Mas afinal, o que são gadgets?


Por Eduardo Biscayno

 

Gadgets são aparelhos, eletrônicos ou não, que têm por finalidade facilitar as tarefas cotidianas de quem os utiliza. Um exemplo, talvez o primeiro na cabeça das pessoas atualmente, é o smartphone. Para sabermos se o aparelho é realmente o supremo do inconsciente popular, saímos em busca de respostas através de uma enquete.

Clarissa Soldera, formada em Jornalismo e acadêmica de Direito no Centro Universitário Franciscano, acredita sim que o telefone móvel e inteligente foi gadget mais importante com o qual já teve contato. “Com ele, tenho 1001 utilidades. Posso fazer ligações, enviar e-mail, assistir a vídeos e muito mais”, disse a estudante. Franciela Costa, recepcionista do prédio 16, conjunto III do Centro Universitário Franciscano, também concorda, afirmando que o aparelho simplifica muito o seu dia. “Consigo fazer tudo com apenas um celular”, afirma a funcionária.

Embora reconhecendo a importância do smartphone na sociedade contemporânea, Felipe Machado, acadêmico de Publicidade e Propaganda e blogueiro de moda integrante do grupo Friends Influencer, destaca um antigo conhecido seu como um gadget importante: o bloquinho de notas. Destacou sua importância para anotações diárias e organização pessoal. “Quando tenho um momento de inspiração para algum texto, puxo um bloquinho e anoto antes que eu me esqueça”, comenta. Nesse sentido, a estudante de Direito Taisa Rosa salienta a chapinha como um facilitador do cotidiano. Evidencia sua praticidade e a capacidade que o mesmo a proporciona, de autenticidade. “Com ela, posso mudar minha essência”.

Eduardo Biscayno de Prá e Rayssa Spanevello, acadêmicos de Jornalismo, para a disciplina de Oficina das Mídias

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *