série de atrações. O evento vai reunir a produção das agroindústrias de Santa Maria, mostra de artesanato e da gastronomia típica dos distritos, apresentações artísticas, festival de food trucks e de cervejas artesanais. Os visitantes também poderão desfrutar das atividades de esporte e lazer como parede de escalada, passeio de Dindinho, passeio a cavalo, pedalinho e espaço kids.

No entanto, a atração de maior destaque, segundo os organizadores, é o 1º Festival do Bife à Milanesa, a ser realizado no domingo (06), a partir das 12h30min. Os convites para o almoço, que inclui no cardápio, além do bife à milanesa, risoto, salada e cuca italiana, já estão sendo comercializados. Os pontos de venda são a Secretaria de Desenvolvimento Rural (Avenida Medianeira, nº 141), a Imperial 993 (Rua Floriano Peixoto, nº 993) e a Diralu + Sabor (Rua Alfredo Preigchadht, nº 150). O valor do convite por pessoa é R$ 30,00 para adultos, R$ 20,00 para crianças de 06 a 12 anos, e crianças menores de 06 anos não pagam.

Este ano, estão garantidas três edições do Pátio Rural. No ano passado, a Secretaria de Desenvolvimento Rural do Município conquistou R$ 200 mil, junto à Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Os recursos serão utilizados na infraestrutura do evento, dinheiro antes desembolsado pela Poder Executivo.

O Pátio Rural de Santa Maria ocorre das 14h às 21h (no sábado) e das 10h às 20h (no domingo). A entrada no evento é gratuita e o local oferece estacionamento para veículos, ao custo de R$ 3. O acesso ao Hotel Fazenda Pampas (antiga Cidade dos Meninos) é pela Rua Angelin Bortholuzzi, e a saída dos visitantes ocorrerá pela Estrada Municipal Daniel Rizzi.

O lançamento oficial da Campanha do Agasalho 2018 também ocorre no sábado, às 17h, no Hotel Fazenda Pampas. Antes, a Prefeitura promove uma carreata para recolher doações de roupas, calçados e cobertores. De manhã, um carro de som vai fazer o trajeto da carreata para lembrar os moradores de separarem os agasalhos que serão recolhidos durante a tarde. A ação de sábado tem apoio da Associação Motociclística Gaudérios do Asfalto e demais grupos de motociclistas de Santa Maria. Também apoiarão a Guarda Municipal (GM), a Brigada Militar (BM), a Coordenadoria de Trânsito e Mobilidade Urbana (CTMU) e a Polícia Rodoviária Estadual.

ITINERÁRIO DA CARREATA

13h30min – Saída da carreata da sede da Associação Motociclística Gaudérios do Asfalto (Rua Visconde de Mauá, nº 272 – Bairro Duque de Caxias).

Trajeto: Avenida Presidente Vargas, Avenida Borges de Medeiros, Rua Venâncio Aires, Rua do Acampamento, Avenida Nossa Senhora das Dores, Avenida Oswaldo Cruz, Rua Antônio Botega, Rua Helena Toniolo Figueira, Avenida Prefeito Evandro Behr (RS-509), Avenida João Machado Soares, Rua Angelin Bortholuzzi.

17h – Previsão de chegada ao Hotel Fazenda Pampas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Santa Maria

Foto: Andressa Foggiato
Foto: Andressa Foggiato

O auditório da Prefeitura de Santa Maria recebeu durante toda esta segunda-feira (10), o ciclo de palestras no Dia Municipal da Conscientização da Dislexia. O projeto de lei que institui a data é de autoria do vereador Coronel Vargas (PSDB), e a lei municipal foi sancionada em 2015. Na mesa de abertura, o vereador Vargas exaltou os esforços de Marizur Konig, mãe de uma criança com dislexia que procurou a Câmara de Vereadores para que se iniciasse um projeto de conscientização.

A dislexia é um transtorno neurobiológico que compromete a capacidade de aprender a ler e escrever. Hoje, ela afeta de 5 a 10% das crianças brasileiras. Durante a manhã de hoje, os aspectos interdisciplinares da atuação interdisciplinar foram discutidos.
A palestrante e fonoaudióloga Raquel Daniel explica que o diagnóstico é dado através do trabalho conjunto de diversos profissionais, como médicos, psicólogos e psicopedagogos. A dislexia é comumente confundida com déficit de atenção e dificuldade de aprendizagem. “O diagnóstico precoce é fundamental, e é frequentemente observado nos primeiros anos escolares da criança, onde ela apresenta dificuldade para diferenciar cores e números, por exemplo”, destacou Raquel. Ainda não existe uma legislação própria para quem sofre o transtorno da Dislexia.

A palestrante e professora de Educação Especial, Katiusce Tambara, explica que os direitos das pessoas com dislexia são baseados nas leis sobre educação especial, principalmente no direito de educação para todos e no esforço para acesso e permanência na escola. Mas, existe um projeto de lei tramitando desde 2010 no Congresso Nacional que propõe um olhar diferenciado para quem possui o transtorno.
Durante a tarde de hoje, a discussão será sobre os desafios da legislação e intervenções na sala de aula. As palestras ocorrem a partir das 14 horas no Auditório da Prefeitura

 

Fonte: Andressa Foggiato/Prefeitura de Santa Maria.

 

Foto: Arquivo / Prefeitura
Foto: Arquivo / Prefeitura

Nesta segunda-feira, 15, a Prefeitura de Santa Maria, por meio da Comissão de Licitações, recebeu as propostas financeiras das quatro empresas habilitadas para concorrer aos serviços de recuperação e manutenção do parque de iluminação pública da cidade. A partir de agora, as propostas feitas pelas empresas Engeluz iluminação e Eletricidade Ltda (Wanceslau Braz/Paraná), Eon Energia e Iluminação Ltda (Santa Maria/RS), Instaladora Elétrica Guaramirim (Guaramirim/Santa Catarina) e Sadenco Sul-Americana Engenharia e Comércio Ltda (Florianópolis/Santa Catarina), passarão por análise de técnico da Secretaria de Município de Infraestrutura, Obras e Serviços (SMI).

A substituição da empresa responsável se dá pelo trabalho insuficiente e reclamações dos contribuintes, segundo o secretário adjunto de Infraestrutura e Serviços, Alexandre Brasil. A empresa vencedora do certame ficará responsável pelo fornecimento de material e mão de obra, veículos, ferramentas e equipamentos de empresa de engenharia especializada na prestação de serviços, para a manutenção dos pontos de iluminação pública integrantes do Parque de Iluminação Pública no Distrito Sede da Área Urbana do município de Santa Maria.
O Parque conta com mais de 23 mil pontos de luz, que serão mantidos pelo preço global agora e não mais por serviço prestado. Há uma previsão de manutenção de 15 mil desses pontos por ano. Para novos pontos de luz será contratada outra empresa. Para a realização do trabalho contratado pela Prefeitura, e fiscalizado pela Secretaria de Infraestrutura, Obras e Serviços, a empresa receberá um valor mensal de R$ 149.890,67. Este valor, bem como a conta de Iluminação Pública do município, é pago com recursos arrecadados através da taxa de Contribuição para Iluminação Pública (CIP), paga mensalmente pelo contribuinte na conta de luz. A CIP foi aprovada pela Câmara de Vereadores.
Alexandre Niederauer, presidente da Comissão de Licitações, que irá se manifestar sobre a análise da concorrência, não há prazo para a divulgação do resultado, mas isso deverá ocorrer no menor tempo possível, para que a vencedora possa iniciar assumir a demanda existente na municipalidade.

As propostas financeiras apresentadas (valor mensal)

– Engeluz iluminação e Eletricidade Ltda: R$ 129.455,21

– Eon Energia e Iluminação Ltda: R$ 119.699,64

– Instaladora Elétrica Guaramirim: R$ 109.489,08

– Sadenco Sul-Americana Engenharia e Comércio Ltda: R$ 146.995,68

Foto: Arquivo / Prefeitura
Foto: Arquivo / Prefeitura

Serviços de Manutenção

– Serviços de Manutenção correspondem a todas as atividades necessárias para que o Parque de Iluminação Pública instalado desempenhe suas funções e opere em condição normal, padronizada e de segurança.

– Os serviços de manutenção de um Parque de Iluminação Pública podem ser atendidos de duas formas de atividades, a saber:

– Serviços de rotina, que é o conjunto de atividades essenciais para o restabelecimento da operação do Parque de Iluminação Pública em função das ocorrências comuns de queima, pane, fadiga, falha ou de baixo desempenho;

– Serviços Corretivos, que são atividades complementares aos serviços de rotina, para restabelecimento integral das condições operacionais de todo o Parque de Iluminação Pública em consequência da ocorrência de falhas, obras  acidente, furto, vandalismo, intempéries, instalação  inadequada  ou desempenho  deficiente.

– Nos serviços de Manutenção do Parque de Iluminação Pública da área Urbana estão incluídos a aquisição dos materiais, a utilização dos equipamentos, a utilização dos ferramentais necessários e a prestação dos serviços de mão de obra.

– Todos os pontos de iluminação pública portadores de lâmpadas em Vapor de Mercúrio 125 W, 250 W e 400 W, que apresentarem pane no reator, serão substituídos por lâmpadas de Vapor Metálico 70 W, 150 W e 250 W respectivamente, com a aquisição e instalação de reator compatível com o tipo e a capacidade dessas lâmpadas

São considerados serviços de Manutenção do Parque de Iluminação Pública

– Deslocamento horizontal da equipe para chegar ao ponto de atendimento;

– Deslocamento vertical da equipe no ponto de atendimento (poste);

– Aquisição e substituição de lâmpadas por componentes semelhantes;

– Aquisição e substituição de reator por componente semelhante;

– Aquisição e substituição de relé fotoelétrico por componente semelhante;

– Aquisição e substituição de base de relé fotoelétrico por componente semelhante;

– Substituição de luminárias;

– Fixação da base do relé pendente;

– Limpeza do difusor da luminária;

– Instalação de difusor na luminária;

– Fixação de difusor pendente;

– Alinhamento do corpo da luminária;

– Alinhamento do braço da luminária;

– Aquisição e substituição do porta-lâmpada;

– Substituição do braço do ponto de iluminação;

– Substituição da cinta de fixação do braço da luminária;

– Substituição de parafusos e porcas das cintas de fixação do braço da luminária;

– Fixação de cinta de fixação do braço da luminária que esteja pendente;

– Aquisição e substituição do condutor que alimenta a luminária;

– Aquisição e substituição dos conectores que une os cabos à rede pública;

– Aquisição e substituição de chaves contatoras (10 A a 100 A);

– Aquisição e substituição de disjuntores das contatoras (10 A a 100 A);

– Aquisição e substituição de fusíveis das contatoras (10 A a 100 A);

– Outros serviços correlatos à manutenção de pontos de iluminação pública.

Fonte: Fabricio Minussi  e Vera Jacques, Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Na noite desta quarta, 30, num movimento rápido, manifestantes do Bloco de Lutas de Santa Maria ocuparam a praça Saldanha Marinho, onde ocorre a Feira do Livro, e protestaram durante o pronunciamento do prefeito Cezar Schirmer.

Manifestantes preparam cartazes em protesto na defesa do trabalhador. Foto: Tiéle Abreu
Manifestantes preparam cartazes em protesto na defesa do trabalhador. Foto: Tiéle Abreu

Com cartazes e faixas de protesto preparadas no Coreto da Praça Saldanha Marinho, os manifestantes se dirigiram ao local onde acontecia o cerimonial que antecedeu a sessão de lançamento da editora da UFSM, onde vaiaram o prefeito.

Amanhã, quinta, Dia do Trabalho,os manifestantes preparam uma atividade alusiva à data, convocando também os movimentos sindicais. A partir das 17h, na Praça Saldanha Marinho.

 

Por Tiéle Abreu e Agência Central Sul